SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 533, referente ao período de 24 a 30 de maio de 2015.***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 9612.0904 (Tim) e (81) 9277.3630 (Claro) / E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 23 de maio de 2015

NO CONTEXTO DAS CIRCUNSTÂNCIAS


NUDEZ - Quando chove e a tarde timbaubense morre, o ritmo da minha canção muda de rotação. No compasso da paixão, discuto com o vento o mistério das horas mortas. E ele me devolve o perfume do silêncio não escutado. E a nudez dos meus sonhos não revelados.Daslan Melo Lima, em Timbaúba, Pernambuco, maio de 2015.


----------



CIRCUNSTÂNCIA - "Eu me amo / Eu me amo / Não posso mais viver sem mim.A citação na minha blusa, refrão de uma música da banda Ultraje a Rigor, é emblemática no contexto das circunstâncias: traduz um momento de autoestima, enquanto o vento e os anjos invisíveis exclamam em silêncio: Amém ! Assim seja! – Daslan Melo Lima, no Alto da Independência, Timbaúba, Pernambuco.


                               ----------

CICLO - Em meio à vegetação nativa, os pés de milho parecem festejar a abençoada chuva que cai, pois logo mais será o mês de São João, quando suas espigas irão para as mesas humildes e abastadas da região. Em meio à água que do céu cai, a natureza compõe uma canção para descontar o tempo sem chuva, sem encanto e sem canto.Daslan Melo Lima, No sopé do Alto Santa Terezinha, Timbaúba, Pernambuco.


*****
REFLEXÃO
"Você tem o seu caminho. Eu tenho o meio. O caminho correto e único não existe."
- Nietzsche (1844-1900), filósofo alemão.
*****
AGENDA
24 de maio, domingo, Dia da Infantaria - Dia Nacional do Cigano - Dia do Café
25 de maio, segunda-feira, Dia da Costureira - Dia do Massagista - Dia Nacional da Adoção - Dia da África
26 de maio, terça-feira, Dia do Revendedor Lotérico
27 de maio, quarta-feira, Dia do Profissional Liberal
28 de maio, quinta-feira, Dia Nacional da Luta pela Saúde da Mulher
29 de maio, sexta-feira, Dia do Geógrafo - Dia do Estatístico
30 de maio, sábado, Dia do Geólogo - Dia do Decorador - Dia do Seresteiro


*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO -

                     site em manutenção / secção em construção

SESSÃO NOSTALGIA - Dione Brach, a deusa pernambucana de Leverkusen

Daslan Melo Lima


       A bonita senhora que passeia tranquilamente pelas ruas da cidade alemã de  Leverkusen,  é Dione Brach, esposa do  empresário Wolfgang Brach.

          Em 1959, aos 18 anos de idade, Dione Brito de Oliveira, seu nome de solteira, Miss Clube Intermunicipal de Caruaru,  foi eleita Miss Pernambuco, segunda colocada no Miss Brasil e representante do nosso País no Miss Mundo 1959, em Londres. Faz três anos que ela esteve em Caruaru para doar peças importantes do seu acervo de Miss ao IHC, Instituto Histórico de Caruaru, tais como o maiô com o qual desfilou no  Miss Mundo, recortes de jornais, cartas, telegramas e capas de revistas.
----------
          O presidente do Clube Intermunicipal, Leonardo Fontes, comemorou a visita de Dione. "Para nós é um orgulho muito grande recebê-la ao lado do Instituto Histórico e de pessoas ligadas ao passado de Caruaru. Trouxemos Dione de volta ao local onde aconteceu o início de sua carreira. Aqui no clube, procuramos vivenciar a atualidade e o passado de Caruaru. Temos um acervo enorme, inclusive de fotografias, e vamos inaugurar, no dia 21 de abril, o Memorial do Clube Intermunicipal", enfatizou. Anastácio Rodrigues lamentou a pouca preocupação com a memória da cidade. "O que mais lamento é que Caruaru, com um século e meio de existência, só agora tem o seu Instituto Histórico. Eu culpo mais a insensibilidade do que a passagem do tempo. Se o IHC não existisse, Dione não estaria aqui", ressaltou.
        Questionada sobre sua trajetória vitoriosa, Dione assumiu uma visão pré-determinista. "Eu acredito muito em destino. Quando a gente nasce, a nossa história vem junto." Sobre a doação de seu acervo ao IHC, ela também fez questão de justificar. "O tempo passa, a gente envelhece e as recordações são esquecidas. E eu quis preservar o meu acervo, presenteando a cidade que me deu tantas alegrias", concluiu.
----- Fonte: jornalvanguarda.com.br/, 17/03/2012
----------


Na capa da revista Manchete, de 21/11/1959, a legenda dizia: Em Londres a estonteante Dione brilhou na grande noite de luzes e ilusões.
----------
    Na reportagem da Manchete, de 28/11/1959, a foto de Dione Oliveira ocupa  quase toda a página. Quem venceu o Miss Mundo daquele ano foi a holandesa Corine Rottschaefer. As outras beldades que aparecem na reportagem são Kirsten Olsen, Miss Dinamarca, quinta colocada, à esquerda de Margit Jaatinen, Miss Finlândia, e Michele Mok Ping-Ching, Miss Honk Kong.

       Dione brilhou em Londres. Era a mais bonita, a mais distinta, a mais encantadora. Toda a graça e beleza do Brasil estavam em Dione, na noite em que Londres escolhia a Miss Mundo. Com os cabelos cheios de luzes, o coração aos pulos e o passo firme, a brasileira caminhava para a vitória. Os jornais da tarde diziam que Dione era uma das favoritas. E acrescentavam que sua grande ambição na vida se resumia em duas coisas: casar e ter muitos filhos.
    Depois de viver as emoções dos primeiros contatos com a cinzenta e misteriosa Londres, a bonita pernambucana percorreu as ruas famosas do centro, com suas pontes célebres e o big ben sempre ao alcance da vista. De noite, a sedutora Dione de Oliveira estava em grande forma para levantar o título de Miss Mundo.  
-----------


       

      


       Aquela  senhora linda, elegante,  que mora numa casa de varanda cheia de flores, é uma sentimental que sente muitas saudades do Brasil. Mãe orgulhosa de Adriano, Marcelo e Gabriela, residentes em São Paulo, frutos do seu primeiro casamento, e avó de sete netos. 
     Tranquila, espiritualizada, de bem com a vida, Dione Brach, a deusa pernambucana de Leverkusen,  não tem dúvida ao afirmar com segurança:  "Eu acredito muito em destino. Quando a gente nasce, a nossa história vem junto."

*****
______
Nos links abaixo, você confere as matérias deste blog dedicadas a Dione Oliveira.
SESSÃO NOSTALGIA de 28/06/2008 – O perfil de consumidor da Miss Mundo Brasil 1959
http://passarelacultural.blogspot.com.br/2008/06/sesso-nostalgia_28.html
>>>>>>>>>> 
SESSÃO NOSTALGIA de 15/11/2008 - Dione Oliveira, a flor dos campos
>>>>>>>>>> 
SESSÃO NOSTALGIA de 22/08/2009 – Denise Rocha de Almeida e Dione Oliveira, gostos e desgostos na passarela


*****

VALE A PENA LER DE NOVO


MEMÓRIA - A trajetória de PASSARELA CULTURAL começou em 02/07/2004, com o nome de Timbaconexão, como coluna sociocultural do site Timbafest. Posteriormente, em 12/10/2007, Timbaconexão migrou para blog com o nome de PASSARELA CULTURAL, e depois passou a ser, também, a coluna sociocultural de dois veículos impressos de comunicação: jornal CORREIO DE NOTÍCIAS e revista TIMBAÚBA EM FOCO.
DIREITOS AUTORAIS - Permitido a transcrição das matérias aqui expostas, no todo ou em parte, desde que citada a fonte. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos seus autores e podem não corresponder à opinião do editor. O domínio PASSARELA CULTURAL está devidamente registrado. Coopyright by Daslan Melo Lima.
ATUALIZAÇÃO - Este blog é atualizado semanalmente, aos sábados. Eventualmente, algumas postagens poderão ser inseridas durante a semana. 
CRÍTICAS X CONTATOS - Críticas construtivas, elogios, sugestões e colaborações são bem-vindos. E-mail: daslan@terra.com.br; telefones: (81) 9612.0904 (Tim) e (81) 9277.3630 (Claro); formulárioPRO, disponível em uma das secções do lado direito e comentário específico (conta no Google). Você também pode se manifestar através de cliques ao lado dos quadrados dos rodapés de cada postagem. 
MODERAÇÃO - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o editor pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o editor deste blog reserva a si o direito de não publicar dizeres que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos textos que envolvam calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como os que indicarem acessos a links. As opiniões dos leitores não representam a opinião do editor de PASSARELA CULTURAL, a responsabilidade é do autor da mensagem. Ninguém deve confundir liberdade de expressão com falta de educação e bom senso. 

*****

sábado, 16 de maio de 2015

GATOS SÃO APENAS GATOS, SIMPLES ASSIM

    Concentrados em saborear a primeira refeição do dia, meus oito gatos desconhecem o noticiário do sábado: imigrantes asiáticos abandonados em alto-mar; mudanças no INSS; morte de B.B. King; lucro de bilhões da Petrobrás após o escândalo dos prejuízos... Gatos são apenas gatos, simples assim. 
          Da esquerda para a direita, Neymar, Magrão, Paula Brito, Fred, Hulk, Ava Gardner, Miss Terra e Príncipe Albert de Mônaco. Cada um com o seu jeito de ser, embora passem a impressão de que não há diferença entre suas personalidades. 
          “De todas as criaturas de Deus, somente uma não pode ser castigada. Essa é o gato. Se fosse possível cruzar o homem com o gato, melhoraria o homem, mas pioraria o gato", disse o escritor norte-americano Mark Twain (1835-1910)
          Gatos não são apenas gatos, simples assim. 
 - Daslan Melo Lima.
*****
REFLEXÃO
"Amigos deveriam ser mestres em adivinhar e calar: não se deve querer saber tudo."
- Nietzsche (1844-1900), filósofo alemão.
*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Dom Frei Severino Batista de França, uma tarde em Cruz do Caboclo

 Daslan Melo Lima


         Apesar do tempo nublado, o Sol fez questão de marcar presença na visita pastoral que Dom Frei Severino Batista de França, bispo diocesano de  Nazaré da Mata, fez à comunidade de Cruz do Caboclo na tarde da quinta-feira, 14. 


----------

Dom Frei Severino Batista de França, “fiat voluntas tua

        Dom Frei Severino Batista de França, da OFMC, Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, é pernambucano de Bezerros, PE, onde nasceu em 29/01/1945. Ingressou no Seminário dos Capuchinhos aos 12 anos de idade, em 15/10/1957. Emitiu os primeiros votos na Ordem em 08/12/1964, e os votos perpétuos em 12/12/1967. Cursou Filosofia em Guaramiranga, CE, e Teologia em Salvador, BA. Ordenou-se Sacerdote em 08/12/1972, em Bezerros, por Dom José Lamartine Soares, Bispo Auxiliar de Olinda e Recife.
       

         Entre as missões da sua trajetória religiosa, consta as de vigário nas paróquias de Santa Rita de Cássia (Maceió, AL), Sagrada Família (Bom Conselho, PE);  Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora da Penha (ambas no Recife); e  Nossa Senhora dos Remédios (Catolé do Rocha, PB).  Foi também coordenador da Pastoral da Juventude na Arquidiocese de Maceió e vigário episcopal para os religiosos na mesma; fez parte do Colégio dos Consultores e Conselho Presbiterial da Diocese de Cajazeiras, Conselho Presbiterial da Arquidiocese de Natal e da Arquidiocese de Maceió, onde coordenou  a  Pastoral Familiar.

          Foi eleito Bispo Auxiliar da Diocese de Santarém por sua Santidade o Papa João Paulo II, tomando posse em 31/10/2004. Dom Frei Severino foi nomeado Bispo Titular da Diocese de Nazaré em  07/03/2007, por sua Santidade o Papa Bento XVI. Seu lema episcopal: “fiat voluntas tua”, faça-se a tua vontade.
----------
Atento aos detalhes, Dom Frei Severino fez referências positivas à organização da Capela de Santo Antônio, fundada em 02/01/1936. Em uma das paredes, as listas dos dizimistas e noiteiros marianos. "Tragam suas Bíblias quando vierem para a igreja", recomendou aos presentes.  
----------
Após o descerramento da placa comemorativa da sua visita, Dom Frei Severino posou ao lado do José Ramos e Ana Marinho, donos da propriedade Cruz do Caboclo, e de José Ramos Filho, o caçula do casal.
----------
"Em todos os locais onde chego, as pessoas me recebem com lanches. Desse jeito, vou sair de Timbaúba mais gordo, com dez quilos a mais" , afirmou Dom Frei Severino, dando uma lição de simplicidade, carisma e bom humor. 

----------
 Cruz do Caboclo, uma tarde para recordar 



No interior do nicho, restaurado em 23/10/1974, Dom Frei Severino escutou com atenção as explicações de Ana Marinho sobre o significado do nome Cruz do Caboclo. 

Num recanto do nicho, dois pés de barro e um coração de madeira, sinais das muitas graças alcançadas pelas pessoas que fazem suas promessas no local. 
Ao passar sob o frondoso pé de cajá, Dom Frei Severino elogiou a beleza da árvore.  Em seguida, tomou um táxi rumo a outro compromisso em Timbaúba.  
--------------------
Dona Biuzinha e Dona Liu, mãe e filha, moradoras antigas da casinha localizada na frente da capela, optaram por assistir ao movimento de longe, apesar de Ana Marinho ter insistido para que fossem à capela.
Enquanto isso, o gato de Dona Biuzinha parecia indiferente aos fogos de artíficios que soavam na tarde histórica de Cruz do Caboclo.   
  ----------

 Cruz do Caboclo, o resgate cultural de um local mágico

A paisagem de Cruz do Caboclo atualmente.
----------
A paisagem de Cruz do Caboclo antigamente, óleo sobre tela de Teotônio Monteiro.
----------
         A área de Cruz do Caboclo está envolta em muitas lendas, mas  Teotônio Monteiro, artista plástico timbaubense radicado no Recife, concedeu à PASSARELA CULTURAL o depoimento abaixo baseado nas histórias que ouvia da avó Minervina Barbosa de Moura.
        A história de Cruz do Caboclo teve início com o viúvo José Barbosa, dono das terras, pai de nove filhos, que casou com a viúva conhecida como D. Bombom de Moura, de Aliança, PE, mãe de três meninos pequenos. Desse matrimônio nasceu um único filho, Júlio de Moura Barbosa, que viria a ser Monsenhor. Da citada união, também houve um casamento entre os filhos Minervina Barbosa e Tranquelino de Moura, os quais passaram a se chamar Minervina Barbosa de Moura e Tranquelino de Moura Barbosa, meus avós.  Esse  casal  ficou nas terras dos pais trabalhando muito. Ele e ela tornaram-se verdadeiros empreendedores, líderes na comercialização de couro nas cidades da região, Aliança, Timbaúba, Itabaiana, entre outras.
         Em meados do século XIX, quando um viajante caboclo morreu, foi erguida uma cruz pequena no local.  As pessoas que passavam na estrada deixavam agradecimentos, faziam promessas, pediam graças e acendiam velas. Vovô e vovó despertaram para esse sentimento religioso e mandaram construir uma cruz maior com os símbolos dos instrumentos utilizados na crucificação de Jesus Cristo, no mesmo local da cruz anterior. Quando Tranquelino e Minervina passaram a ser proprietários da localidade, deram às terras o  nome de Cruz do Caboclo, em homenagem ao caboclo viajante.
         Meu avô e minha avó formavam um casal muito feliz, bondoso para a comunidade e  sempre a serviço do próximo. A terra é fértil e nela impera fé, religiosidade, luz e curas. Vale lembrar que, durante muitos anos, era comum o costume de enterrar, durante a madrugada, as crianças que nasciam mortas, popularmente chamadas de anjinhos, atrás do nicho da Cruz do Caboclo.   
        A comunidade cresceu e uma capela, cujo Padroeiro é Santo Antônio, foi inaugurada. Houve tempo em que aconteciam muitas festas religiosas com celebrações de missas, sacramentos, mês mariano, festa do padroeiro Santo Antônio, Natal... Todos os sábados realizava-se a Feirinha do Capuchinho e à noite sempre uma atração cultural, Pastoril,  Cavalo Marinho,  teatro de bonecos e retretas. Era um oásis de misticismo e cultural. 
       Parabéns ao Sr. José Ramos e a senhora Ana Marinho, atuais donos da propriedade, pelo resgate cultural e religioso de Cruz do Caboclo.

----------

Antes de voltar para casa, puxei levemente a corda do sino da capela, só para ouvir aquele som místico saudando os anjos invisíveis que estavam ao redor da Cruz do Caboclo.   

*****

SESSÃO NOSTALGIA - O reencontro das candidatas ao Miss Brasil 1985, trinta anos depois

Daslan Melo Lima 





            E assim se passaram trinta anos. No dia 08 do próximo mês, o concurso Miss Brasil 1985 completará três décadas. Realizado no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo, SP,  no dia 08/06/1985, na época em que o evento era produzido pela TVS do Sílvio Santos, o certame contou com a participação de vinte e sete candidatas.


Miss Acre - Ivone Ferreira dos Santos
Miss Alagoas - Viviane Elisabeth Dorotéa Lundgren
Miss Amapá - Rosângela Maria de Almeida
Miss Amazonas - Grace Mara das Chagas Alves
Miss Bahia - Marisabel Boere de Morais, semifinalista
Miss Ceará - Luzia Aparecida Miglioranze, semifinalista
Miss Distrito Federal - Helayne Nunes Cardoso, semifinalista
Miss Espírito Santo - Márcia Machado Gomes
Miss Fernando de Noronha - Suzanne Oliveira Albuquerque, 2º lugar
Miss Goiás - Sivone Ramos Soares
Miss Maranhão - Tatiana Soares Rodrigues, semifinalista
Miss Mato Grosso - Márcia Giágio Canavezes de Oliveira, 1º lugar
Miss Mato Grosso do Sul - Kátia de Oliveira Pereira
Miss Minas Gerais - Margareth Penna Corradi, semifinalista
Miss Pará - Rita Maria de Amorim
Miss Paraíba - Patrícia Moreira da Silva, semifinalista, Miss Simpatia
Miss Paraná - Scarleth Rodrigues
Miss Pernambuco - Simone Augusto Costa da Silva
Miss Piauí - Conceição de Maria Bezerra de Alencar
Miss Rio de Janeiro - Carla Fonseca de Lima Godinho, 4º lugar
Miss Rio Grande do Norte - Antônia Albano Lopes
Miss Rio Grande do Sul - Andréia Fetter Zambrano, 5º lugar
Miss Rondônia - Soraia Cirbela Tavares 
Miss Roraima - Nanete Simone Neuhaus
Miss Santa Catarina - Andréia Ribeiro Reis, semifinalista
Miss São Paulo - Anamaria Marques Starck,  lugar
Miss Sergipe - Laudicéa Aparecida Gildo


     





         Nos dias 11 e 13 de junho, a maioria daquelas jovens estará reunida na capital paulista, onde deverá ficar hospedada no Le Premir Suites, entre a Av. Paulista e o Parque do Ibirapuera. Todas elas irão cumprir uma programação especial  para matar as saudades de um tempo que se foi.  Em torno do assunto, foi criado um grupo fechado no Facebook, do qual tenho a satisfação de participar,  a convite do meu amigo Jander Drumond, missólogo fluminense radicado há anos em Copenhague, Dinamarca. 


      O reencontro das candidatas ao Miss Brasil 1985 voltará a ser abordado nesta secção oportunamente, ocasião onde darei o destaque merecido a todas as misses que marcarem presença no evento. Vale ressaltar que até o momento apenas uma não foi localizada, Suzanne Albuquerque, a vice-Miss Brasil. Lembro de ter lido há anos que ela teria sobrevivido a um grave desastre de carro. Quem tiver informações, gentileza fazer contato pelo e-mail daslan@terra.com.br . Aqui está o link de acesso ao grupo, 
             .
--------


Miss Brasil 1985 - Vale a pena recordar

 - Abertura
-----------
 - Desfile em traje típicos
https://www.youtube.com/watch?t=10&v=3ATKRtmsPU4
----------
- As candidatas não classificadas em trajes de gala
https://www.youtube.com/watch?v=ekUBL4k6sEo
----------
- Top 12 

*****

        

sábado, 9 de maio de 2015

TALVEZ ALGUM DIA SEJA UM PRAZER RECORDAR ESTAS COISAS

      Fazendo faxina na minha biblioteca, encontrei um caderno com anotações escritas há vinte e três anos. Parei para ler página por página e me emocionei com situações das quais não me lembrava, algumas agradáveis e outras, a maioria, nem tanto, por isso não senti necessidade alguma de conservá-lo. 
        Consciente de que tudo aquilo que só a mim diz respeito está tatuado na minh’alma, resolvi queimar o caderno. Sensação mística de purificação. 

      Guardei apenas um pedaço de uma página onde havia uma citação emblemática extraída do livro “Eneida”, do poeta romano Virgílio:
Forsam et haec olim meminisse juvabit” (Talvez algum dia seja um prazer recordar estas coisas). – Daslan Melo Lima.


*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO

UM FATO EM FOCO



UM SUSTO NA MANHÃ TIMBAUBENSE – Às 12h40min deste sábado, 09, eu estava a poucos metros do Cine Teatro Recreios Benjamin quando um barulho parecido com uma sequência de tiros tomou conta do centro da cidade. Susto, nuvem de poeira e a constatação de que o som tinha vindo do Cine Teatro Recreios Benjamin, um século de inauguração a completar no dia 06 de março do próximo ano. Através de uma vidraça quebrada, a confirmação: o telhado acima do palco desmoronou. Mais uma vez, choram os fantasmas do Cine Teatro Recreios Benjamin, inconformados com a morosidade que norteia a restauração da famosa casa de espetáculos. 
*****

PAULA QUEIROZ, 
UM EXEMPLO DE VIDA À FRENTE DA ADAT 


   O sorriso contagiante estampado no rosto desta mulher que completou cinquenta e um anos de idade no dia 02 de abril,  desarma qualquer pessoa que se aproxima com baixa autoestima.  A cadeira de rodas não é motivo para bloquear seus sonhos e objetivos. Sua gestão como presidente da ADAT, Associação Cultural e Apoio às Pessoas com Deficiências de Timbaúba, tem sido de uma abnegação exemplar, o que fez  com que este ano, no Dia Internacional da Mulher, ela fosse agraciada com a Comenda Isnar Cabral de Moura, uma promoção da Funjader, Fundação Jáder de Andrade,  em parceria com a Prefeitura de Timbaúba


         Maria Paula Queiroz Bandeira de Mello, ou simplesmente Paula Queiroz, nasceu no dia 02 de abril de 1964, no Recife, filha de José Guilherme de Azevedo Queiroz e Marta Maria Barreto Queiroz. Com um mês  de nascida mudou-se para  a Usina Cruangi, onde viveu até  os 12 anos de idade. Começou sua vida escolar na Escola Coronel Manoel Caetano, na própria Usina, depois prosseguiu no  Instituto Carequinha,  em Nazaré da Mata. Em seguida, passou a estudar na Escola Santa Maria, em Timbaúba, permanecendo até o  5° ano do primeiro grau, quando foi morar na  capital pernambucana, onde terminou o primeiro e o  segundo grau e fez o curso de Administração de Empresas na UPE-FCAP,  Universidade de Pernambuco, Faculdade de Ciências da Administração de Pernambuco.

Em pé, os pais de Paula Queiroz, Marta e Guilherme. Sentados, Alexandre Bandeira de Mello, seu esposo, e  Paula, na Funjader, durante a outorga da Comenda Isnar Cabral de Moura.

         Casada com Alexandre Bandeira de Mello e mãe de Bernardo Queiroz Bandeira de Mello e Maria Leticia Queiroz Bandeira de Mello, confessa que  os seus filhos  são motivo de um imensurável agradecimento de Deus.  Sua vida profissional começou na  Implanor, Implementos Agrícolas do Nordeste, passando a trabalhar depois  na Usina Cruangi S.A, até que decidiu montar o seu próprio negócio, uma fábrica de fast food.   Após sofrer um acidente que a tornou tetraplégica, reacendeu a ADAT, com o objetivo de servir Timbaúba cuidando de crianças e adolescentes com necessidades especiais. Religiosamente é muito ligada a Santa Terezinha e sua vida retrata um exemplo de humildade e dedicação aos menos favorecidos.
        

        A ADAT é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, com missão de promover e visão de tornar-se referência, no município e na região, no acolhimento de pessoas com necessidades especiais, contribuindo para a inclusão social e a melhoria da qualidade de vida desse contingente. Atualmente, a associação atende mais de 100 crianças e adolescentes portadoras de necessidades especiais entre 0 a 18 anos, assim como aos seus familiares no que diz respeito às atividades culturais e sociais, contribuindo para o fortalecimento e resgate da cultura de raiz, principalmente a local.  



        A ADAT  está localizada na rua José do Patrocínio, 145, Centro. Saiba como ser parceiro, contribuinte e voluntário:  (81) 3631-0843, (819460-9402, https://www.facebook.com/adat.timbauba?sk=wall, e-mail: contato@adattimbauba.org.br  e site: www.adattimbauba.org.br .

        *****
TALENTO TIMBAUBENSE
Ainda há tempo para votar no Kakito, criação de Miguel Falcão que concorre ao mascote dos Jogos Escolares de Pernambuco. Basta cllicar no link abaixo e seguir as orientações.
http://globoesporte.globo.com/pe/enquete/escolha-o-mascote-dos-jogos-escolares-de-pe.html
*****
MEMÓRIA TIMBAUBENSE
O BATISMO - As três fotos documentam o batismo da garotinha........filha do casal............ Os padrinhos foram.......... A menina que segura a garotinha é.......... ***** As respostas devem ser enviadas exclusivamente para o e-mail daslan@terra.com.br ***** Quem fornecer o maior número de informações corretas irá concorrer ao sorteio de três edições da revista TIMBAÚBA EM FOCO e do jornal CORREIO DE NOTÍCIAS
----------
EM MEMÓRIA - Faleceu na quinta-feira, 07, o educador Amaro Antônio do Nascimento,  86 anos de idade, alagoano radicado há décadas em Timbaúba. Ele marcou época na educação timbaubense como gestor e professor da Escola Estadual Professor José Mendes da Silva. À família enlutada as condolências de PASSARELA CULTURAL.
*****

CONTAGEM REGRESSIVA

Contagem regressiva para o ENCONTRO DOS MATUTOS DE TIMBAÚBA, dia 30 de maio, último sábado deste mês, das 16h às 22h , no Restaurante Catamaran, próximo ao Forte das Cinco Pontas, Recife, com comanda individual.  Vale a pena lembrar que a organização do evento estará recebendo  donativos para os idosos das instituições beneficentes de Timbaúba, o Lar Vicentino e o Lar Espírita Lícia Campos.  Sugestões: lençóis, fraldas descartáveis, leite desnatado e semidesnatado, cestas básicas, roupas e calçados.  Também serão aceitas doações especiais para crianças e adolescentes  da Casa Esperança. ***** Maiores informações com Tranquelino Monteiro, e-mail tranquelino@gmail.com
*****