SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 543, referente ao período de 02 a 08 de agosto de 2015.***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) / E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 1 de agosto de 2015

É AGOSTO OUTRA VEZ

Manhã chuvosa num quarteirão gótico de Barcelona, Espanha.
Faz poucas horas que o mês de julho morreu nos braços de agosto, o mês que rima com gosto e desgosto.  Tristezas e alegrias, ganhos e perdas, amores e desamores, sonhos e pesadelos, ilusões e desilusões fazem parte do dia a dia do planeta Terra, mas foi o oitavo mês do ano que ganhou a triste fama de ser conivente com a adversidade.   *****  A  chuva  abençoada que ainda cai é mensageira da esperança.  Logo mais, num abrir e piscar de olhos, com a bênção de DEUS, será setembro. O sétimo mês do ano haverá de nos encontrar mais sábios, independente do destino ter semeado em nossa caminhada  alguma cota de desgosto.  *****  É agosto outra vez. Assim seja! - Daslan Melo Lima

******
REFLEXÃO
"Amor e verdade são faces da mesma moeda e ambos muito difíceis de praticar, mas são as únicas coisas pelas quais vale a pena viver."
- Mahatma Gandhi (1869-1948), político pacifista indiano.
*****
AGENDA
02 de agosto, domingo, Dia das Vocações Sacerdotais
03 de agosto, segunda-feira, Dia do Tintureiro - Dia do Capoeirista
04 de agosto, terça-feira, Dia do Padre
05 de agosto, quarta-feira, Dia Nacional da Saúde
*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Despedida do Dr. José Gilberto de Sousa - Jubileu de Ouro do Pedagógico da Escola Santa Maria

Dr. José Gilberto de Sousa em sua despedida: 
" E sem que se perceba a gente se encontra pra uma outra folia."


                  
          Foi uma das maiores manifestações de carinho para com uma figura pública, aquela  ocorrida na noite da quarta-feira, 29, no bar e restaurante A Praça. Depois de 16 anos como Juiz de Direito da `Primeira Vara da Comarca de Timbaúba, o Dr. José Gilberto de Sousa despediu-se da função para assumir a Comarca de Goiana, PE. O evento foi coordenado pelo Dr. Antônio de Moura Apolinário (Toinho Apolinário) e contou com a presença de muitos advogados e das maiores expressões políticas da cidade.
          O Dr. José Gilberto de Sousa, paraibano da cidade de Monteiro, nascido em 16/09/1961, formou-se em Direito pela Universidade Federal da Paraíba em 1987. Casado, três filhos,  marcou sua passagem por Timbaúba com um elevado senso de humildade e humanidade. Em seu discurso de despedida, finalizou com versos da música Agonia, de Mongol, gravada há anos por Oswaldo Montenegro: “E sem que se perceba a gente se encontra pra uma outra folia.”

Trícia, primeira dama, de estampado, e o prefeito Junior Rodrigues, ladeados pelo Dr. Gilberto e família.

José Guilherme Queiroz, Dr. Gilberto Sousa e Marcos Vasconcelos.

Impossível registrar nesta secção todos os abraços recebidos pelo Dr. Gilberto Sousa, todos os flashes das personalidades presentes que fizeram questão de registrar um instante ao seu lado. Nesta seleção de imagens, um pouco do que foi a inesquecível noite de 29 de agosto de 2015.  

*****
 Jubileu de Ouro do curso Pedagógico da Escola Santa Maria,
estrelinhas na maturidade da vida




Naquele 1965, vinte e uma garotas sonhadoras concluíram o Curso Pedagógico na Escola Santa Maria:  Adélia Nadja Pedrosa, Ana Maria de Menezes, Francisca Maria Lira, Iara de Menezes, Iraide Duarte, Ivaneide Albuquerque, Ivone Andrade, Josefa Célia Guedes, Lavínia Andrade, Maria Célia Rodrigues, Maria Cristina Coutinho, Maria Christina Araújo, Maria Dalva Cisneiros, Maria Emília Cavalcanti, Maria José Rocha (in memoriam), Maria Lúcia Dias, Maria Verônica Andrade, Maria Mendonça, Nilza Simões, Risolene Saraiva e Risonete Muniz.
No último domingo de julho, elas voltaram à capela da escola para celebrar os 50 anos da festa de formatura. ***** "Maristela... Stela Maris !!! Voltamos no mistério do tempo vivido e por viver. Tempo atemporal... Voltamos pela arte e espiritualidade da educação vivida. Voltamos pelos laços de amizade e pela luz. Estrelinhas, estamos na maturidade da vida!!"
"...Santificarei o quinquagésimo ano (...). O quinquagésimo ano será para vós um jubileu (...), pois o jubileu vos será sagrado. Nesse ano jubilar, proclamareis um ano de graça ao Senhor (...) Porque Eu sou o Senhor, vosso Deus..." (Lv 25) ***** A Missa em Ação de Graças foi celebrada pelo Monsenhor Antonio Ignácio.
O ex-professor da turma, José de Castro Filho, que nos idos de 1965 era padre, Padre Castro, foi muito requisitado para posar ao lado das ex-alunas. Acima, com Nilza Simões, e abaixo, ao lado da esposa e fazendo uso da palavra. 



A coordenação do evento compartilhou a festa com aquelas que estudaram com a turma em alguma parte do curso primário ou ginasial. Elas foram as principais convidadas como exemplos vivos da amizade que começou nos bancos escolares e permaneceu pela vida afora: Alba Glória Moura (na foto acima, à esquerda), Áurea Rocha (à direita), Floreniza Barbosa, Maria José BorbaMaria Jose Albuquerque, Marisa Maranhão, Nena Guerra, Silvinha Carlos, Tamara Cavalcanti e Zélia Coelho.
Ana Maria de Menezes, timbaubense radicada na Itália, veio de Roma especialmente para o encontro histórico.  
Em 1965, o tradicional educandário dirigido por freiras alemãs da Ordem Maristela era chamado de Colégio Santa Maria. Na última página do impresso da celebração, Fotografia, um poema de Roseana Murray, dizia tudo o que todas gostariam de externar:

O tempo pinta de amarelo
a fotografia;
de amarelo os olhares,
o sorriso, as roupas,
as mãos, os sapatos.
Não é uma espécie de outono.
é um amarelo-saudade.

*****

SESSÃO NOSTALGIA – Carta aberta para Teresinha Morango, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1957

Timbaúba, Pernambuco, 1º de agosto de 2015

Prezada Teresinha Morango, eterna Miss Amazonas, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1957,
como vai você?

       
Teresinha Morango, Miss Amazonas, Miss Brasil, vice-Miss Universo 1957

          Na última sexta-feira, 30/08/2015, o relógio marcava meio-dia quando recebi uma ligação  da equipe de produção do SBT, interessadíssima em produzir uma matéria  sobre sua vida. O pessoal me descobriu acessando ao Google, pesquisando seu nome, através de uma matéria  que  lhe dediquei em 11/06/2011, aqui, em PASSARELA CULTURAL, secção SESSÃO NOSTALGIA.  Por intermédio de um amigo carioca,  empresário e promotor de eventos,  consegui seu endereço e telefone. Você foi muito gentil com a pessoa  que lhe procurou, mas se negou a aparecer na mídia.

          Que pena, Teresinha! Respeito plenamente sua atitude, mas se você entendesse o quanto permanece no imaginário de uma nação, se você compreendesse o quanto ainda é amada,  talvez tivesse dito sim à equipe do SBT.  

         Permita-me citar três mulheres maravilhosas daquele 1957, apenas três, colegas suas das passarelas, e que hoje não hesitam dar entrevistas e falar de um passado glorioso. Sempre prontas para receberem homenagens inesquecíveis. Há marcas do tempo em seus rostos, sim, mas a  beleza permanece enriquecida pelas experiências adquiridas, pelos mil sonhos sonhados, independente dos realizados ou frustrados.

  Gladys Zender, Miss Peru, Miss Universo 1957
----------
Gert Daub, Miss Alemanha, quinta colocada no Miss Universo 1957
----------
Zayra Pimentel, Miss Pernambuco 1957
----------

          Um título de Miss é para sempre, Miss para sempre Miss.  Ao  ser eleita Miss Brasil e vice-Miss Universo 1957, minha querida Teresinha Gonçalves Morango, o seu destino tomou outra rota, tanto que foi durante o seu reinado que conheceu Alberto Pittigliani, seu grande amor, e se tornou Teresinha Morango Pittigliani. Ao deixar aqui o link da Sessão Nostalgia que lhe dediquei,  http://passarelacultural.blogspot.com.br/2011/06/sessao-nostalgia_11.html , deixo para você o meu abraço e o meu carinho, com todo o meu respeito de fã.

Atenciosamente.

Daslan Melo Lima
daslan@terra.com.br

*****


PAUSAS NA PASSARELA


*****


DESCOLORIDAS OFERENDAS - Sensação de que fui mero espectador de uma época mágica, quando uma voz silenciosa gritava dentro de mim para que eu fosse protagonista das circunstâncias. Poderia ter ouvido a voz, mas não ouvi. Por isso, de vez em quando, ela ressurge forte, cobrando, questionando e remexendo velhas emoções inacabadas. ***** Ainda bem que as sombras invisíveis, sentadas ao meu lado, são parceiras do Rio Canhoto, e a ele entregam antigas desilusões e desamores. Descoloridas oferendas que morrerão no mar. – Daslan Melo Lima, diante do velho caramanchão de São José da Laje, Alagoas, janeiro 2015.

*****

Aqui termina mais uma edição de PASSARELA CULTURAL. As secções que se seguem fazem parte da seleção de matérias do blog



MEMÓRIA - A trajetória de PASSARELA CULTURAL começou em 02/07/2004, com o nome de Timbaconexão, como coluna sociocultural do site Timbafest. Posteriormente, em 12/10/2007, Timbaconexão migrou para blog com o nome de PASSARELA CULTURAL, e depois passou a ser, também, a coluna sociocultural de dois veículos impressos de comunicação: jornal CORREIO DE NOTÍCIAS e revista TIMBAÚBA EM FOCO. ***** DIREITOS AUTORAIS - Permitido a transcrição das matérias aqui expostas, no todo ou em parte, desde que citada a fonte. Os artigos assinados são de inteira responsabilidade dos seus autores e podem não corresponder à opinião do editor. O domínio PASSARELA CULTURAL está devidamente registrado. Coopyright by Daslan Melo Lima. ***** ATUALIZAÇÃO - Este blog é atualizado semanalmente, aos sábados. Eventualmente, algumas postagens poderão ser inseridas durante a semana. ***** CRÍTICAS X CONTATOS - Críticas construtivas, elogios, sugestões e colaborações são bem-vindos. E-mail: daslan@terra.com.br; telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro); formulárioPRO, disponível em uma das secções do lado direito e comentário específico (conta no Google). Você também pode se manifestar através de cliques ao lado dos quadrados dos rodapés de cada postagem. ***** MODERAÇÃO - A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o editor pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o editor deste blog reserva a si o direito de não publicar dizeres que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos textos que envolvam calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal/familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como os que indicarem acessos a links. As opiniões dos leitores não representam a opinião do editor de PASSARELA CULTURAL, a responsabilidade é do autor da mensagem. Ninguém deve confundir liberdade de expressão com falta de educação e bom senso. 


*****

sábado, 25 de julho de 2015

UNS SENTEM A CHUVA, OUTROS APENAS SE MOLHAM



SUCESSO - Uns sentem a chuva, outros apenas se molham. Essa frase não é minha. Foi dita por Bob Dylan. Sob a chuva que lá fora cai, faz algumas horas que fiz uma caminhada na praça deserta e silenciosa do meu bairro, acompanhado do vento e do meu cachorro, o “Rock and Roll”. Durante o transcorrer do dia, dei-me ao luxo de ouvir Beethoven, Ângela Maria e Anísio Silva, e de transformar velhas emoções inacabadas em poemas e crônicas. 
          Um homem é um sucesso se pula da cama pela manhã, vai dormir à noite e, nesse meio tempo, faz o que gosta. Essa citação também não é minha, é outra pérola do famoso cantor e compositor norte-americano. No outono da minha vida, graças a Deus, acho que estou conhecendo o sucesso. – Daslan Melo Lima, na Praça José Lins do Rêgo (Praça de Timbaubinha), Timbaúba, PE, julho de 2015.
----------


POÇAS D’ÁGUA - Poças d’água refletem a luz artificial, enquanto as estrelas e a lua desfilam em outro lugar do planeta. De dentro do carro, clico a foto, enquanto o momento de introspecção clica minh’alma. 
         Precisamos conhecer o inverno para compreender o verão, assim como é necessário passar por momentos de tristeza para identificar e valorizar a felicidade, reza uma citação de William P. Young no livro “A Cabana”. 
       Chuva e frio deram as maõs para vestir a rua de poesia e fantasia, enquanto poças d’água espalham luz nas emoções inacabadas armazenadas na minh’alma. – Daslan Melo Lima, no centro de Timbaúba, PE, julho de 2015.

*****

REFLEXÃO
"Não importa se somos cristãos, muçulmanos, nacionalistas, agnósticos, ateus, precisamos primeiro esquecer nossas diferenças."
- Malcolm X (1925-1965), militante negro americano.

*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO




EM NOME DAS DUAS MARIAS - As gêmeas Maria Inês e Maria Isabel estão crescendo, para alegria da família, especialmente dos pais, Gabriel Chaves e Christiane Nowak, e de Zorilda (de idade nova neste sábado, 25), avó paterna.   


Crescam, garotas, crescam... Cresçam para espalhar luz e fazer a diferença no conturbado planeta Terra.
*****

SESSÃO NOSTALGIA - Ana Cristina Ridzi e Elisabete Santos, um duelo amistoso de umbigos

Daslan Melo Lima 
       
           
Ana Cristina Ridzi, Miss Guanabara, Miss Brasil 1966.

      

       Retiro de uma estante a revista Manchete, ano 14, nº 755, de 08/10/1966, e encontro Ana Cristina Ridzi (1947-2015) vestida num maiô azul da marca Catalina, exibindo seu porte de rainha e seu  belo sorriso ornamentados  pelo cetro, faixa e coroa de Miss Brasil 1966. Na mesma publicação, em página dupla, ela e Elisabete Santos, Miss Renascença, terceira colocada no  Miss Guanabara 1966, vestem  biquínis, uma ousadia para a época.


----------


Assim é se lhe parece – O duelo do umbigo

A loura e a mulata estão de volta. Ana Cristina Ridzi, Miss Brasil, e Elisabete Santos (princesa nº 3 no concurso Miss Guanabara), decidiram reaparecer juntas numa passarela improvisada. Enquanto disputavam os títulos de beleza, não podiam usar maiô de duas peças. Isso deu margem a uma pequena controvérsia no Maracanãzinho. Uns diziam que, se o maiô não fosse inteiriço, Ana perderia para Elisabete. Outros afirmavam justamente o contrário. Então elas, que se tornaram grandes amigas, resolveram que só juntas apareceriam pela primeira vez com o umbigo de fora. Agora que se aproxima o verão, convocaram os fotógrafos e travaram esse bonito (e amistoso) duelo. Resultado, visíviel na foto: o violão da mulata é mais afinado do que o de Miss Brasil. Mas Ana Cristina, na solidez de seu corpo, constitui um páreo duro para as deusas da fama, tais como Úrsula Andress e Sofia Loren.


----------

Na capa da revista Manchete, Patrícia Brito e Cunha Engelke, Glamour Girl 1966, e Roberto Carlos. Ao fundo, "Rock and Roll", meu cachorro.

      Largo a revista Manchete numa cadeira do terraço e tento dissipar a nostalgia.  Julho logo mais morrerá nos braços de agosto, o mês que rima com gosto, mas também com desgosto. 


     O céu azul que a natureza oferta de graça, na frente da minha casa, neutraliza qualquer superstição. Os ventos de agosto se aproximam soprando uma certeza: forte continuará minh’alma para admirar o que é belo, embora o mundo hoje seja outro, os valores sejam outros e as anas e elisabetes sejam outras.

*****
      

sábado, 18 de julho de 2015

ONDE É QUE VIVE A SOLIDÃO DO MENINO ?

      O homem que sou leva o menino que fui a meditar nos versos do poeta Audálio Alves (1930-1999), pernambucano de Pesqueira.  
"Quem no Recife chegar / à Praça da Independência, / não pergunte onde é que foi / o sacrifício do homem. / Pergunte: Onde é que vive a solidão do menino? " 
      Sonhos e fé nortearam meus passos em busca de um lugar ao sol, quando o destino e as circunstâncias levaram-me de São José da Laje, AL,  para o Recife. Não pergunte onde é que foi o sacrifício do homem
     O menino que fui leva o homem que sou a meditar no que está escrito. Onde é que vive a solidão do menino?Habita um espaço silencioso na minh’alma, embalado por outros sonhos e a mesma fé. 
- Daslan Melo Lima, na Praça da Independência, centro do Recife, em 17/07/2015.
*****
REFLEXÃO
"Quando sorrimos para a vida, ela nos devolve tais sorrisos."
- Jean-Claude Brialy (1933-2997), ator e diretor de cinema francês.
*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Dois casamentos para recordar

POLLYANA E BRUNO
A Igreja das Graças, no Recife, foi o belo cenário do casamento de Pollyanna Dutra de Morais e Bruno Melo, ela filha de um dos casais  mais estimados da sociedade timbaubense, Jailton e Maria do Rosário (professora Zarinha).
----------
Zarinha colocou na filha os mesmos brincos que usou quando casou com Jailton.
Polyanna era a própria imagem da felicidade ao estender a mão direita para o pai ajudá-la a sair do carro. 
A recepção foi na Casa Rosada e a lua-de-mel numa cidade de sonhos, Paris.

*****
KALYNA ARAÚJO E PHILLIPE AZEVEDO 

Na Capela Militar de Santo Expedito, no Bairro dos Estados, em João Pessoa, PB,  Kalyna Araújo casou com Phillipe Azevedo, ela neta da empresária timbaubense Zorilda (Farmácia Estado). Uma cerimônia simples, tendo como convidados apenas os familiares e amigos íntimos do casal. 
Kalyna ladeada pelos tios Rodrigo e Gabriel Chaves.
----------
Zorilda, Kalyna e Phillipe.
----------
Kalyna ladeada por Kyola, sua mãe, e Phillipe. Após a cerimônia os noivos ofereceram um jantar no Restaurante Bastos Gold, na orla de Tambaú.
----------
"Que bom! Você chegou e veio para ficar! Obrigada, Phillipe Azevedo, por ser meu príncipe, por ter me entregado seu coração e por se doar tanto a esse nosso amor. Te amo!" - Kalyna Araújo. 

*****

QUANDO AGOSTO VIER


*****