*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 677, referente ao período de 15 a 21 de julho de 2018. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim e Whatsapp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 14 de julho de 2018

Até o coração lhe bater vivo

         

         A imagem do garotinho David Vida, filho do zagueiro croata Domagoj Vida, correndo descalço pelo gramado do Estádio Luzknik, é a imagem mais bela que guardarei desta Copa do Mundo. 




         Após o Brasil não ter avançado para as semifinais, passei a torcer pela seleção da Croácia, classificada para o jogo final contra a França. Continuarei torcendo e em sintonia com a poesia de "Oh, Bela Pátria Nossa", o Hino da Croácia, letra de Antun Mihanović e melodia de Josip Runjanin.

Querida, nos és gloriosa
Querida, nos és única 
Querida, nos és onde plana
Querida, nos és onde montanha! 

Corra Drava, corra Sava 
O Danúbio também te dá força 
Oh, azul do mar, ao mundo diga 
Que o croata seu povo ama.

Até o sol lhe aquecer os campos
Até o o vento tremular seus carvalhos
Até o túmulo lhe acolherem os mortos
Até o coração lhe bater vivo.


----------
Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE, 12/07/2018
----------


Meninos da Caverna tailandesa, 
de mãos coladas e próximas ao coração



           O mundo se comoveu diante do drama dos meninos tailandeses, de idade entre onze e dezesseis anos, que passaram dezoito dias presos numa caverna, sem acesso à água potável, comida e luz solar.  “Não temos certeza se isso é um milagre, ciência ou qualquer outra coisa.” Com essa declaração, a marinha da Tailândia confirmou que todos os doze garotos do time de futebol Javalis Selvagens, assim como o técnico Ekapol Chanthawong, vinte e cinco anos, haviam sido resgatados da caverna em Chiang Rai na manhã da terça-feira, dia 10.
             Os garotos e o técnico procuraram abrigo na caverna de Tham Luang, no norte do país, no dia 23 de junho, após serem surpreendidos por uma forte chuva durante um passeio de bicicleta. O nível de água subiu muito rápido e todos ficaram presos na caverna inundada. Eles sobreviveram a nove dias sem qualquer alimento até serem encontrados por dois mergulhadores ingleses, quando começaram as providências do resgate.


          Apesar das condições debilitantes em que se encontravam, os jovens chamaram atenção pela tranquilidade. Na cena compartilhada no Facebook da marinha tailandesa, os garotos repetiam o mesmo gesto: as mãos coladas e trazidas próximas ao coração e à testa, em sinal de agradecimento. O gesto faz parte da cultura da Tailândia e é praticamente uma reação automática, seja como sinônimo de “obrigado” ou de “desculpa”. O ato de juntar as mãos é também um dos símbolos do Budismo, a principal religião do país.
       Foi em um mosteiro de Mae Sai que o treinador do grupo, Ekapol Chanthawong, estudou a técnica por dez anos, antes de assumir o papel na equipe de futebol. Durante o isolamento, ele ensinou aos meninos a meditarem para se manter calmos e preservar a sua energia.
           Logo mais, o drama destes meninos vai gerar livros, séries de televisão e filmes. E para sempre eles haverão de recordar o que sofreram de forma muito tranquila, com mãos coladas e trazidas próximas ao coração e à testa.
----------
Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE, 14/07/2018
                  
*****

DE OLHO NO PASSADO - Manchete, Ano 35, Nº 1.818, 21/02/1987

O CORPO SANTO DE DONA BEIJA E ROQUE SANTEIRO - Encontro em Los Angeles, Maitê Proença e José Wilker, para a gravação da novela "Corpo Santo", da   Rede Manchete.
---------- 

O POETA MAIS FAMOSO DA UNIÃO SOVIÉTICA - O poeta russo Eugeni Evtushenko, de viagem agendada para o Brasil. No roteiro: carnaval no Rio de Janeiro; inauguração da Fundação Jorge Amado em Salvador, Bahia; e visitas ao Recife, São Paulo e Brasília. 
----------

CASTILHO NÃO SEGUROU A BOLA DA VIDA - Ele levou para o túmulo o mistério da sua morte. Carlos Castilho, 59 anos, goleiro por inspiração, técnico por vocação, veterano de quatro copas do mundo, das quais bi (58-62), morreu como só morriam os personagens de Nélson Rodrigues. Como um "Vertigo" suburbano, caindo da cobertura do prédio onde morava em Bonsucesso. Uma viagem de 20 metros até hoje discutível. A notícia oficial diz que se suicidou. Os amigos não crêem. "Depressivo, sim. Mas, quem não é? Suicida? Difícil de acreditar", comentam.  Não há diagnósticos escritos - revelados - de que Carlos Castilho fosse uma espécie de maníaco depressivo, com propensão a gestos tresloucados. Nem laudo pericial oficialmente divulgado confirmando a tese de suicídio. Pulou e pronto. Vai ficar assim, na história. Melhor para Deus, que ganhou um grande goleiro para a seleção do céu. - Ney Bianchi 
----------
A MAIS BELA CASADA DE 87 - Pela quarta vez, o Ilha Porchat Clube, de São Paulo, promoveu o concurso a Mais Bela Mulher Casada do Brasil. Das 95 candidatas, venceu Fernanda Boscolo de Camargo Agnello, esposa do publicitário Cláudio Agnello, ex-campeão paulista de futebol pelo Santos. No seu currículo de beleza, ela já tinha os seguintes títulos: Mini Miss São Paulo 1968; Rainha das Praias Brasileiras e Miss Tanga Internacional 1980; Miss Santos, Miss São Paulo e Vice-Miss Brasil 1980, tendo representado o País no Miss Beleza Internacional 1980, realizado em Tóquio. Mãe de Bruno, de 1 ano e 2 meses, antes de ser anunciado o resultado, Fernanda se recolheu ao camarim para dar o peito ao filho.
*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Festa Jubileu 80 anos da Escola Santa Maria - Banda 1º de Novembro, Patrimônio Vivo de Pernambuco

Jubileu 80 anos da Escola Santa Maria


Em minhas mãos, o convite das Irmãs Franciscanas de Maristella da Província de Santa Cruz para a Celebração Eucarística de 80 anos de Missão no Brasil. 
Data: Domingo, 22 de julho de 2018
Horário: 09h
Presidente: Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena - Bispo de Nazaré - PE
Local: Ginásio de Esportes Santa Maria - Escola Santa Maria - Timbaúba - PE

PROGRAMAÇÃO
18 a 20 de julho, às 19h: 
Tríduo em preparação para o Jubileu de 80 anos de Missão no Brasil. Local: Capela Santa Maria
21 de julho
08h30min: Visitação à Escola  :
17h - Desfile Santa Maria 80 anos
22h - Baile de Confraternização - AABB
22 de julho 
08h - Alvorada Festiva 
09h - Missa Solene no Ginásio de Esportes Santa Maria  - Presidente:  Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena
12h - Almoço Festivo
14h - Apresentações Culturais no Ginásio de Esportes Santa Maria

*****

Banda 1º de Novembro, a "Pé de Cará", 
Patrimônio Vivo de Pernambuco 


          A Banda 1º de Novembro, fundada em 1º/11/1922, poderá ser contemplada com o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco. O Maestro Marcos FM, professor e regente do Conservatório Pernambucano de Música, enviou e-mail, trecho abaixo, narrando para Jeová Barboza de Lira Cavalcanti, membro da diretoria da 1º de Novembro,  como foi o evento realizado na segunda-feira, 09, na Assembleia Legislativa de Pernambuco, quando a "Pé de Cará" submeteu-se ao julgamento. O resultado deverá sair na próxima semana.  


           Rever os amigos da Pé de Cará é sempre uma felicidade. Reencontrar os amigos das antigas e conhecer novos talentos é muito bom. A banda continua viva, e isso é excelente e muito importante. Ela mantém a tradição, é um patrimônio e repassa saberes. Isso é tudo.
           Os músicos mostraram-se muito à vontade, pode até ser que estivessem nervosos, mas não deixaram transparecer. Mostraram uma maturidade extraordinária, a filarmônica estava muito afinada e entrosada. Cada pessoa ou grupo teve 10 minutos para apresentar seu trabalho.
      Com relação ao repertório, executaram inicialmente uma seleção de músicas de Luiz Gonzaga denominada "Relembrando o Gonzagão", cujo arranjo é de Manoel Ferreira. Assim que terminaram o número inicial uma pessoa que acompanhou a banda (integrante da equipe de produção) falou sobre a importância da banda, sua história e o trabalho que vem desempenhando atualmente. José da Silva estava se coçando para falar. Até achei que ele falaria.
            Após a fala, a banda atacou com o dobrado 1922 de minha autoria, e eu agradeço muito ao senhor por ter-me pedido que eu compusesse há um tempo atrás. Muito obrigado, Sr. Jeová. Eu filmei tudo, na hora do dobrado não consegui segurar as lágrimas em meu rosto. Procurei ser discreto. A banda tocou divinamente o dobrado; vale salientar que os músicos tocam essa música decorada pelas ruas da cidade. Até José da Silva cantarolou o dobrado do início ao fim. Aparece isso no vídeo que gravei. Assim que terminou a apresentação do dobrado, o Maestro Ademir, José Constantino (famoso compositor de frevo de Olinda, autor de "Prá você Fabinho", o que nutriu uma admiração muito forte e recíproca entre ele e nosso músico Fábio Paz, conhecido por Fabinho) elogiaram a atuação da nossa "Pé de Cará". A Assembleia em peso aplaudiu. As pessoas presentes ficaram deliciadas pelo som da nossa banda.
          Para finalizar a banda tocou o frevo "Vassourinhas", de Mathias da Rocha e Joana Batista. Ninguém se segurou, a alegria tomou conta de todos.
         A banda deu o recado, e bem dado. Agora é só esperar. A apresentação da banda 28 de junho de Condado estava agendada para o dia 09 de julho de 2018 também, mas, eles não compareceram. Falando desse fato para Adriano Araújo, que é advogado e filho de Ademir Araújo, pelo entendimento dele, a referida banda de Condado 'seria eliminada'.Mas, enfim...
          A banda mostrou a garra de sempre. Vida longa!
       Postei algumas fotos no facebook e postarei alguns vídeos no youtube. Inicialmente, compartilho aqui alguns links para que o senhor assista.

Maestros Ademir Araújo, Jean José e Marcos FM.
*****


SESSÃO NOSTALGIA - Bodas de Azeviche, uma canção para Maria Helena Leal Lopes


Daslan Melo Lima



          O calendário propaga ao lado do vento 
que hoje um gentleman estaria celebrando contigo 
quarenta e três de casamento, 
Bodas de Azeviche. 

         Fotos em branco e preto ganham cores
 recordando momentos de ilusões e desilusões, 
detalhes  da caminhada de todo passageiro 
pelo planeta Terra. 

Mas o que dizer desta brisa 
que canta ao teu redor? 
Ouve a canção, 
amiga minha, 
ouve. 

Mergulha neste encanto. 
Mesmo que uma lágrima caia, 
há mais sabedoria neste canto.

----------

Maria Helena,
A noiva daquele julho de 1975


----------

        Na terça-feira, 10 de julho, fez quarenta anos  que Maria Helena Leal Lopes casou com o médico otorrino Jairo da Costa Pinto Filho, falecido em 27/12/2001, uma personalidade humanitária que chegou a dirigir um hospital carioca. A cerimônia aconteceu na Capela do Palácio Guanabara, no dia 10 de julho de 1975, seis anos depois de Maria Helena ter aparecido nas capas das maiores revistas brasileiras da época, na condição de forte candidata ao título de Miss Guanabara.
----------
Fotos: Álbum de Família-Maria Helena Leal
----------

Maria Helena, 
Um ícone dos anos sessenta

Revista O Cruzeiro, 24/04/1969
----------
          No dia 21 de junho de 1969, enquanto trinta e duas candidatas desfilavam na passarela do Maracanãzinho disputando o título de Miss Guanabara, milhares de pessoas lamentavam o fato de ali não estar desfilando  Maria Helena Leal Lopes, Miss Telefônica Atlético Clube. Nascida no dia 15/09/1951, Maria Helena não tinha ainda 18 anos completos, idade mínima exigida para concorrer ao título. Uma determinação do Juizado de Menores, uma semana antes, proibiu sua participação no certame.
              
Maria Helena na capa da Manchete
----------


       Maria Helena Leal Lopes foi a primeira jovem a se inscrever no Miss Guanabara 1969, e logo passou a ser apontada como a grande favorita. Quando a revista O Cruzeiro divulgou suas fotos como primeira candidata ao Miss Gunabara, a reportagem afirmava que ela tinha 18 anos. No mês seguinte, alguém denunciou que ela era menor de idade. Comentou-se na época que a denúncia poderia ter partido de um ex-namorado. 
         O Presidente do Telefônica Atlético Clube foi notificado que deveria provar sua idade no prazo de vinte e quatro horas. Seus advogados recorreram, pois jamais poderiam provar que ela tinha 18 anos. Apresentaram um documento dos seus pais com firma reconhecida, autorizando sua participação. A coisa serenou e Maria Helena deu continuidade aos preparativos visando a disputa do Miss Guanabara. Seu pai precisou resolver uns negócios pessoais nos Estados Unidos e viajou certo da vitória da filha.  
       Faltando apenas uma semana, o Juizado de Menores fez prevalecer a proibição legal. Sorridente e sem mágoas, ela compareceu ao Maracanãzinho para incentivar suas companheiras. Quando o público percebeu sua presença, os aplausos foram calorosos. Tirou fotos nos estúdios das revistas ao lado da vencedora, Mara do Carvalho Ferro, representante do São Cristóvão Imperial.


Maria Helena, capa da O Cruzeiro
----------

         Como seus sonhos de participar do Miss Guanabara 1969 foram frustrados, Maria Helena não teve dúvida de transferi-los para o ano seguinte. Em 1970, no Pavilhão de São Cristóvão, uma vez que o Maracanãzinho tinha sofrido um incêndio, lá estava Maria Helena, disputando o Miss Guanabara, representando o Telefônica Atlético Clube. Perdeu para Eliane Fialho Thompson, Miss Floresta Country Clube, eleita depois Miss Brasil e uma das semifinalistas (top 15) do Miss Universo 1970.
              Por ironia do destino, Vera Fischer, Miss Santa Catarina, não tinha 18 anos completos quando foi eleita Miss Brasil 1969. Seu registro de nascimento foi adulterado, conforme confessou anos depois. 
----------
       Minha amiga Maria Helena Leal assim comentou quando postei no seu Facebook a  crônica "Bodas de Azeviche, uma canção para Maria Helena Leal": "Só você, amigo Daslan, meu eterno poeta. Muito obrigada pela sua sensibilidade e espiritualidade de conversar com os anjos invisíveis, e eles terem permissão de me visitarem, mesmo que seja para me darem um grande abraço. Muito obrigada, querido." Enquanto Agnes Lealt, sua única filha,  escreveu: "Ahhh, Adorei ser Azeviche, adoro essa palavra! Palavras lindas e certeiras, aliás, como sempre." 
 ----------

        Fez três anos no dia 20 de fevereiro, que conheci pessoalmente Maria Helena, num restaurante de Copacabana, Rio de Janeiro. Cheguei com Muciolo Ferreira, jornalista pernambucano, meia hora antes ao local combinado. A Vice-Miss Guanabara 1969 chegou acompanhada da filha Agnes Lealt. Abracei aquela mulher sorridente, brincalhona, e pedi que me beliscasse para eu ter certeza de que não estava sonhando. Durante umas quatro horas, Maria Helena falou sobre amores, desamores, sonhos, ilusões, desilusões... Momentos mágicos que guardarei para sempre.  

*****
----------
Abaixo, com os respectivos links, a relação das secções Sessão Nostalgia dedicadas a Maria Helena Leal.

02 de março de 2008
SESSÃO NOSTALGIA – Maria Helena Leal Lopes, vice-Miss Guanabara 1970, 
>>>>>>>>>>
13 de março de 2010
SESSÃO NOSTALGIA – A história de Maria Helena Leal Lopes, vice-Miss Guanabara 1970,
http://passarelacultural.blogspot.com.br/2010/03/sessao-nostalgia_13.html
>>>>>>>>>> 
16 de outubro de 2010
SESSÃO NOSTALGIA - Concurso Miss Guanabara 1970,
>>>>>>>>>> 
03 de março de 2012
SESSÃO NOSTALGIA – Maria Helena, vice-Miss Guanabara 1970, a beleza permanece na alegria de viver,
http://passarelacultural.blogspot.com.br/2012/03/sessao-nostalgia.htmliver
>>>>>>>>>>
28 de fevereiro de 2015
SESSÃO NOSTALGIA - Uma tarde com Maria Helena Leal Lopes, Vice-Miss Guanabara 1970
http://passarelacultural.blogspot.com/2015/02/sessao-nostalgia_28.html

////////////////////

Aqui termina mais uma edição de PASSARELA CULTURAL. Rolando mais abaixo, você vai encontrar a seleção de todas as postagens. 
----------
----------

sábado, 7 de julho de 2018

Rússia, adeus, em clima de Copa do Mundo


RÚSSIA, ADEUS

          Na rua descalça, parece que as fitas verdes e amarelas deixaram de dançar ao sabor do vento. Um quê de apatia paira no ar depois do resultado do jogo Brasil X Bélgica. A Seleção Brasileira deu adeus à Rússia. O destino adiou para outra Copa do Mundo o sonho da conquista do hexa. 
       Enquanto isso, peço a Deus que não adie a realização daquilo que sonhamos todo dia: nossa Pátria justa, igualitária, em harmonia. 
----------
- Daslan Melo Lima. Timbaúba, Pernambuco, 07/07/2018.

*****



EM CLIMA DE COPA DO MUNDO  

          "Eles estão na sua frente! Aproveite! Faça uma selfie!" Insiste o menino introvertido que um dia eu fui. Como já paguei vários micos por sua causa, não custa nada pagar mais um. Entro na loja, fico no meio das figuras de Pelé e Neymar, e peço a alguém que clique a foto. 


         Satisfeito, volto para casa com a impressão de ter ouvido Neymar dizer que fará dois gols no jogo da sexta-feira contra a Bélgica. Penso em voltar e fazer outra foto. Desisto. Chega de mico por hoje. 
----------
- Daslan Melo Lima, em clima de Copa do Mundo, Timbaúba, Pernambuco, 04/07/2017.

*****

DE OLHO NO PASSADO - Manchete, Ano 14, Nº 763, 03/12/1966

Simone de Oliveira Tuasco, uma linda criança de 10 meses de idade, foi eleita o mais belo bebê de 1966. Sentado, Luís Roberto dos Santos Teba, o vencedor de 1965.
                                                 ----------
Não houve um só jovem de Curitiba que não saísse às ruas, no centro da capital paranaense, para ver de perto Chico Buarque de Holanda, o autor de " A Banda".  
                                    ----------
Ademar Ferreira da Silva, campeão olímpico brasileiro de atletismo, ex-adido cultural do Brasil na Nigéria.
                                   ----------
                               Geórgia Quental exibe criações da Boutique Lúcia.
                                   ----------
Terence Stamp, visto sempre ao lado da modelo Jean Shrimpton, dizia que era ator de cinema porque tinha se apaixonado, ainda criança, pelo retrato de uma linda e estranha mulher chamada Greta Garbo.

                                   *****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Ferreira e Fernando Guimarães na II Timbarte


          Dois consagrados artistas plásticos pernambucanos, radicados no Recife, estiveram expondo suas obras na II Timbarte, Feira de Artes e Negócios, realizada na Tulipa Recepções, sob a coordenação geral de Risalva Brandão: Ferreira e Fernando Guimarães.


----------


Ferreira
           
José Ferreira de Carvalho, ou simplesmente Ferreira, nascido no Recife em 30/08/1949, pintor, escultor, ceramista e vitralista. 

      Ferreira presenteou-me com um livro de arte, "Ferreira-Redescobrindo o Paraíso", organizado por Paulo Bruscky, Jaci Bezerra e Sylvia Pontual. Com 328 páginas, a obra foi editada pela CEPE, Companhia Editora de Pernambuco, em 2006, ricamente ilustrado com fotos de seus trabalhos.
----------
"Infância" - 2006. painel do Ferreira existente na CEPE, Companhia Edtora de Pernambuco, Recife. 4.00x4.00m. 
----------
Autógrafo do Ferreira no exemplar do livro.

----------

Fernando Guimarães

Fernando Guimarães Tavares Júnior, ou simplesmente Fernando Guimarães, pintor, desenhista e restaurador. Nascido em Timbaúba, PE, em 12/09/1960.

                   Fernando Guimarães despontou nas artes plásticas em 1990, participando do Salão de Novos de Aracaju, SE, quando ficou com a terceira colocação. Desenha desde criança. A partir de 1982, iniciou seus primeiros trabalhos com óleo sobre tela, técnica preferida, desde então tornou-se evidente em sua obra a forte ligação com a simbologia universal, coisa em que se aprofunda até hoje.
          
----------

Fortes referências pernambucanas nesta tela de Fernando Guimarães.
----------
O misticismo reina neste quadro do Fernando Guimarães. "A Balança", óleo sobre tela, é um convite para a reflexão. Obra doada pelo autor há quinze anos para o meu acervo cultural.

----------

Ferreira, eu e Fernando Guimarães, no Bar do Bode, um encontro para recordar.

***** 

SESSÃO NOSTALGIA - João Botafogo em entrevista exclusiva: "Nunca vi olhos tão lindos como os de Martha Rocha"

Daslan Melo Lima                

          O economista pernambucano João Botafogo gosta muito do assunto Miss. Possui milhares de revistas e mais de três mil fotos. “Adoro mandar digitalizar imagens publicadas nas revistas antigas. Mando proceder um tratamento especial e imprimir. As imagens ficam excelentes”, confessa.  Embora reservado e avesso a aparições, gosta de colaborar e dar sugestões a este e outros blogs que focalizam as misses de ontem e de hoje.  Com exclusividade, João Botafogo concordou em falar sobre os concursos de beleza e as misses que se tornaram inesquecíveis em sua vida. 
----------
PASSARELA CULTURAL  - Quais as suas misses inesquecíveis?
JOÃO BOTAFOGO - Citarei apenas a antiga “Namorada do Brasil”: Martha Rocha, Miss Bahia, Miss Brasil e Vice-Miss Universo 1954.


Martha Rocha
Miss Bahia, Miss Brasil, Vice-Miss Universo 1954
----------
PC - Qual a jovem mais injustiçada da história do Miss Brasil?

JB – Lenita da Conceição Barros Gomes, Miss Maranhão 1959.

Lenita da Conceição Barros Gomes
Miss Maranhão 1959

---------- 

PC - Qual a brasileira mais injustiçada em um concurso internacional?
JB Vera Lúcia Couto Santos, Miss Guanabara, Vice-Miss Brasil 1964. Injustiçada no Miss Beleza Internacional 1964, quando lhe deram o terceiro e o não o primeiro lugar. 


Vera Lúcia Couto Santos
Miss Guanabara, Vice-Miss Brasil e terceiro lugar no Miss Beleza Internacional 1964
---------- 
PC - Qual a Miss Brasil que teria sido uma excelente Miss Universo?
JBVou citar os nomes de três: Martha Rocha (1954), Adalgisa Colombo (1958) e Martha Jussara da Costa (1979).


Marta Rocha
Miss Bahia, Miss Brasil, Vice-Miss Universo 1954
---------
 Adalgisa Colombo
Miss Distrito Federal, Miss Brasil, Vice-Miss Universo 1958
----------
Martha Jussara da Costa
Miss Rio Grande do Norte, Miss Brasil, Top 5 (quarto lugar) no Miss Universo 1979
---------- 
PC – Qual a maior diferença dos concursos de ontem para os de hoje?
JB Antigamente eram concursos empíricos, porém, as brasileiras eram bem preparadas. Maria Augusta da Socila entendia do assunto. Hoje, tem muita tecnologia e cirurgias plásticas. Sou contra.


Maria Augusta Thurmann Nielsen (1923-2009), a Maria Augusta da Socila, mestra da elegância e etiqueta, grande preparadora de misses. (Foto: acervo da família, publicada na revista Caras).
---------- 
PC – Você aconselharia uma jovem da sua família a disputar um título de Miss?
JBSó se eu tivesse certeza que ela ganharia o Miss Brasil e estivesse bem preparada para o Miss Universo.
---------- 
PC – A atual Miss Espanha é uma mulher trans. O que acha?
JB –  Nada contra a sexualidade, mas existem concursos específicos para as trans.
---------- 
PC – Qual a mais bela Miss que você conheceu pessoalmente?
JBMartha Rocha, perfeita. Conheci a eterna Miss Brasil na Feira da Providência, no Rio de Janeiro, em 1972. Nunca vi olhos tão lindos como os de Martha Rocha.
Martha Rocha, Miss Bahia, Miss Brasil, Vice-Miss Universo 1954, em foto da década de 1970 
---------- 
PC – Qual o mais belo concurso de Miss?
JB O Miss Universo de 1987, realizado no World Trade Center, em Singapura. 


World Trade Center, Singapura, 26/05/1987 
Top 10 do Miss Universo 1987 
Da esquerda para a direita:  Roberta Capua, Miss Itália; Geraldine Edith Pebbles Asis, Miss Filipinas; Jessica Patricia Newton Vasquez-Saenz, Miss Peru; Marione Nicole Teo, Miss Singapura; Carmelita Louise Ariza, Miss Turks & Caicos; Cecilia Carolina Bolocco Fonck, Miss Chile; Susanne Karin Thorngren, Miss Suécia; Michelle Renee Royer, Miss Estados Unidos; Inés Maria Calero Rodríguez, Miss Venezuela; e Laurie Tamara Simpson Rivera, Miss Porto Rico.
----------
World Trade Center, Singapura, 26/05/1987 
O apresentador Bob Baker e Cecília Bolocco, Miss Chile. Atrás, Susanne Karin Thorngren, Miss Suécia
----------


World Trade Center, Singapura, 26/05/1987 
Top 5 do concurso Miss Universo 1987 
Da esquerda para a direita: Michelle Renee Royer, Miss Estados Unidos, terceiro lugar; Roberta Capua, Miss Itália, segundo; Laurie Tamara Simpson Rivera, Miss Porto Rico, quinto; Cecília Carolina Bolocco Fonck, Miss Chile, primeira colocada; e Inés Maria Calero Rodriguez, Miss Venezuela, quarto lugar. 
---------- 
PC – O que acha da ausência dos trajes típicos no Miss Brasil?
JBNão sinto falta. Antigamente eram trajes típicos mesmo, das regiões, mas  depois ficaram parecendo fantasias de carnaval. Lembro-me do traje típico de Martha Jussara da Costa, Miss Rio Grande do Norte, Miss Brasil 1979. O traje se destacou muito. Tratava-se de uma homenagem a Nísia Floresta Brasileira Augusta, pseudônimo de Dionísia Gonçalves Pinto, educadora, escritora e poetisa potiguar, considerada a primeira feminista do Brasil. Uma referência cultural muito importante. 


Martha Jussara da Costa 
Miss Rio Grande do Norte, Miss Brasil, Top 5 (quarto lugar) no Miss Universo 1979

---------- 
PC – Você concorda com quem defende a proposta de que cada miss estadual deveria levar o seu vestido para o Miss Brasil?
JBPlenamente, divulgaria os estilistas dos seus Estados, pois hoje os trajes de gala são todos semelhantes, até na cor, padronizados. Entre tantos vestidos belos do passado, lembro-me do modelo usado por Maria Raquel Helena de Andrade, Miss Guanabara, Miss Brasil e Top 15 no Miss Universo 1965. Ela é uma das minhas queridas. Deveria ter sido Top 5 no Miss Universo.


Maria Raquel Helena de Andrade
Miss Guanabara, Miss Brasil, Top 15 no Miss Universo 1965

----------

PC – Cite um ponto positivo e outro negativo dos concursos promovidos na chamada era Silvio Santos.
JBPositivo, ter escolhido a paraense Celice Pinto Marques como a Miss Brasil 1982. Negativo, omito-me em falar. Não me sinto à vontade para apontar erros. Tenho o meu gosto, mas não sou “expert” em organização de eventos de beleza.


Celice Pinto Marques da Silva
Miss Pará, Miss Brasil, Top 12 no Miss Universo 1982
---------- 
PC – O que falta para os concursos de misses no Brasil despertarem aquele entusiasmo similar ao da Copa do Mundo dos anos 50 e 60?
JBÉ difícil pensar numa sugestão. O futebol está no sangue do brasileiro e os concursos de beleza jamais alcançariam esse patamar. Tudo vem espontaneamente.
----------
PC - Fique à vontade para acrescentar outros comentários que julgar necessários.
JBGostei muito da nossa conversa, Daslan Melo Lima. Não citarei mais opiniões, a fim de não causar celeuma. Sou muito controverso. Agradeço a sua gentileza por ter se lembrado de mim para esta entrevista. Estarei sempre à sua disposição.
PCGrato por sua atenção, João Botafogo. Um abraço.
         
*****