*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ NO BLOG PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 746, referente ao período de 09 a 15 de agosto de 2020. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim / WhatsApp). E-mail: daslan@terra.com.br

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

O sertão vai virar mar


O imenso cartaz traz em si uma profecia do beato Antonio Conselheiro, líder da Guerra dos Canudos.
"Dá no coração / o medo que algum dia o mar também vire sertão",
diz Sá & Guarabyra na música "Sobradinho."
O cartaz lembra que no lugar será instalado  um boteco de nome familiar. Como o mar fica muito próximo, depois de uns goles de bebida alguém pensará que chegou ao sertão.
Voltarei um dia, para beber poesia e outra inspiração.
------
Daslan Melo Lima
Patteo Shopping Olinda
Olinda, PE, outubro/2019

*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Baile da Maçonaria 2019 X Ciência Jovem

EM NOME DOS ANOS SESSENTA


Deixo minhas emoções fluírem enquanto a orquestra toca inesquecíveis sucessos dos mágicos anos sessenta, a década que mudou a face do planeta Terra.

Domingos Sávio e Kênia Rocha
---------
Armando Barbosa e Rosinha Albuquerque
----------
Silvio e Edilene Teófilo
----------
      Clico imagens de alguns casais de amigos e depois dou caronas imaginárias às garotas que foram eleitas Miss Brasil de 1960 a 1969: Gina Macpherson, Stael Abelha, Maria Olívia Rebouças, Ieda Vargas, Ângela Vasconcelos, Maria Raquel de Andrade, Ana Cristina Ridzi, Carmen Silvia Ramasco, Martha Vasconcellos e Vera Fischer.
   Abraço a energia positiva que envolve o tradicional Baile da Maçonaria e me perco e me encontro nesse eterno aprendizado em administrar velhas emoções inacabadas.
---------
Daslan Melo Lima
11º Baile da Maçonaria
Timbaúba, PE
26/10/2019
----------
ENTRE A CIÊNCIA E A POESIA, 
PELOS ANÉIS DE SATURNO


A quadra da Escola Santa Maria foi cenário do evento Ciência Jovem Timbaúba, Ciência e Tecnologia Transformando Vidas, uma realização do educandário; CNPQ, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; e Espaço Ciência. A convite da gestora Francisca Rodrigues, fiz parte da comissão de avaliação dos trabalhos apresentados.
----------

      Após concluir minhas tarefas, pausa para posar ao lado de um "robô" e de um "guarda da rainha Elizabeth II". Depois, visita ao planetário, onde conheci os anéis de Saturno e aprendi que eles são compostos de gelo, poeira e material rochoso, e que devem ter se formado há mais de 100 milhões de anos.

----------

      Dividido entre a ciência e a dose de poesia do meu dia a dia, voltei para casa cantando baixinho aquela música de Rita Lee: "Da próxima vez eu me mando / Que se dane meu jeito inseguro / Nosso amor vale tanto / Por você vou roubar os anéis de Saturno."


      Com a parceria da poesia, a fantasia cria asas e posso roubar todos os anéis de Saturno.
----------
Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE, 25/10/2019


*****

SESSÃO NOSTALGIA - Ieda Maria Vargas, Miss Universo 1963, fascinante sob qualquer ângulo

Daslan Melo Lima


           
           A capa da revista O Cruzeiro daquele 14 de dezembro de 1963, trazia na capa John Fitzgerald Kennedy, presidente dos Estados Unidos, assassinado no dia 22 de novembro. Nada mais do que 425.000 exemplares foram colocadas à venda nas bancas de revistas de todo o Brasil. E das páginas, como para aplacar a dor da perda, "saltava" de duas propagandas a beleza de Ieda Maria Vargas, Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil e Miss Universo 1963.

Propaganda do Fio Helanca

Miss Universo não queria tirar esta fotografia - Alegando não ficar bem de perfil. Nós, pelo contrário, achamos que ela é fascinante sob qualquer ângulo. E a foto acima prova que temos razão. 
----------

Propaganda do creme dental Gessy 

Miss Universo tem uma vida bastante atarefada. Nem sempre há tempo para escovar os dentes após cada refeição. Entretanto, ela sabe como solucionar este problema: "Desde criança aprendi que devia escovar os dentes depois de comer. Mas nem sempre é possível, especialmente agora que fui eleita Miss Universo. Por isso uso sempre o Creme Dental Gessy, que protege muito mais tempo."

----------
     Fico imaginando quantos exemplares ainda existem daquela O Cruzeiro, Ano XXXVI, número 10, de 14/12/1963. Fico imaginando o retorno alto do investimento daquelas empresas nas propagandas com a imagem de Ieda Maria Vargas. Fecho a revista e parece que a beleza da nossa Miss Universo 1963 deseja "saltar" para desfilar numa imaginária passarela, cinquenta e seis anos depois. 

*****

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Ainda é Outubro


Ainda é outubro.
Há um saldo generoso de primavera
na minha caminhada.

Ainda é outubro.
Estou mais sábio na administração de velhas emoções inacabadas.
Ainda é outubro.
E mesmo quando ele se for continuarei comungando com uma citação de Anne Bradstreet:
"Se não tivéssemos inverno, a primavera não seria tão agradável.
Se não experimentássemos algumas vezes o sabor da adversidade, a prosperidade não seria tão bem-vinda."


----------

Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE
21/10/2019, quatro dias após ter celebrado idade nova.

----------
Cenário : Avenida Irmã Albertine, Timbaúba, PE
----------
DEPOIS DE ONTEM


       Grato a você, amigo, amiga, que ontem, 17 de outubro, enviou-me cumprimentos pelo meu aniversário. Todo dia é dia de celebrar a vida, por isso aceito mensagens atrasadas de quem, por alguma circunstância, deixou de me parabenizar. Peço apenas que não me deseje Feliz Aniversário, deseje-me Feliz Idade Nova.



          "Leva-se muito tempo para ser jovem", dizia Pablo Picasso.

       Em clima d'alma leve, deixo aqui uma reflexão de Isaías, 40:31. "Os jovens se cansam e se fatigam e os moços de exaustos caem, mas os que confiam no Senhor renovam suas forças, voam com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam."
-----------
Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE, 18/10/20198
----------
Cenário: Bairro Novo, Olinda, PE
----------
IDADE NOVA
Outubro chega todos os anos, 
a fim de somar mais um aniversário na minha passagem pelo planeta Terra.

Sou grato a Deus pelos 

ganhos e perdas, 
encantos e desencantos,
amores e desamores,
ilusões e desilusões.

Sem essas circunstancias, eu não teria adquirido sabedoria para administrar nesta quinta-feira, 17, velhas emoções inacabadas.


Grato aos amigos e amigas pelas mensagens que estão sendo enviadas.
Grato a quem não está conseguindo deixar parabéns na minha linha do tempo, pois não sei o que está ocorrendo com as configurações do meu Facebook.
A vida segue.
Nossa missão prossegue.
---------

Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE, 17/10/2019
----------
Cenário: Bairro Novo, Olinda, PE

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO






SESSÃO NOSTALGIA - Márcia Cavalcanti Neves, Miss Sesi Industriária 1977, "com essa menina eu não perco não"

Daslan Melo Lima    

Márcia Cavalcanti Neves
Miss Sesi Industriária
Quarto lugar no concurso Miss Pernambuco 1977.
.----------

       O Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães Melo, o Geraldão, inaugurado em 12 de novembro de 1970, pelo então prefeito do Recife Geraldo Magalhães Melo (1927-2009), foi palco, de 1971 até 1979, da grande promoção dos Diarios e Emissoras Associados: o concurso Miss Pernambuco. Tive a satisfação de assistir aos nove eventos, os quais atraiam multidões estimadas em mais de 20 mil pessoas. 
       Tudo no Geraldão remetia aos concursos de misses do Maracanãzinho, Rio de Janeiro, que eu só conhecia através das revistas O Cruzeiro, Manchete e Fatos & Fotos. Grandes atrações musicais se apresentavam nos intervalos dos desfiles.
     No dia 04 de junho de 1977, eu estava no Geraldão assistindo ao Miss Pernambuco 1977. Guardo na memória e em álbuns de recortes ótimas lembranças, como essas fotos do  Diario de Pernambuco. A comissão julgadora foi presidida pelo famoso escritor e sociólogo pernambucano Gilberto Freyre (1900-1987). Eram 25 candidatas e o Top 5 foi formado por Zilene Sá Torres, Miss Goiana, primeiro lugar; Mônica Araújo, Miss Santa Cruz do Capibaribe, segundo; Maria de Fátima Coutinho, Miss Caruaru, terceiro; Márcia Cavalcanti Neves, Miss Sesi Industriária, quarto; e Rosângela Moura, Miss Custódia, quinto lugar. 


Recorte do Diario de Pernambuco - Na última foto, a seta aponta para Márcia Cavalcanti Neves, no desfile coletivo em maiô Catalina.  
    ----------
       Meses depois, encontrei Márcia Cavalcanti Neves durante um evento no Sesi de Casa Amarela, eleição do Operário Padrão de Pernambuco. Ela se surpreendeu quando lhe pedi um autógrafo. Hoje, claro, em lugar de colher sua assinatura, eu teria solicitado que fizéssemos uma selfie com o meu celular. O coral da instituição cantou uma música que dizia:

 "Tem até Miss na passarela
passarelando com o coração. 
O povo grita:
com essa menina 
eu não perco não."

       Anos depois, soube que tinha se formado em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco. A cerimônia de colação de grau ocorreu no dia 12 de janeiro de 1980, por coincidência no mesmo Geraldão onde três anos antes havia sido ovacionada como a quarta mulher mais  bela do estado de Pernambuco. 

----------

      Guardo a imagem de Márcia Cavalcanti Neves, com sua simpatia, beleza e carisma, como uma das mais gratas recordações do mundo Miss. E o que dizer do refrão daquela música que ainda ecoa em meu coração? Magia, pura magia de um tempo que se foi. 

 "Tem até Miss na passarela
passarelando com o coração. 
O povo grita:
com essa menina 
eu não perco não."

 *****

domingo, 6 de outubro de 2019

MINHA CANÇÃO DE OUTUBRO



Seja bem-vindo, amado mês de outubro,
entre perdas, ganhos, encantos e ilusões.
As circunstâncias me ajudaram a te amar,
em meio aos desencantos e desilusões.

Seja bem-vindo, amado mês de outubro.
Aprendemos lições com a caminhada,
atravessando tempestades e bonanças,
administrando cada emoção inacabada.

Seja bem-vindo, amado mês de outubro,
unindo na dose exata razão e coração.
E com a parceria de mil anjos invisíveis
vamos adiante, cantando esta canção.


--------
Daslan Melo Lima
Timbaúba, PE
Outubro/2019

*****

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Roberto Ozório, o homem da noite: “De Kriptônia desce teu olhar”


>>>>> O cantor e empresário, pessoa bem-humorada, propagava que “o segredo é ter fé em Deus. ”   


        Roberto da Silva Ozório nasceu em 21/03/1964, primogênito do casal José Rozivaldo Ozório da Silva e Maria Helena da Silva Ozório. Fez seus estudos básicos nos educandários Clóvis Salgado e Jornalista Jáder de Andrade. Casou em 30/12/1991, com Alzirene da Costa Brandão Ozório, mães das suas filhas Thayenne, Thays, Thayza, Thaynná e do filho Roberto.  Da sua discografia consta um compacto duplo e seis elepês.  Atuou como radialista e também empresário e produtor das bandas Psicose, Bicho do Mato e Cascável.

      Um pouco do perfil de Roberto Ozório foi traçado para TIMBAÚBA EM FOCO pela viúva Alzirene e a filha Thayenne. 
Clube esportivo: Santa Cruz Futebol Clube. 
Principal característica da personalidade: Vaidoso, gostava de se cuidar, de bem com a vida, brincalhão, bem-humorado. Era um pai muito presente. 
Paixão: Além da música, obviamente, Geografia e cálculos. Gostava muito da noite para criar e ouvir música.Sou um homem da noite”, lembrava. 
Filosofia de vida:   Adorava repetir a frase “O segredo é ter fé em Deus. ” Agradecia por tudo. 
Comida e bebida: Galinha de capoeira guisada e uísque. 
Programa de TV: Os jornalísticos
Religião: Católica, devoto de Nossa Senhora Aparecida.  
Cor: Verrnelha.

A música da sua vida, a que mais adorava cantar, era Kriptônia, de Zé Ramalho:  “Não admito que me fale assim / Eu sou o seu décimo-sexto pai / Sou primogênito do teu avô, primeiro curandeiro (...) / Esse é o cometa fulgurante que espatifou / Um asteroide pequeno que todos chamam de terra (...) / De Kryptônia desce teu olhar...”

    Roberto Ozório morreu no dia 10 de setembro, no Hospital Otávio de Freitas, vítima de choque hipovolêmico decorrente da ruptura de uma varize esofágica. Seu jeito de ser e seu legado musical continuarão nesse “asteróide pequeno que todos chamam de terra”.

*****
    

SESSÃO NOSTALGIA - Tania Verstak, a mais internacional das misses


Daslan Melo Lima

Tania Verstak, Miss Austrália 1961, eleita  Miss Beleza Internacional 1962, filha de russos nascida na China e criada na Austrália, a mais internacional das misses.
----------

      Notícia postada recentemente no  New York Daily News, causou muita repercussão. Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, revelou a Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, que uma ucraniana já havia sido eleita Miss Universo. Ele se referiu a Justine Pasek, Miss Panamá 2003, Vice-Miss Universo 2003, filha de pais panamenhos descendentes de poloneses, nascida na Ucrânia. Justine PaseK assumiu a coroa quando a titular Oxana  Fedorova, Miss Rússia, foi destituída do título. Eis a notícia:  

----------

Trump não estava completamente errado ao dizer que a Ucrânia produziu uma Miss Universo, mas é improvável que ele tenha uma pista

Por BRIAN NIEMIETZ
NOTÍCIAS DIÁRIAS DE NOVA YORK |
27 DE SETEMBRO DE 2019 | 17:36

Miss Universo Justine Pasek posa para uma foto na Cidade do Panamá em 2003. (ARNULFO FRANCO / ASSOCIATED PRESS)

Não foi o maior escândalo na Ucrânia por Donald Trump nesta semana, mas o presidente pode não estar tecnicamente errado quando disse ao presidente ucraniano Volodymyr Zelensky que o concurso Miss Universo que sua empresa possuía de 1996 a 2015 uma vez coroou uma vencedora "da" Ucrânia.

Em uma entrevista coletiva na quarta-feira com Zelensky, Trump se gabou de "Tivemos uma vencedora da Ucrânia e realmente conhecemos o país de várias maneiras".

Embora tenha sido rapidamente apontado pelos meios de comunicação em todos os lugares que uma Miss Ucrânia nunca venceu um Miss Universo, a vice-campeã de 2002 Justine Pasek , também conhecida como Miss Panamá, nasceu na Ucrânia antes de se mudar para a América Central quando criança.

Pasek, de descendência panamiana e polonesa, recebeu a coroa em 2003, depois que a vencedora Oxana Federova, da Rússia, foi destronada após 119 dias do seu reinado por desentendimentos contratuais. Trump presenteou Pasek com o título em um evento de imprensa em Nova York quatro meses depois que ela terminou em segundo com Federova no concurso em Porto Rico. A língua nativa de Pasek é o espanhol, embora ela também seja fluente em inglês, de acordo com o Sydney Morning Herald .

Robert Macedo, que publica o site brasileiro de concursos Miss News , notou pela primeira vez o tecnicismo, que argumenta que o presidente não estava tecnicamente errado. Se Pasek foi uma “vencedora” e até que ponto ela é “da ​​Ucrânia” é discutível. Também não está claro por que Trump teria “conhecido bem o país de várias maneiras” com essa experiência.

Macedo conta ao Daily News que o pai de Pasek trabalhava como engenheiro hidráulico de esteiras e estava estacionado na Ucrânia quando a futura Miss Panamá nasceu. Sua estadia foi breve.

O presidente Trump se tornou o foco de uma investigação de impeachment no Congresso nesta semana, depois que um denunciante o acusou de pressionar o governo ucraniano a ajudar a desenterrar o candidato democrata Joe Biden. O ex-vice-presidente Biden é o principal candidato a desafiar Trump nas eleições presidenciais de 2020.
----------

Seria Justine Pasek a mais internacional das misses? 
Não!   
A mais internacional  das misses até o momento, continua sendo Tânia Verstak, a quem dediquei a Sessão Nostalgia de 10/06/2009, abaixo reeditada.
-----------
    

quarta-feira, 10 de junho de 2009


SESSÃO NOSTALGIA - Tania Verstak, a mais internacional das misses

Daslan Melo Lima


Tania Verstak, Miss Austrália 1961
 Miss  Beleza Internacional 1962 
Foto: www.portrait.gov.au


Uma morena linda chamada Tania Verstak, de olhos grandes cor de avelã, Miss Austrália 1961, foi eleita Miss Beleza Internacional 1962, em Long Beach, Estados Unidos. No entanto, Tania não era australiana de nascimento. A jovem de 22 anos era filha de russos, nascida em Shangai (Xangai), China, cujos pais tinham ido morar na Austrália quando ela ainda era criança. Tania falava inglês e russo, trabalhava como secretária e fazia planos de um dia cuidar de refugiados oriundos do regime comunista.

          Foi descoberta para o concurso Miss Austrália quando fazia biscates vendendo um tipo de azeite espanhol nas imediações do Royal Show Sydney, a fim de ajudar no orçamento doméstico.
Tania levou a senhora que a descobriu até sua casa para escutar a opinião da mãe. Esta incentivou-a por entender que um concurso de beleza seria uma ótima experiência para a filha superar a timidez. O certame tinha uma proposta beneficente, com renda destinada a crianças portadoras de deficiências físicas, e isso foi fator decisivo para Tania se entusiasmar a disputar o Miss Austrália.
      Quando embarcou para Long Beach chegou a ouvir frases do tipo
"...não esperamos que você ganhe, mas faça o seu melhor",  conforme confessou em 2003 durante uma entrevista a George Negus.


Tania Verstak 
Foto: www.elanecdotario.com

----------
Três títulos em Long Beach

          Tania Verstak acumulou três títulos em Long Beach: Miss Fotogenia, Melhor Vestido de Baile (uma criação de Zara Holt) e Miss Beleza Internacional.  Foi companheira de quarto de Julieta Strauss, Miss São Paulo, Vice-Miss Brasil 1962.
Numa época em que as misses competiam naquele importante concurso usando saiotes no lugar de maiôs, Tania Verstak teve uma atitude ousada: ...causou escândalo ao mostrar fotos suas, em trajes sumários, a outras candidatas. O assunto chegou aos jornais, mas não impediu a conquista do título, conforme escreveu Ubiratan de Lemos, na revista O Cruzeiro, de 1°/09/1962.


Tania Verstak fotografada por Indalécio Wanderley para a revista O Cruzeiro, de 1º/09/1962.
----------

       Ela não quis tentar carreira artística nos Estados Unidos. Preferiu voltar para a Austrália e utilizar o dinheiro que ganhou para ajudar o pai e para cursar uma universidade. Paralelo a isso, encontrava grande satisfação em percorrer o país e sentir que, embora fosse uma imigrante, uma nova australiana, tinha se tornado um dos maiores orgulhos da Austrália.
----------

Uma rosa para Tania

O seu nome foi dado a uma planta híbrida. As folhas são utilizadas para fazer chá e as lindas flores - a Rosa Tania Verstak - na decoração. (Foto: www.vierlaender-rosenhof.de)


Tania Verstak em julho de 1963. 
 Revista Manchete, 03/08/1963.
----------

Nina Young, a filha atriz de Tania

          Muitos anos depois de ter conquistado um dos mais importantes títulos de beleza do mundo, o nome de Tania Verstak voltou com força à mídia quando sua filha Nina Young, fruto do seu casamento com o empresário Peter Young, abraçou a carreira cinematográfica.  Os dados biográficos de Nina Young revelam o passado histórico da sua mãe, a primeira Miss Austrália a conquistar um título de beleza internacional.
---------

A atriz de cinema Nina Young, filha de Tania Verstak, em foto extraída do www.imdb.de.

          Nina Young, nascida em 1966, já atuou em vários filmes de destaque, como: 007, O Amanhã Nunca Morre (Tomorrow Never Dies), 1997; De Caso com o Acaso (Sliding Doors), 1998; Harry Porter e a Pedra Filosofal (Harry Potter and the Sorcerer's Stone), 2001; O Sabor da Magia (The Mistress of Spices), 2005, onde teve como companheira de elenco a indiana Aishwarya Raí, Miss Mundo 1994.
----------

Tania Verstak em foto de 2003, extraída do www.abc.net.au.


       Tania Verstak, pelas circunstâncias da sua vida, pode ser considerada a mais internacional das Misses. Assim como foi eleita Miss Austrália, poderia ter sido Miss Rússia ou Miss China, caso a realidade sociopolítica da época fosse outra. A linda morena filha dos russos Vladimir e Valentina Verstak, dissidentes do comunismo soviético, que poderia ter nascido na Rússia, mas veio ao mundo na China e encontrou a glória na Austrália, é uma Miss que honra a galeria da nossa Sessão Nostalgia.

---------
Vídeo sobre a trajetória da mais internacional das misses
https://www.youtube.com/watch?v=v8n3mKAzsYA
*****