a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

domingo, 6 de abril de 2008

SESSÃO NOSTALGIA - LINÉIA DE SOUZA CAMPOS , MISS ESPÍRITO SANTO 1959

Daslan Melo Lima


Linéia de Souza Campos 
Miss Espírito Santos 1959
      Passava da meia-noite do sábado, 20/06/1959. Centenas de pessoas deixavam o Maracanãzinho satisfeitas com o resultado do concurso Miss Brasil 1959. A eleita tinha sido Vera Regina Ribeiro, Miss Distrito Federal, que depois, em Long Beach , ficaria em um honroso quinto lugar no concurso Miss Universo, titulo conquistado pela japonesa Akiko Kojima. No entanto, outras centenas não estavam satisfeitas, queriam que a vitoriosa tivesse sido Dione Brito de Oliveira, Miss Pernambuco, segunda colocada. E muitos ficaram sem entender a inclusão de Terezinha Rodrigues, Miss São Paulo, entre as cinco finalistas, enquanto Martha Garcia, Miss Brasília, e Linéia de Souza Campos, Miss Espírito Santo, tinham ficado de fora.

      Nos bastidores, Maria Euthymia Manso Dias, Miss Bahia , com classe e tranquilidade, irradiava felicidade, pelo terceiro lugar que não esperava. Que bom, meu Deus ! exclamava emocionada. Schirley Tempski, Miss Paraná, repetia MARMELADA ! MARMELADA! , insatisfeita com o veredicto do júri, enquanto era impedida pelas suas companheiras de voltar à passarela trajando uma "cinturita" para ressaltar suas formas. Martha Garcia, a primeira Miss Brasília, estava inconformada, pois achava que o segundo lugar deveria ter sido seu e não acreditava como Linéia de Souza Campos, Miss Espírito Santo, não tinha ficado entre as cinco finalistas.

      E foi naquele clima tenso dos bastidores do Maracanãzinho que uma das Misses teve a idéia de promover a eleição de quem deveria ter sido eleita Miss Brasil. Munidas de papel e caneta , as 25 candidatas deram o seu voto. Feita a apuração , a vencedora foi Linéia de Souza Campos, Miss Espírito Santo. Apareceu , não se sabe como , uma faixa de Miss Brasil. Transformaram uma caixa plástica de bombons em coroa e a Miss Espírito Santo recebeu a "faixa" e a "coroa" de Miss Brasil 1959.

      Linéia de Souza Campos tinha 20 anos de idade e era professora do curso primário na sua terra natal , Guaçui, uma cidadezinha situada a 148 Km de distância de Vitória. Concorreu ao Miss Espírito Santo como Miss Clube Saldanha da Gama. Linéia, mais um nome na história das injustiçadas do Miss Brasil,declarou à revista QUERIDA :

Eu teria elegido Dione Brito de Oliveira, Miss Pernambuco, ao meu ver, a mais bonita. Tem graça , elegância, uma perfeita representante da mulher brasileira. Se valeu a pena ser Miss ? Valeu. Os passeios proporcionados pelo concurso são maravilhosos. Tive ótimos contatos com a imprensa. Adorei! Gostei muito, mesmo, dos jornalistas, são pessoas muito boas e finas. Se pudesse, voltaria a me candidatar de novo. Não lastimo nada.
Vou voltar para a minha terra Guaçui. Tenho muitas saudades. Desde que fui eleita Miss ES, não voltei lá. Penso reassumir minhas aulas em agosto. Bem que deveria fazer vários passeios em todos os estados, mas isto depende da licença do secretario da educação . De qualquer maneira, pretendo colaborar na campanha em favor da velhice desamparada, da Associação Luiza de Marillac.
O que mais me emocionou foi ter sido escolhida Miss Brasil pelas minhas colegas! Nunca teria sonhado ser tão bem recebida por todas elas. Esta coroa de matéria plástica que me deram foi a minha verdadeira coroa, a mais valiosa das coroas!

      Quarenta e nove depois, em algum lugar do Espírito Santo ou desse imenso Brasil , Linéia, acima , em foto da revista MANCHETE, talvez vá acompanhar o concurso Miss Brasil 2008, domingo, 13 de abril, pela TV Bandeirantes , e torcer por sua conterrânea Francis Riquete. Talvez. Não sei. De uma coisa sei, ela ainda deve se emocionar ao se lembrar daquele junho de 1959, quando foi "coroada" Miss Brasil por suas colegas. Talvez ainda conserve aquela coroa improvisada com uma caixa de bombons. Talvez. Não sei. Mas com certeza, em seus ouvidos ainda ecoam as vozes de centenas de pessoas gritando INJUSTIÇA ! MARMELADA! , inconformadas por não vê-la entre as cinco finalistas do Miss Brasil 1959.
______

      Ao tomar conhecimento desta crônica, Marcos, um missólogo do Espírito Santo, deixou a seguinte mensagem no site www.voy.com/185349/ : Estou superfeliz com esta notícia. Linéia é casada com um médico de grande prestígio profissional, tem uma família linda constituída de filhos e netos. O tempo passou e ampliou seu carisma, sua delicadeza no trato com as pessoas. vive em Campos/RJ e é uma das mais atuantes senhoras da sociedade local sempre envolvida com a filantropia. Se você tiver mais material sobre esta querida e linda Miss ES 59, brinde--nos mais uma vez com outras informações. Sou fã número de Linéia e de sua família. Saibam todos que Deus lhe reservou uma vida digna e socialmente comprometida e um casamento com um jovem médico, muito bem apessoado, hoje um bem sucedido fazendeiro, ambos muitos estimados no norte fluminense e no sul capixaba. Parabéns por sua postagem.
______

2 comentários:

Raimundo Junior disse...

Oi Daslan, sempre espero por suas crônicas da "Sessão Nostalgia", sempre perfeitas. Linéia de Souza Campos é realmente muito linda e merecia sinceramente ter ficado entre as cinco finalistas. Obrigado por trazer Linéia de volta do passado para nós, em forma de homenagem tão singela.
Parabéns!
Raimundo Junior

Anônimo disse...

Que maravilha ler esta notícia da minha tão querida, amada e admirada tia e madrinha Linéia...naquela época, eu tinha apenas 9 anos e acompanhei da forma que me foi possível, uma tv preta e branca onde a beleza desta minha amada tia realçava ainda mais. Toda a imagem ficou em minha mente e o mais importante, no meu coração o título que lhe deram suas colegas. Esta beleza permanece até hoje em sua face e especialmente no seu jeito de ser, uma pessoa muito iluminada por Deus, perseverante na fé, na oração e no amor a Família e a Igreja Católica. te amamos Tia Linéia, não só eu, meu marido, filhos e irmãs.
Regina Maria