a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 11 de junho de 2011

SESSÃO NOSTALGIA - Teresinha Morango, Miss Brasil 1957, e o canto do Uirapuru

Por Daslan Melo Lima

               Manoel Ferreira Morango, dono de um barzinho, era um português nascido em Porto, zona do Rio Tinto, casado com Emir Gonçalves Morango, uma amazonense típica do interior que lhe deu oito filhos: José, Getúlio, Terezinha, Maria Antonieta, Marieta, Glória, Maria das Dores e Manoel, todos de olhos claros. O casal morava na Rua Comendador Alexandre, 354, bairro de Aparecida, em Manaus, capital do Estado do Amazonas.  Uma das filhas, Teresinha Gonçalves Morango, quando tinha 15 anos, foi morar com uns tios ricos, pois os seus pais queriam que ela tivesse uma educação melhor. A linda menina, nascida em 26/10/1936,  na Fazenda Canavial, São Paulo de Olivença-AM, estava predestinada a ser um ícone da beleza brasileira. Foi Rainha dos Estudantes de Manaus, Rainha das Calouras, Miss Cinelândia 1956, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1957.  
.........

Teresinha Morango, a primeira criança da esquerda para a direita, ao lado de quatro dos seus sete irmãos. (Foto: Manchete, 1957)
..........




Teresinha Morango, Miss Amazonas, Miss Brasil, vice-Miss Universo 1957. (Foto: Manchete, 18/01/1958)
..........

Teresinha Morango em 1965, o esposo Alberto Pittigliani e os filhos Alberto Jr e Andréa. (Foto: O Cruzeiro, 26/06/1965)
..........

Teresinha Morango em 1976. (Foto: Manchete, 30/10/1976)
.......... 


               Terezinha Pittigliani é uma mulher discreta, discretíssima.  Não se comporta, definitivamente, com o estardalhaço com que hoje fazem as celebridades. E Terezinha foi uma das maiores celebridades deste país nos anos 50. Eleita Miss Brasil em 1957, quando o concurso foi no Hotel Quintandinha, em Petrópolis, Terezinha logo de cara arrebentou em todas as capas de revistas. E não apenas porque ser eleita Miss Brasil era tipo ser eleita a "Gisele Bundchen" daqueles tempos. Mas principalmente porque a beleza extraordinária de Terezinha impressionou o Brasil inteiro. Ela chegou até a superar a então imbatível popularidade de Marta Rocha!

Teresinha Morango em 2007. (Foto: Sebastião Marinho, blog de Hildegard Angel, 27/10/2007)

          Assim como Marta, Terezinha tirou o segundo lugar no concurso de Miss Universo, em Long Beach, perdendo para a candidata peruana. Porém, um reinado muito mais abrangente  e feliz estava reservado para ela. Como mulher do empresário Alberto Pittigliani, dono da Companhia Brasileira de Discos (que ele depois vendeu à Phillips, e que presidiu até 1966, lançando toda a turma da Bossa Nova, Elis, Jorge Ben etc.), ela se sentou no trono de Rainha do Long Play (lançado por ele no Brasil). Depois, quando o  marido teve a Seagrams, de bebidas, Terezinha foi a Rainha do Campari. E, por fim, quando ele fundou, na Bahia, a Tibrás, Terezinha se tornou a Rainha do Titânio. Tanta realeza e sempre a mesma placidez, a igual delicadeza, com tudo e com todos, jamais desejando aparentar mais do que quem quer que fosse.



Teresinha Morango em 2007, ao lado dos  filhos Alberto Pittigliani Jr e Andréa. (Foto: Sebastião Marinho, blog de Hildegard Angel, 27/10/2007)


          Com Alberto, teve dois filhos, Beto e Andréa. Ao lado do marido, multiplicou amigos, recebendo em seu belíssimo apartamento da Praia do Leblon. Com aquele seu jeito simples e desencanado, Terezinha recebeu ontem para jantar festejando aniversário. Grupo pequeno. A família e alguns poucos amigos, inclusive os que viajaram com ela recentemente para a Rússia, num passeio de sonhos, com direito a uma recepção com concerto de violinos no Hermitage, palácio de Catarina, a Grande, em São Petersburgo. (Blog de Hildegard Angel, 27/10/2007)

 ..........

 

              Em maio de 1966, Teresinha Morango declarou à revista Manchete:
“... as lendas do folclore amazonense marcaram profundamente a minha imaginação, tanto que ainda hoje eu tenho a impressão de que algum dia, quando era muito pequena, ouvi o canto do fabuloso uirapuru. Sabem porquê? Porque ouvir o canto desse pássaro dá sorte, e eu sempre fui feliz, sempre, sempre...! Não esqueço nunca o meu Amazonas, nem a Fazenda Canavial, onde nasci, que fica no município de São Paulo de Olivença. E foi para compensar-me dessa ausência do grande rio-mar que “exigi” do Alberto uma casinha em Petrópolis – “o meu pequeno quintal”, como o chamo. Lá, corre um riachozinho que me lembra os deliciosos igarapés do Amazonas. E de vez em quando, eu me sinto tão feliz que até parece que estou ouvindo o uirapuru cantar por lá...”


-
          Neste final do outono de 2011, desejo que Teresinha Morango, Miss Amazonas, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1957, viúva de Alberto Pittigliani, do seu confortável apartamento na Praia do Leblon, Rio de Janeiro, continue tendo a impressão de ouvir o canto do Uirapuru.

 *****

18 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Muciolo Ferreira, jornalista, Recife-PE, via e-mail
>>>>>>>>>>

Teresinha Morango integra o Top-5 das mais belas misses do Brasil de todos os tempos, juntamente com Martha Rocha, Iêda Vargas, Martha Vasconcellos e Rejane Vieira Costa, misses de uma beleza inquestionável que não recorreram a nenhuma intervenção estética, seja facial ou para colocar silicone, como acontece com as atuais misses.

>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

Há um ano mais ou menos vi Teresinha Morango em um evento beneficente.
Serena, elegante, linda... A imagem perfeita de uma deusa que encantou o Brasil e que merece ser cultuada como foi aqui, em Passarela Cultural.

M.Andrade da Cidade Maravilhosa

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário via formulario Pro
>>>>>>>>>>

Concordo em parte com o jornalista Muciolo Ferreira.
Acho que uma intervenção estética sutil não tem problema: pouco silicone, um jeitinho no nariz, a retirada de algum sinal no rosto...
Mas sou contra tudo que deixam as misses com jeito de plastificadas, com cara de quem utilizou muito photoshop em fotografias.

C.Rocha
Floripa

Edson- M. Gerais disse...

A estória de Terezinha, falando que "nunca esquece o seu Amazonas" é algo muito bonito. Eu tenho a felicidade de conhecer o Amazonas, o rio-mar, Manaus, os igarapés que ela tanta ama...e é tudo como ela disse. Naõ ouvi o canto o uirapuru, mas as vitórias regias e o povo de Manaus me encantaram profundamente. Assim como Terezinha encantou o Brasil.

Rômulo Fabris disse...

Minha tia (já falecida), um dia me contou que Teresinha Morango era tão linda que, numa certa ocasião, em Manaus, chegou a tocar-lhe o rosto para conferir a pele rosada, limpa e macia.

Izaque disse...

Terezinha Morango é um exemplo vivo da verdadeira beleza, não só a estética, mas também a junção do interior com o exterior, sem deslumbrar-se com isso !

Shádia Aline disse...

Sou orgulhosíssima por ela ter pertencido ao meu querido estado do Amazonas.Pra mim,ela foi uma das misses mais bonitas de todos os tempos,mesmo sabendo que ela não ganhou o Miss Universo e que isso é exagero meu.Ela pode não ter vencido o Miss Universo,porém,tenho certeza que para todos os amazonenses,ela é mais que uma vencedora!!!Ah,esqueci de dizer,ela é minha musa inspiradora preferida!!!

pc disse...

tenho orgulho .. pois ela nasceu na minha cidade tonantins.. aqui no amazonas.. aki ainda tem o antigo sitio onde ela morava quando criança..

pc disse...

tenho orgulho .. pois ela nasceu na minha cidade tonantins.. aqui no amazonas.. aki ainda tem o antigo sitio onde ela morava quando criança..

Eduardo C. Gomes disse...

Finalmente encontrei um blog com informações mais consistentes sobre Teresinha Morango. Sou admirador dela, me orgulho do seu título e não me conformo de não ter vencido o miss universo, pois, na minha opinião, ela é muito mais bonita até que Ieda Vargas e Marta Vasconcelos, as duas únicas brasileiras que já venceram aquele concurso.

Anônimo disse...

Recordo-me com muita avidez a chegada triunfal da nossa miss brasil a mossoró, no RN, em 1958. Eu lá estava acompanhando aquele grande cortejo, desde o aeroporto até o centro da cidade. Eu, ainda menino, aos treze anos de idade,seguia a multidão que, a pé, ovacionava aquela nossa representante maior da beleza. Jamais esquecerei aquele dia. Foi um deslumbre para todo o povo. João Vilmar de Azevêdo.

jose castro disse...

sou um familiar de teresinha morango, precisamente filho de sobrinho/afilhado do pai de teresinha morango, e gostaria muito de saber como posso contactar-los, uma vez que andamos a muitos anos a procura-los
o meu email é:josealvescastro@gmail.com

DASLAN MELO LIMA disse...

Recado para o Sr. José Alves Castro,

A propósito do seu comentário sobre como localizar alguém da família Morango, quero dizer-lhe que gostaria muito de ajudá-lo, mas não tenho contato nenhum com ela.
Como seu comentário ficou registrado, espero que alguém que saiba algo, ao ler a matéria, envie mensagem para o seu e-mail.

Atenciosamente.

Daslan Melo Lima

Anônimo disse...

moro em manaus-am, conheço uns amigos q sempre falam em terezinha morango e sempre dizem q ela era muito linda, pois a mãe de um deles era conhecida dela, moravam na mesma cidade...

Carlos Augusto-Manaus disse...

Quando éramos crianças mamãe guardava com muito cuidado algumas páginas da revista cruzeiro não sabia porque...depois que descobrir, pois ela me falou quem era que estava ali Miss Brasil Terezinha Morango 1957 e que foi vizinha dela e amiga de infância pois a mãe de Terezinha era amiga da mãe de minha mãe(minha avó materna que nunca conheci)moravam em São Paulo de Olivença...antes de ler em blogs a vida de Terezinha,minha me contava desde quando veio pra Manaus exatamente como está nesse blog!quando mostro algo sobre "terezinha" a minhã mãe ela se emociona e chora muito pois ela lembra de sua conterrânea com muito carinho...minha mãe hoje é bisavó...mas nunca esqueceu de Terezinha Morango.Parabéns por esse blog tão maravilhoso! Sou Carlos Augusto 41 anos

João Cordeiro disse...

sou um missólogo inveterado desde aos meus 10 anos de idade. estou com 63 anos. Conheço bem de beleza feminina, meus amigos, minha esposa e dois filhos ficam admirados dos meus palpites sobre o concurso de misses porque só craque em concursos de miss pelo ambito, regional, estadual, nacional e internacional.Nunca errei nos palpites. Este tributo a Terezinha Morango me emocionei e chorei bastante bastante pelas palavras descritas neste blog

Miguel Sampaio disse...

E Uma falta de Memoria neste pais o esposo da Terezinha foi o pioneiro no Brasil na industria fonografica infelizmente so temos esta linda foto dele com a familia e que bela familia. Na rede

Anônimo disse...

Gostaria de ve la nem que fosse de longe