a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

sábado, 28 de março de 2009

SESSÃO NOSTALGIA - UM CANTO PARA CARMEM TEREZA

Daslan Melo Lima

     Carmem Tereza Moutinho Mascarenhas Leite, a filha mais velha da jornalista alagoana Nilza Mascarenhas, tinha qualidades que impressionavam a todos, um ar esperto e simpático, e quando mocinha todos diziam:  - Ela vai ser Miss

     Em 1961, com determinação, Carmem Tereza se inscreveu no concurso Miss Alagoas, representando o Jaraguá Tênis Clube, tornando-se logo a grande favorita ao titulo. A festa para escolha da Miss Alagoas 1961 foi realizada no ginásio da Fenix Alagoana. Na comissão julgadora estavam o vice-governador Teotônio Vilela, Benito Bentes (Presidente do Rotary Club), Dr.Derardo Campos, Sandoval Caju (Prefeito de Maceió), Anilda Leão (escritora), Arnoldo Jambo (jornalista) , Mendonça Junior (escritor), Lunalva Costa (Miss Alagoas 1960) e Ayres da Cunha.



     Carmem Tereza, com um corpo bem distribuído em 1,62 de altura, 54 Kg, 91 cm de busto, 61 de cintura, 92 de quadris e 23 cm de tornozelo, além de conquistar o público também soube conquistar o júri e foi eleita Miss Alagoas 1961.
     E lá se foi a garota, para um vôo mais alto: tentar ser Miss Brasil. Sorridente e tranqüila, de acordo com as fotos que ilustram esta matéria, reproduzidas da revista O Cruzeiro, de 1º/07/1961, Carmem Tereza enfrentou a passarela do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, e um publico estimado em 25 mil pessoas. Não obteve classificação entre as oito finalistas, mas ficou feliz com o sétimo lugar alcançado por sua amiga Maria Lúcia Santa Cruz, Miss Pernambuco, sua companheira de quarto. E não hesitou em ser uma das primeiras Misses a correr para abraçar a mineira Stael Maria Abelha, eleita Miss Brasil 1961.

     Ao trocar Maceió por Recife, foi morar no bairro de Boa Viagem, perto do azul do mar que lembrava Pajuçara. Casou com o empresário Fernando Campozana e abraçou a profissão de negociar com antiguidades. Adotou um casal de crianças e deu a elas um amor incondicional como só as mães verdadeiras sabem dar. Divorciou-se. Conheceu encantos e desencantos como todo ser humano comum, pois assim é a passarela da vida para todos os passageiros da Terra.

     Na noite de sexta-feira, 20 de março, Carmem Tereza teve um AVC, Acidente Vascular Cerebral, o mal popularmente conhecido como derrame cerebral, e morreu na madrugada do sábado, 21.



     DEUS convocou Carmem Tereza para uma outra missão na passarela de outra dimensão. A comissão julgadora e a platéia mudaram. Carmem Tereza está a caminho da verdadeira Luz. Uma faixa diferente, um manto especial, uma coroa singular e um cetro iluminado estão revestidos de eternidade para adornar minha conterrânea.


     A ti, Carmem Tereza, Miss Alagoas 1961, eu canto meu canto de nostalgia banhado de esperança, enquanto o mês de março de 2009 vai se despedindo da passarela das nossas vidas.

*****

2 comentários:

Rafael Mascarenhas disse...

Eu, Rafael Mascarenhas sobrinho de Carmem, e minha mãe e irmã dela, Márcia Mascarenhas agradeçemos a bela homenagem feita por Daslan a nossa querida familiar que se foi,deixando muitas saudades. Obrigado.

Anônimo disse...

Eu, Simone Santos Muniz, afilhada de Carmem.Acabei de descobri esta homenagem à ela.Sinto muitaaaaaaaaaaaa saudade.
Obrigada.