a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 7 de dezembro de 2013

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - ANTÔNIO E MARIA DAS GRAÇAS, NA PAZ DO SEU SORRISO

Daslan Melo Lima

        O destino brinca a todo momento com as vidas das pessoas, gerando as mais diversas emoções e sentimentos. Numa dessas brincadeiras, ele fez de Timbaúba o capítulo final de uma bela história de amor. 


     Antônio José de Melo, pernambucano de Caueiras, Aliança, nasceu em 26/01/1949. Maria das Graças Virgínio de Melo, paraibana de Patos, nasceu em 09/04/1953. Das suas regiões de origem, sem que nenhum conhecesse o outro, migraram muito jovens para São Paulo e foram trabalhar na mesma empresa.  Amor à primeira vista.  Poderiam ter ficado por lá, mas seus valores eram outros e retornaram para o nordeste a fim de se tornaram marido e mulher, diante de Deus e dos homens. O casamento foi na catedral de Patos e tempo depois o casal optou fixar residência em Timbaúba. 
     Nem sempre a luta pela sobrevivência foi tranquila, inclusive com noites mal dormidas fabricando bolinhos que eram comercializados nas feiras livres e mercadinhos da região. Apesar dos sacrifícios, todos os filhos foram educados em escola particular, Marcelo (superintendente do IBGE no Maranhão), Alexandre (corretor de imóveis e cantor), Pedro Antônio (empresário) e Priscilla (concluinte do ensino médio).


       Católico fervoroso, Antônio foi um dos fundadores da Pastoral Familiar em Timbaúba  e adorava as manifestações culturais populares como caboclinhos e emboladores de coco. Ele faleceu no dia 27/10, vítima de complicações de saúde provenientes de diabetes.  Para Maria das Graças, sua eterna namorada, a maior característica da personalidade do esposo era o romantismo. “Minha vida foi maravilhosa ao seu lado. Ele adorava músicas românticas e costumava dizer o seguinte: Roberto Carlos faz música para nós dois. Quem não gosta de Roberto Carlos não sabe o que é o amor.", confessa ela emocionada citando nomes de canções que fizeram parte da trilha sonora da vida do casal.
     Maria das Graças destaca a música de Roberto Carlos que seu amado mais gostava, "Na paz do seu sorriso / meus sonhos realizo / e te beijo feliz. / E na ânsia mais louca, / no céu da sua boca, / no alto as estrelas me dizem, /  meu bem, / que a vida é isso...” 
     O sorriso doce de D. Maria das Graças deu-me a certeza de que o destino quando quer sabe construir histórias de amor tão lindas como a que ela viveu ao lado do Sr. Antônio José de Melo.  

*****
*****

Nenhum comentário: