a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 12 de dezembro de 2009

SESSÃO NOSTALGIA - CONCURSO MISS PERNAMBUCO 1983, A TARDE DAS DUAS MÔNICAS

Daslan Melo Lima


PRÓLOGO

       Estávamos em 1983 e há dois anos que o concurso Miss Brasil era promovido pelo SBT, Sistema Brasileiro de Televisão, a rede de comunicação do Sílvio Santos. Foi estranho, mas o Miss Pernambuco daquele ano, no lugar de ser realizado em um clube social à noite, foi realizado à tarde em um teatro.

FICHA TÉCNICA

Data e horário: 21/05/1983, 15 horas
Local: Auditório principal, atual Teatro Beberibe, no Centro de Convenções de Pernambuco
Coordenação Geral: Jorge Gomes de Sá
Apresentação: Albuquerque Pereira e Carmem Peixoto
Coreografia: Orlando Monforte
Decoração do cenário: José de Melo
Show Musical: Lúcio Alves e Zazar Gomes
Comissão Julgadora: Assis Farinha, Augusto Boudoux, Carla Santana, Cristina Victor, Fernando Machado, Glória Pereira, Glória Petribu, Jane Magalhães (Primeira dama de Pernambuco, presidente do júri), João Alberto, Phillips Carruthers , Perseu de Lemos , Léa Pabst Craveiro , Moysés Wolffeson, Paulo Roberto Monteiro, René Jardim , Sílvia Couceiro Cavalcanti, Tancredo Albuquerque e Zenaide Barbosa.


Mônica Cardoso de Lima, Miss Igarassu, Miss Pernambuco 1983. (Foto: Fernando Gusmão, Diario de Pernambuco, 22/05/1983)

AS FINALISTAS


1º Lugar: Miss Igarassu, Mônica Cardoso de Lima
2º Lugar: Miss Clube Internacional do Recife, Mônica Fernandes Queiroz Oliveira
3º Lugar: Miss Bonito, Cláudia Villar
4º Lugar: Miss Arcoverde, Fabiana Teixeira
5º Lugar: Miss Itamaracá, Karla Vieira

AS SEMIFINALISTAS

Miss Água Preta, Betânia Calado
Miss Cabo de Santo Agostinho, Aldilene Lopes
Miss Caruaru, Silvana Alves
Miss Receptivos Promove, Luciene Costa
Miss Termas Biarritz, Miriam da Fonte

DEMAIS CONCORRENTES

Miss Academia Diógenes Moraes, Maria Aldenice Alves Duarte
Miss Buíque, Ana Maria Amaral
Miss Clube dos Castores, Maria Raquel Lima
Miss Clube Nassau, Marinalva Tenório
Miss Clube Náutico Capibaribe, Rejane Cavalcanti
Miss Escada, Maria José Barros
Miss Goiana, Edilene Peixe, eleita Miss Simpatia
Miss Olinda Praia Clube, Sílvia Moura
Miss Palmares, Sara Moreira de Carvalho
Miss Pesqueira, Wilma Bezerra
Miss Ribeirão, Roselis de Souza
Miss União Colégio e Curso, Nathia Gomes


Mônica Fernandes Queiroz Oliveira, Miss Clube Internacional do Recife, vice-Miss Pernambuco 1983. (Foto: Diario de Pernambuco)

COMENTÁRIOS NA IMPRENSA


Realiza-se hoje, nesta cidade, um evento de caráter aparentemente apenas social, quando, mais de duas dezenas de jovens, disputam o privilégio de ostentar o título de Miss Pernambuco 1983, que lhes dará o direito de representar o nosso Estado no Concurso Miss Brasil, no Sul do País.

Sem desmerecer toda a história do evento, é de justiça realçar os novos métodos e rumos que a promoção de alcance mundial vem adquirindo, mercê dos novos tempos, onde a mulher, além de ocupar os seus espaços no contexto da sociedade, pode já dar provas de maturidade e desenvolvimento, mostrando a todos, inclusive àqueles que não acreditavam que somos todos homens e mulheres, capazes de aliar muitas virtudes bastando que, para isso, acreditemos em nós mesmos e aceitemos os desafios que a vida nos oferece.
- Jorge Gomes de Sá, Jornal do Commercio, Recife, 21/05/1983


---------


Pernambuco vai conhecer, hoje, sua representante no Concurso Miss Brasil-83. Uma promoção muito bem organizada pelo companheiro Jorge Gomes de Sá, que reúne nada menos de 22 candidatas, representando clubes recifenses e cidades do interior. Neste ano, um esquema completamente diferente, seguindo as normas da escolha a nível nacional, feita por Sílvio Santos.

A escolha será no auditório principal do centro de Convenções de Pernambuco, em meio a um show, que terá Lúcio Alves, Zazar Gomes e outros nomes da música pernambucana. Apresentação será de Carmem Peixoto e Albuquerque Pereira que volta a desempenhar essas funções que tão bem fazia no tempo em que o concurso era promovido pela saudosa TV Tupi).

Tudo acontece a partir das 15 horas, sendo permitida a presença do público. O programa, no entanto, não irá ao ar diretamente pela Bandeirantes. Será gravado para exibição nesta noite, logo após o programa Flavio Cavalcanti.
O desfile terá coreografia de Orlando Monfort e as candidatas desfilarão em vestidos de gala e em maiô, sendo a comissão julgadora formada por figuras de expressão na nossa sociedade.
-  João Alberto, Diario de Pernambuco, 21/05/1983

----------


Mônica Cardoso de Lima, Miss Pernambuco 1983. (Foto: Fernando Gusmão – Diario de Pernambuco, 22/05/1983)

----------


Jorge Gomes de Sá merece todos os aplausos pelo sucesso do concurso Miss Pernambuco-83, que ele coordenou e que acabou superlotando o auditório do centro de Convenções, num clima de muita alegria, com as torcidas das várias candidatas. Foram 22, representando nossos principais clubes e cidades do Interior.

Mais uma vez, como aliás é rotina em concurso de Miss, um número enorme de boatos, todos desmentidos no final. Uma candidata que tinham me garantido já ser a vencedora, nem ficou entre as finalistas; outra que seria boicotada acabou nas primeiras colocações. E coisas do gênero, que acabam por dar um molho especial à promoção.

A festa teve características inteiramente diferentes, a começar da sua realização num auditório, com gravação para posterior exibição na TV. Não faltou nem mesmo um número de dança, baseado no “New York, New York”, pelas próprias candidatas. 

As candidatas se apresentaram inicialmente em vestidos longos, assinados pelos mais conhecidos figurinistas pernambucanos. Depois, de maiô. Num telão ao lado do palco deram uma pequena entrevista, para o teste de desembaraço. Tudo comandado com a segurança de sempre por esta excepcional dupla de apresentadores: Albuquerque Pereira e Carmem Peixoto.

Mônica Lima, de Igarassu, acabou conquistando o título máximo da beleza pernambucana, numa disputa sensacional. Ela obteve 289 pontos, contra 272 pontos de Mônica Fernandes, do Internacional. Uma diferença de apenas 17 pontos, ou seja, menos de um ponto por cada jurado. Em terceiro, Cláudia Vilar, de Bonito, com 201 pontos, em quarto, Fabiana Teixeira, de Arcoverde, com 200 pontos e em quinto, Karla Vieira, de Itamaracá, que tinha o rosto mais bonito, com 187 pontos. As duas primeiras classificadas foram maquiladas pelos dedos mágicos do nosso Múcio Catão. 
-  João Alberto, Diário de Pernambuco, 24/05/1983

----------


Mônica Fernandes Queiroz Oliveira, vice-Miss Pernambuco 1983. (Foto: Diario de Pernambuco)

DETALHES

      Sílvia Maria Azevedo, Miss Broadway, famosa casa noturna da alta sociedade pernambucana, era apontada como uma das mais fortes concorrentes. Sua foto foi publicada na secção “Domingo é dia de gente bonita”, na coluna de João Alberto, no Diario de Pernambuco, de 15/05/1983. Na tarde do dia 21, Sílvia não estava entre as candidatas e o comentário surgido era de que tinha sido afastada da competição por ser casada e mãe de dois filhos.
       Maria Aldenice Alves Duarte, Miss Academia Diógenes Tavares, falecida há dois anos, vítima de câncer, chegou a atuar como modelo nas passarelas internacionais.

    Sara Moreira de Carvalho, Miss Palmares, bancária, funcionária do Bradesco, foi encontrada morta ao lado do corpo de um colega de trabalho, na manhã de 28/07/1983, nas proximidades do Km 4, da Rodovia PE-96, em Água Preta. Seus corpos despidos estavam crivados de balas.


EPÍLOGO

      Eu estava lá, no Centro de Convenções de Pernambuco, naquela tarde de março de 1983. Em determinado momento, quem chegou para sentar-se na fila de cadeiras onde eu estava foi Virgínia Helena Gomes da Silva, mais bela do que nunca, terceira colocada no Miss Pernambuco 1981, Miss Paraíba e quarta colocada no Miss Brasil 1981.Entre tantas jovens bonitas que concorreram ao Miss Pernambuco 1983, torci para que uma delas ficasse em uma boa colocação: Aldilene Lopes, uma morena alta que representou a cidade do Cabo, hoje com a denominação de Cabo de Santo Agostinho. Aldilene Lopes ficou entre as semifinalistas.
      Ao ser anunciado as cinco finalistas, pensei que a vencedora seria a morena Mônica Fernandes Queiroz Oliveira, Miss Clube Internacional do Recife, dona de um conjunto muito harmonioso. Venceu Mônica Cardoso Lima, Miss Igarassu, loura, olhos verdes, 19 anos, 1,71 de altura, 59 quilos, universitária de Letras. Ela recebeu a faixa de sua antecessora Simone Valença Duque, terceira colocada no Miss Brasil 1982. Eu fui a primeira pessoa a me aproximar de Mônica Cardoso Lima para pedir um autógrafo, ou seja, o primeiro autógrafo da Miss Pernambuco 1983 foi para mim.
      Mônica Cardoso Lima não conseguiu classificação no Miss Brasil 1983 e o título foi para as mãos da mineira Marisa Fully Coelho (1962-1998). Mônica Fernandes Queiroz de Oliveira, vice-Miss Pernambuco, teve o privilégio de ter ser sido, ao lado da cearense Pautila Dantas de Andrade, uma das duas jovens nordestinas selecionadas para disputar o Miss Mundo Brasil 1983, realizado em 23/10/1983, durante o programa Sílvio Santos. A vencedora foi Cátia da Silveira Pedrosa, do Rio de Janeiro, terceira colocada no Miss Mundo, realizado em Londres.


Mônica Cardoso de Lima, em 1989, seis anos após ter conquistado o título de Miss Pernambuco 1983. (Foto: Jornal do Commercio-Recife)

        Depois daquela tarde de maio de 1983, nunca mais vi nenhuma daquelas jovens que disputaram o título de a mais bela pernambucana, a não ser Mônica Cardoso de Lima, seis anos depois, em excelente forma, bela e charmosa, fazendo uma participação especial na passarela do concurso Miss Pernambuco 1989.
      Depois daquela tarde de maio de 1983, partiram para uma nova missão em outra dimensão alguns dos nomes citados nesta matéria: as misses Maria Aldenice Alves Duarte, Sara Moreira de Carvalho e Marisa Fully Coelho; o coordenador Jorge Gomes de Sá; o fotógrafo Fernando Gusmão; os cantores Lucio Alves e Zazar Gomes e a grande dama Léa Pabst Craveiro.
      Depois daquela tarde de maio de 1983, as esperanças não morreram e milhares de jovens do mundo inteiro ainda sonham com um título mágico de beleza, um título de Miss.

*****

6 comentários:

Miss Brasil Latina disse...

Bela lembrança Daslan ! Eu também estava lá torcendo pela Miss Itamaracá que como vc mesmo falou era o rosto mais bonito do concurso daquele ano. Muitos anos mais tarde encontrei com a candidata que tinha o melhor corpodo concurso ( melhores medidas ) a Cláudia, Miss Bonito era minha colega da CEF e trabalhamos alguns meses juntos lado a lado na bateria de caixas. Um doce de menina e continuava linda. Parabéns pela matéria. Fernando Bandeira Diniz

Anônimo disse...

Nossa Adorei rever tudo isso minha prima era a miss Goiana Edilene Peixe que foi miss simpatia na epoca.Léo Sandres.Adoraria rever mais fotos deste concurso...rsrsrsr

Anônimo disse...

oi gente,eu também estava lá nesta inesquecível tarde,eu era uma das participantes do concurso,Roselis de Sousa.não fui classificada,eu era realmente muito nova,apenas 16 anos.,não tinha experiência e fiquei muito nervosa.Hoje aos 45 anos ainda me orgulho de ter participado e gostaria de rever nossas fotos e as meninas.meu contato...81 35521395

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa de resgatar este tão fascinante evento. Aproveito a oportunidade para solicitar das participantes e/ou interessadas que divulguem seus contatos através deste canal para que possamos trocar mais registros desse concurso como fotos, vídeos, etc. Atenciosamente, Miss Colégio União/1983. nathia.siebra@gmail.com

Meio Manuka disse...

Boa noite gente, algum de vcs sabem me dizer se a boat broadway ainda existe?
Vcs lembram do nome de um dos donos da boate na época?

Marinalva Tenorio disse...

Ola Pessoal eu estava lá, miss clube Nassau, meu numero era 0 04 que maravilha essa lembrança