a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 17 de abril de 2010

SESSÃO NOSTALGIA - Glória Diaz, Miss Universo 1969

Daslan Melo Lima


PRÓLOGO

      O ano era o de 1969, o último de uma década mágica que mudou a face do planeta Terra. Naquela semana de julho, a imprensa do mundo inteiro estava de olho nos Estados Unidos por dois motivos: o concurso Miss Universo e a chegada da nave espacial Apolo 11 à Lua.

UM GRANDE PASSO PARA A HUMANIDADE

“Este é um pequeno passo para um homem, mas um grande passo para a Humanidade”. Com estas palavras, exatamente às 23h56min do dia 29/07/1969, Neil Armstrong colocou o pé esquerdo na Lua e deu seu primeiro passo na superfície fina e poeirenta do satélite. A expectativa e o nervosismo de milhões de pessoas em todo o mundo, que acompanhavam pela televisão as manobras da Apolo 11 no espaço, transformaram-se num sorriso de satisfação e otimismo. Vinte minutos depois, Edwin Aldrin recebia ordem do centro de Houston para juntar-se a Armstrong no solo. A bordo, Michael Collins permanecia no comando da navegação, em órbita lunar, acompanhando através das informações da Terra os mínimos detalhes da conquista.


Michael Collins, Neil Armstrong e Edwin Aldrin (da esquerda para a direita), os personagens da viagem fantástica. Enquanto Collins permanecia no Módulo de Comando, em órbita lunar, Armstrong e Aldrin desceram à Lua, deixando lá uma placa com os dizeres: ”Aqui, homens do planeta Terra colocaram, pela 1ª vez, seu pés na Lua. Viemos com espírito pacífico, em nome de toda a humanidade.” (Revista O Cruzeiro, 31/07/1969)

CONCURSO MISS UNIVERSO 1969

      O Miss Universo 1969 foi realizado em Miami Beach, no dia 19 de julho, com a participação de 61 concorrentes de várias partes do mundo.


As finalistas do Miss Universo 1969. Da esquerda para a direita: Miss Austrália, Joanne Barret, terceiro lugar; Miss Finlândia, Harriet Marita Eriksson, segundo lugar; Miss Filipinas, Gloria Maria Aspillera Díaz, primeiro lugar; Miss Israel, Chava Levy, quarto lugar; e Miss Japão, Kikuyo Ohsuka, quinto lugar. (Foto: O Cruzeiro, 31/07/1969)

      As semifinalistas foram: Miss Áustria, Eva Rueber-Staier (eleita depois Miss Mundo 1969, em Londres); Miss Brasil, Vera Lúcia Fischer; Miss Chile, Mónica Larson Teuber; Miss Colombia, Margarita Maria Reyes Zawadsky; Miss Noruega, Patricia "Pia" Ingrid Walker; Miss Peru, Maria Julia Mantilla Mayer; Miss Suécia, Birgitta Lindloff ; Miss Suiça, Patrice Sollner; Miss Estados Unidos, Wendy Jane Dascomb e Miss Iugoslávia, Natasa Kosir.


As 10 Mais do Miss Universo 1969 em traje de banho: Na fila de trás, da esquerda para a direita, as Misses Filipinas, Áustria, Finlândia, Colômbia e Austrália. Na fila da frente, da esquerda para a direita, as Misses Israel, Estados Unidos, Peru, Brasil e Iugoslávia. (Foto: O Cruzeiro, 31/07/1969)

      As Misses mais aplaudidas foram as do Chile, Áustria, Brasil, Chile, Venezuela, Finlândia, Noruega, Argentina e Colômbia. O nome de Glória Diaz não apareceu em nenhuma lista de favoritas e sua vitória foi uma grande surpresa.


Glória Diaz, Miss Filipinas, Miss Universo 1969. (Foto: www.reymos.wordpress.com)

      Nascida em 10 de março de 1950, Glória Diaz, cabelos e olhos escuros, era estudante do curso secundário em Manilha e tinha dois irmãos e nove irmãs. Detalhe: Rio Diaz, nascida Rosário Diaz, sua irmã caçula, vencedora em 1977 do concurso de beleza “Mutya ng Pilipinas”, foi casada com o cantor Hajji Alejandro, trabalhou como atriz de cinema e morreu em 2004, aos 45 anos, vítima de câncer de cólon.

Assediada pelos repórteres, Glória Diaz revelou com simplicidade os seus dados pessoais: o pai é negociante em Parnaque, onde vive a família. Ela fala, além do filipino, inglês e espanhol, toca piano e já se aventurou no teatro amador. Mas não fez referência a nenhum interesse em tornar-se atriz - preferia ser modelo. Apesar do jeito tímido, Miss Universo revela, em público, forte personalidade, que parece ser, cada vez mais, um argumento de grande peso para os jurados.(Revista Manchete)

      A resposta que Glória Diaz deu na entrevista, segundo alguns, foi decisiva para os jurados darem a ela o primeiro lugar. Pergunta do apresentador Bob Barker: O que você faria para entreter um homem que voltasse da Lua? Resposta de Glória Diaz: Como ele era daqui da Terra, conversaria com ele sobre qualquer assunto que falaria com qualquer outro homem.

      Evandro Silva, editor do Misses na Passarela Blogger, www.evandrosilvabr.blogspot.com, em depoimento recente à PASSARELA CULTURAL, declarou que a resposta de Gloria Maria Diaz foi muito inteligente, pois a filipina percebeu que não deveria inventar um assunto especial para entreter um homem que "apenas" tinha estado no espaço sideral, haja vista que ele continuaria sendo um terráqueo.

GLÓRIA DIAZ NO BRASIL

À primeira vista ela não impressiona muito. Talvez por isso, Glória Diaz, a filipina que este ano foi declarada a mais bela mulher do Universo, em Miami, percorreu três vezes a passarela da Fenit, em São Paulo, em cada uma de suas duas apresentações diárias, repetidas durante toda a semana. Quando Glória passava pela terceira vez, o público se convencia da justiça de sua eleição e prorrompia nos mais demorados aplausos.

O forte de Glória parece ser mesmo a comparação, pois junto com ela vieram as outras quatro primeiras colocadas no concurso Miss Universo: Misses Finlândia, Austrália, Israel e Japão, que aqui se uniram com a brasileira Vera Fischer, formando um sexteto exponencial de beleza feminina.
Simples e dotada de alto poder de comunicação, Glória Diaz certamente venceria também qualquer concurso mundial de simpatia. Quando foi convidada a dançar samba com acompanhamento de cuíca e agogô, ela demonstrou uma tal desinibição que lhe possibilitou acompanhar com razoável perfeição os passos de seus acompanhantes de partido alto – os Originais do Samba.
Durante um prolongado passeio pela capital paulista, Miss Universo mostrou-se interessada em conhecer tudo, fazendo perguntas a respeito de cada coisa nova com que deparava. Nessa ocasião, em contato mais próximo com as pessoas, confirmou o seu elevado grau de sociabilidade que certamente foi somado pelos jurados à beleza perfeita e serena: juntas, estas qualidades lhe deram o título de Miss Universo. (Revista Manchete)


As cinco finalistas do Miss Universo 1969 no Viaduto do Chá, em São Paulo, SP. Da esquerda para a direita: Miss Japão, Kikuyo Ohsuka, quinta colocada; Miss Finlândia, Harriet Eriksson, vice-Miss Universo; Miss Filipinas, Glória Diaz, Miss Universo; Miss Israel, Chava Levy, terceira colocada; e Miss Austrália, Joanne Barret, quarta colocada. (Foto: Manchete)

COMO VIVE HOJE A MISS UNIVERSO 1969

      Acredite ou não, mas o maiô Catalina que Gloria Diaz usou no concurso Miss Universo 1969 ainda se encaixa perfeitamente em seu corpo. Suas medidas continuam as mesmas. Não há nenhuma mudança corporal entre a Glória Diaz de 1969 para a Glória Diaz atual.


Glória Diaz em 2008, trinta e nove após ter conquistado o título de Miss Universo 1969. (Foto: www.andronico.wordpres.com)

      Celebridade estimadíssima nas Filipinas, onde é atriz de cinema e modelo de famosas campanhas publicitárias, Glória Diaz ganhou em 2005 o Famas Awards, o Oscar filipino, de Melhor Atriz Coadjuvante, por seu papel no filme Nasaan Ka Man. Glória Diaz tem duas filhas, Ava Esmeralda e Isabel, frutos da sua união com o empresário Gabriel "Bong" Dazao, e um filho adotivo, RafaelEm dezembro de 2008, durante entrevista a Ricardo F. Lo, do The Philippine Star, www.philstar.com, ela declarou quais eram os cuidados que tinha com a aparência:

Tenho um estilo de vida saudável. Comer saudável e permanecer ativo é o que traz a verdadeira beleza. Dizem que a beleza é superficial, mas com um estilo de vida saudável, você se torna bela por dentro. Uma vez que você alcançou uma certa idade, tem que trabalhar seus pontos positivos, não se pode mais contar tanto com a beleza física. Você amadurece e aprende a amadurecer corretamente. Faço exercício. Evito açúcar. Eu tento não ficar muito tempo sob o sol. Estou feliz com minha aparência. Tomo muita água, um monte, mais de oito copos! Eu costumava fazer equitação, mas não tenho um cavalo agora. Além disso, quando você atinge uma certa idade, deve parar porque tem medo de cair e os seus ossos estão mais frágeis. Eu queria poder dormir mais, mas tento compensar isso tirando sonecas durante o dia.

      Algumas perguntas e respostas compactadas extraídas da entrevista de Glória Diaz a Ricardo F. Lo, do The Philippine Star:

Ricardo F.Lo/The Philippine Star - Qual é a última coisa que você faz antes de ir dormir?
Glória Diaz - Algumas pessoas dizem que a última coisa que elas fazem é uma oração. Eu rezo todas as horas do dia. Se algo de bom acontece comigo, a primeira coisa que eu digo é: "Obrigado, meu Deus!"
RFL - Qual parte do seu corpo é mais vulnerável?
GD - Minha garganta. Quando eu estou animado que seca, quando estou feliz, que seca, quando estou com raiva, que seca. É secando o tempo todo.
RFL - Neste ponto, que parte de seu corpo necessita de uma pequena melhora?
GD - Hummm... Eu diria 99 por cento de mim(risos ).
RFL - Cada parte do seu corpo é original?
GD - Nem todas. Eu uso lentes de contato!
RFL - Você acha que precisa de cirurgia plástica?
GD - Eu tenho muito medo de agulhas. Mas quem sabe um dia, daqui a 10 ou 20 anos.
RFL - E que parte do seu corpo é a favorita?
GD - Meus pés. Eu tenho os pés bons.
RFL - Como é sua visão sobre a vida?
GD - Positiva. Eu não me preocupo, talvez porque esteja acostumada a estar neste tipo de negócio em que hoje está tudo muito bem e amanhã ninguém te chama para um emprego. Mas antes, eu costumava me preocupar um pouco. Depois de fazer um filme, mesmo que tenha saído muito bem nas bilheterias, eu me preocupava se iria receber ou não outra oferta de trabalho. Agora, eu me preocupo só em fazer o melhor que posso.
RFL - Quando você assiste ao concurso de Miss Universo na TV, o que as memórias trazem de volta?
GD - Eu sempre penso: Como eu consegui? Mesmo minhas filhas quando assistem o desfile dizem: Mãe, eu não posso acreditar que você ganhou. Como você fez isso? Você não estava bonita. Respondo: Talvez eu tivesse um corpo bonito. A competição antes era melhor, porque todas as meninas eram naturais.

EPÍLOGO

Durante duas horas e quarenta minutos, Armstrong e Aldrin passearam pela Lua, recolhendo amostras e filmando a região do Mar da Tranquilidade. De volta ao módulo, o Centro de Houston pediu a opinião particular dos astronautas a respeito da paisagem. “Linda, linda, linda”, foi só o que souberam responder. (O Cruzeiro, 31/07/1969)

      Imagino Glória Maria Diaz naquele 1969, de volta ao seu país, tranqüila, recebendo mil homenagens, e os filipinos ao seu redor exclamando “Linda, linda, linda”, tal como os astronautas diante da paisagem da Lua.

*****

4 comentários:

EVANDRO SILVA disse...

Caro amigo DASLAN, irretocável sua crônica, aliás desde sempre, digo apenas que são dois enigmas, a Lua e Glória Diaz. São duas belezas "lindas"! Abraços

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário do jornalista Muciolo Ferreira, Recife-PE, via e-mail
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Aplausos por focalizar na Sessão Nostalgia a Glória Diaz, Miss Filipinas e Universo de 1969.

Confesso que acho atualmente a Glória muito mais bonita do que nos tempos de miss.

Foi muito bom aber como ela vive e o que faz nos dias de hoje, mantendo sempre a classe que a levou a vencer uma das mais bonitas misses do Brasil em todos os tempos, a catarinense Vera Fichar.

Uma semana iluminada.

Do amigo,

Muciolo Ferreira

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

Oi, Daslan!que beleza de comentário e reportagem.depois do que li, tornei-me fã da MU¨(.de fato, entre a 5 foi a única que respondeu coisa com coisa, e se arriscou colocando um homem famoso no mesmo nível dos outros.valeu a honestidade!ela é muito bonita, sim,a questão é que é dentuça demias,além do ponto que o MU costuma valorizar.na verdade, as dentuças têm vantagens, pois o sorriso aparece de longe.Muito legal você ter acrescentado o comentário de Evandro.Gloria Diaz mostra a cultura oriental da realidade da mente desse imenso povo.Um conceito tratado em sua formação budista e xintoísta.Abraços, Japão

Anônimo disse...

quando soube que filipinas tinha vencido o concurso isto ate o momento de ver essa reportagem achei ,nao esta certo,vera ficher voltou revoltada com a coroa ter ficado com a filipina .o que vejo entao hoje madura e centrada ,miss universo 1969 maravilhosa e tranquila .nada acontece por acaso ele mereceu o titulo por que e uma grande dama.