a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 638, referente ao período de 24 a 30 de setembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 5 de agosto de 2017

SESSÃO NOSTALGIA – Não faltaram serpentinas para Katia Celestina Moretto, Miss Brasil 1976

                   
Daslan Melo Lima

        De vez em quando, recebo recortes antigos do jornal Cruzeiro do Sul sobre o concurso Miss São Paulo. Quem me manda? O paulista Edi Corrêa Leite, ex-coordenador do concurso Miss Sorocaba. Oito lindas jovens forem eleitas Miss Sorocaba em concursos inesquecíveis coordenados por ele: Flávia Cristiane Machado, Miss São Paulo e quarta colocada no Miss Brasil 1992; Erika de Oliveira Albiero, Miss São Paulo-Mundo e vice-Miss Mundo Brasil 1993;  Vivian Lara Waldemarin, semifinalista no Miss Paulo 1996; Juliana Corrêa, Miss Imprensa no Miss São Paulo 1997; Daniela Franzine, semifinalista no Miss São Paulo 1998; Luana Penafiel, Miss São Paulo 1999;  Vanessa Cantor, semifinalista  no Miss São Paulo 2001; e Bianca Landulpho, semifinalista  no Miss São Paulo 2003.
              Para Edi, que hoje trabalha como Auxiliar Administrativo na Rádio Cacique de Sorocaba, e produz o programa Show da Cidade, os concursos perderam todo o glamour. Saudosista, ele se apega às lembranças de um passado glorioso e desabafa: “A diferença dos concursos de ontem e os de hoje é muito grande, em todos os sentidos. Desde a expectativa do povo brasileiro em relação ao dia do concurso quanto ao anúncio da vencedora, que não tem emoção nenhuma. É tudo muito frio! Existia um charme muito grande quando a Miss do ano anterior coroava a sua sucessora. Acabou tudo isso!  Faltam pessoas que entendam do concurso, que saibam o que ele foi.”

Katia Celestina Moretto, Miss Brasil 1976 

         Faz dias que o Edi enviou-me uma nova remessa de recortes. Selecionei alguns para ilustrar o clima de entusiasmo existente em 1976, quando Katia Celestina Moretto (1958-2013), Miss Sorocaba, foi eleita Miss São Paulo, Miss Brasil, e representou nosso País no Miss Universo 1976, realizado em 10/07/1976, no Chinese Theatre, Hong Kong.
----------

Editorial do jornal Cruzeiro do Sul, 19/06/1976

"Porque concurso de Miss é assim mesmo. Pode o cidadão passar o ano todo pichando a promoção, achando que não tem sentido, que não vale a pena, etc., e tal. Porém, chegado que seja o momento do concurso ele haverá de postar-se diante da tela do seu televisor..." 
----------

Detalhe: o título do artigo falava em "bi", quando o correto seria "tri". Antes de Katia Celestina Moretto, duas sorocabanas foram eleitas Miss São Paulo: Célia Maria Carvalho di Sanctis (quinto lugar no Miss Brasil 1971) e Sandra Marta Ferreira (eleita Miss Brasil, semifinalista, top 12,  no Miss Universo 1973).

       Os amigos de Katia Celestina Moretto alugaram um ônibus com capacidade para 34 lugares. Foi feita uma rifa de uma máquina calculadora para pagar as despesas. Eles estavam ansiosos para festejar sua vitória ou sua participação, caso não vencesse. "O importante é que não falte serpentinas", diziam. 
----------
´"É desnecessário dizer que a torcida sorocabana foi a maior lá em Brasília." ***** Segurando a bandeira, Armando Pannuzio (1915-1985), prefeito de Sorocaba.


 ----------

         Não faltaram serpentinas para Katia Celestina Moretto, Miss Brasil 1976. Foram tantas que sobraram para inundar as boas lembranças de milhares de pessoas, entre essas as do meu amigo Edi Corrêa Leite.

*****


----------
Vale a pena recordar
----------
Coroação da Miss Brasil 1976
----------
A trajetória de Katia Celestina Moretto
----------
As memórias de Edi Corrêa Leite

3 comentários:

Anônimo disse...

Daslan,

Que presente!
Que surpresa extraordinária!
Esse concurso foi muito emocionante.
Mexia com as emoções.
Tudo isso ficou na lembrança.
Hoje em dia não tem mais o interesse do público.
Se tornou algo frio, sem emoção e sem prestígio do público e patrocinadores.
Esse concurso foi muito bonito no passado.
Ficaram as fotos e reportagens para viajarmos nas boas lembranças.
Daslan, muito obrigado por tudo!
Edi Corrêa Leite/Sorocaba-SP

Anônimo disse...



Daslan,
independente de minha nacionalidade. sempre procuro ser correto e imparcial nas minhas opiniões, e uma delas se refere justamente a participação do Brasil no Miss Universo de 1976. Kátia Celetina merecia ficar entre as finalistas. Foi outra grande injustiça contra uma brasileira. Aqui do Recife mando um abraço ao Edi Corrêa por preservas esses recortes. Uma ótima semana a todos.

muciolo ferreira

Vera Lúcia disse...

Ainda bem que existem pessoas como Edi Corrêa Leite e Daslan Melo Lima que não deixam essas lembranças morrerem. Adorei, linda crônica.
Abraços e ótima semana a todos.