a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

sábado, 29 de maio de 2010

SESSÃO NOSTALGIA - EDILENE CAETANO, A HISTÓRIA DO RESGATE DAS LEMBRANÇAS DE UMA MISS

....................

Daslan Melo Lima

PROLÓGO

          As secções Sessão Nostalgia do PASSARELA CULTURAL já me proporcionaram muitas alegrias. Várias Misses do passado, nacionais e internacionais, assim como seus familiares e amigos, já fizeram contato comigo por causa dos textos aqui publicados. Missólogos de várias partes do Brasil e do exterior encontram nas matérias que produzo semanalmente fatos e fotos para suas pesquisas e arquivos. Esta semana, vou contar para vocês uma história muito interessante, desenvolvida em quatro pequenos capítulos.

CAPÍTULO 1
EM BUSCA DAS RECORDAÇÕES DE 1978

          No dia 24/04/2010, rendi homenagem a Edilene Caetano, Miss Sesi Industriária, candidata ao Miss Pernambuco 1978. Na ocasião, ilustrei a matéria com duas fotos suas em maiô, feitas no dia em que foi eleita Miss Sesi, pertencentes ao seu Arquivo Pessoal, as duas únicas imagens que ela possuía do seu tempo de rainha da beleza.Os contatos virtuais entre mim e Edilene Caetano tiveram início no dia 28/03/2010, quando recebi o seguinte e-mail:
“Oi, Daslan. No ano de 1978, eu tinha 16 anos de idade e morava na cidade de Escada, trabalhava na Indústria de Tecelagem e fui convidada pelo Sesi do Recife (Casa da Indústria, Av. Cruz Cabugá), cuja Assistente Social na época era Eli Braz, para concorrer ao Miss Sesi Industriária, realizado no Sesc. Ganhei e fui convidada a participar do Miss Pernambuco. Foi no ano que Ângela Agra Galvão, linda, belíssima, foi eleita. Eu tenho muita curiosidade de ver vídeos e fotos do concurso Miss PE-78, pois não tenho nada para mostrar aos meus filhos. As únicas lembranças são as fotos e a faixa de Miss Sesi Industriária, que guardo até hoje com muito carinho. Gostaria de conseguir material daquele tempo. Ajude-me, por favor. EDILENE CAETANO"

          Fiquei contente e emocionado com o contato. Respondi para Edilene que gostaria muito de contribuir com ela para o resgate das imagens do Miss Pernambuco 1978, mas que tinha pouca coisa sobre aquele certame, apenas algumas fotos recortadas do jornal Diario de Pernambuco, focalizando Ângela Agra Galvão, a vencedora, e as semifinalistas do Miss Pernambuco 1978.Para compensar sua frustração, e para relembrar um dos maiores eventos da história do Miss Pernambuco, dediquei a Edilene Caetano Sessão Nostalgia da semana 25 de abril/1º de maio 2010, disponível nos arquivos deste blog. Na reportagem, postei fotos atuais de Edilene ao lado de sua família e o material que dispunha no meu acervo, as fotos de Ângela Agra e semifinalistas do Miss PE-78.No texto da Sessão Nostalgia daquela data, fiz um apelo:
“Por favor, alguém que tenha qualquer material sobre aquele certame, faça contato conosco, informando seu e-mail para troca de informações. Será um prazer repassar para Edilene Caetano os registros materiais de um tempo que lhe é tão caro, um tempo que se foi, para sempre se foi.”

CAPÍTULO 2
O RESGATE DE UM MATERIAL PRECIOSO

          Os milagres acontecem todos os dias, durante o fantástico show da vida. No dia 21/05/2010, não tive como conter minha emoção. Eis o e-mail que recebi do Roberto Macêdo, leitor assíduo do PASSARELA CULTURAL, jornalista e arquiteto baiano, editor do Miss News (www.missnews.com.br) e Assessor de Imprensa do Dr. Edvaldo Brito (Advogado, Jurista e Vice-prefeito de Salvador-BA):
"Olá Daslan. Tudo bem contigo? Fui em busca dos meus arquivos e consegui algumas coisas que podem interessar à Miss Sesi 78. Material em anexo. Um abraço, Roberto"

          Abaixo, o material enviado por Roberto Macêdo, relíquias publicadas há 32 anos no Diario de Pernambuco.


Na imagem do recorte acima, Maria das Dores Bezerra Lima, Miss Fabrica Othon Bezerra de Melo, segunda colocada no Miss Sesi Industriária 1977, ao lado de Edilene Caetano. Detalhe: Márcia Cavalcanti Neves, Miss Sesi Industriária 1977, não chegou ao fim do seu reinado porque casou, tendo sido substituída em vários eventos por sua vice, Maria das Dores, que entregou a faixa a Edilene Caetano, Miss Sesi Industriária 1978.






CAPÍTULO 3
UMA ALEGRIA COMO SE TIVESSE GANHO NA LOTERIA

         Não preciso dizer que Edilene Caetano ficou felicíssima com o presente. Eis o e-mail que enviou-me no dia 23 de maio:
"Oi, Daslan! Meu Deus! Você não sabe a felicidade que me fez. Você não tem ideia do que estou sentindo! Estou vibrando de alegria com toda a minha família! Depois de 32 anos, eu não estou acreditando! A alegria para mim foi a mesma que tirar na Loteria. Beijos, meu anjo."

          Respondi a Edilene, com cópia para o Roberto:
"Edilene, você está feliz e eu mais ainda, por saber que, com a valiosa contribuição do Roberto Macêdo, contribui para o resgate de uma fase inesquecível de sua vida."



CAPÍTULO 4
A CERTEZA DE QUE VIVER VALE A PENA


          Abaixo, e-mail do Roberto Macêdo, de 24/05/2010, que diz muito do seu caráter e personalidade:
"Daslan, acredito que eu tenha ficado muito mais feliz do que Edilene e você. São com esses gestos simples, que não nos custam nada, que temos a certeza de que viver vale a pena. Um abraço, Roberto."

EPÍLOGO

          Minha paixão por Misses começou em criança. Paixões são paixões, misteriosas paixões. As minhas são por Misses, Poesia e Antiguidades. Há quem colecione caixas de fósforos, selos, pratos de porcelana, imagens de Papai Noel... Paixões são paixões, simplesmente paixões. Não se explicam.
          Com a graça de DEUS, enquanto durar minha caminhada no Planeta Terra, quero continuar produzindo outras e outras secções Sessão Nostalgia. Quero dar minha parcela de contribuição para o resgate e preservação da memória dos concursos de beleza, partes inesquecíveis de um tempo que se foi, para sempre se foi.

*****

Nenhum comentário: