a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 5 de junho de 2010

SESSÃO NOSTALGIA - Teresinha de Jesus Estêves Alcântara, Miss Piauí 1956


Daslan Melo Lima


          Naquele agosto de 1956, o Brasil tinha apenas 59.846.000 habitantes. Era o dia 18. A revista semanal O Cruzeiro, um dos maiores sucessos editoriais brasileiros de todos os tempos, circulou nas bancas de todo o País trazendo na capa o rosto de uma jovem nordestina. Quem era? Teresina de Jesus Estêves Alcântara, a primeira Miss Piauí, que tinha feito um grande sucesso no concurso Miss Brasil, realizado no dia 16 de junho, no Hotel Quitandinha, em Petrópolis, Rio de Janeiro, cuja vencedora foi Maria José Cardoso, Miss Rio Grande do Sul.

TERESINHA, A PRIMEIRA MISS PIAUÍ

          O primeiro concurso Miss Piauí foi realizado em 19/05/1956, no Club dos Diários, em Teresina–PI, patrocinado pelos Diários e Emissoras Associados e coordenado por José Lopes dos Santos. Três candidatas participaram. O primeiro lugar ficou para Teresinha de Jesus Estêves Alcântara (Miss Diretório Acadêmico Club dos Diários). As demais candidatas, sem ordem de classificação, foram: Denise Ribeiro de Farias (Miss Associação Atlética Banco do Brasil e Clube do Comerciário) e Yolanda Machado (Miss Clube do Comércio). Embora Teresinha tenha representado na passarela o Diretório Acadêmico Club dos Diários, por ter sido indicada pela cidade de Altos, é também considerada Miss Altos 1956. (Fonte: Misses em Manchete, www.missesemmanchete.blogspot.com)

TERESINHA, DOCE DE MANGABA


A reportagem da revista O Cruzeiro, de 18/08/1956, focalizando a Miss Piauí 1956, tinha quatro páginas, com texto de Álvares da Silva e fotos de Luciano Carneiro, sob o título “Teresinha doce de mangaba”.

A doce, a ingênua, a singela Teresinha foi eleita Miss – “por que o pessoal da minha terra, o Piauí, viu? Acha que eu tenho um tipo bem brasileiro.”
E que é um tipo (entre os muitos) bem brasileiro?
Será a linda morena, corpo bonito, nome comprido?
Por exemplo: Teresinha de Jesus Estêves Alcântara, nascida no interior, mas que se mudou para a capital – Que recebeu o nome de uma santa porque Mãe fez promessa para que Pai se curasse – Que vai à missa no domingo porque tem fé e é católica praticante, mas se não for à Igreja, Mãe não deixa passear nem ir ao cinema à noite – Que cursou primário e ginasial sem saber direito que carreira ia seguir, e que pensa ser doutora em Medicina porque acha bonita a profissão, porém, Mãe, que tem vários filhos e porque a vida está cara, pensa empregá-la numa autarquia – Que usou pela primeira vez salto alto e saia justa no desfile do concurso – Que desfilou morta de vergonha, mas com um maiô de fio de ouro – Que perdia a voz quando lhe davam microfone para falar – E que nunca pensou em ser Miss, mas realizou um sonho.
Das 22 concorrentes ao título de Miss Brasil 1956, Teresinha Alcântara, Miss Piauí, está entre as mais genuínas representantes da moça do interior.



- Ah! Eu folheava a revista das Misses, e...
- Que revista das Misses é essa. D. Teresinha?
- O CRUZEIRO. O senhor não sabia? (Ri) Eu achava tudo lindo, maravilhoso, impossível. Imagina: concorrer para Miss Brasil! De repente, tudo se tornou realidade. Fui Muito aplaudida no Ceará, em S. Paulo, e no desfile final em Quitandinha. Gostaram de mim.
E não tem namorado!



Pergunto-lhe do que gosta em cinema. Responde-me que admira o cinema brasileiro – e, eu, mais admirado ainda, ouço-a citar Oscarito, Eliana, Anselmo, sem desdouro ao lado do Marlon e da Princesa O'Kelly.
É este um tipo de moça bem brasileira?
Sim. E está é Teresinha, mescla de “A Moreninha”, de Macedo, e “Inocência”, de Taunay – doce de mangaba, um bom doce nacional e que contem os ácidos genuínos da terra basílica.


TERESINHA, O ANJO DO MISS BRASIL 1956


A revista mensal A Cigarra, editada pela empresa gráfica “O Cruzeiro”, publicação voltada mais para o público feminino, em seu número de agosto de 1956, trouxe 32 generosas páginas dedicadas ao concurso Miss Brasil 1956. Na página dedicada a Teresinha de Jesus Estêves Alcântara, o repórter Carlos Gaspar escreveu:

Teresinha de Jesus Alcântara, morena de longos cabelos castanhos e 18 anos de idade, foi o “anjo” do concurso. Angelical eram realmente a sua aparência, seu sorriso, até mesmo seu espírito. Foi através dela que o Piauí se fez representar, pela primeira vez, em um concurso de Miss Brasil. Começou muito bem. Teresinha vem do interior, da cidade de Altos, embora há muito tempo residisse em Teresina, capital do Estado. Ainda antes da festa do Quitandinha, observadores imparciais, que a viram em São Paulo e no Rio, chegaram a apostar em que ela seria finalista. O próprio público presente àquela festa há de ter pensado o mesmo, a julgar pelos entusiásticos aplausos com que saudou a passagem de Miss Piauí pela passarela, especialmente no desfile em vestido “soirée”. O júri, porém não entendeu assim, para surpresa geral. Mas Teresinha ficou sendo uma das candidatas de maior sucesso. Suas medidas: altura, 1,70; peso, 60; cintura, 64; busto, 91; quadris. 90; coxa, 51 e tornozelo, 21.

DOCE DE MANGABA


A mangaba é uma fruta doce, genuinamente brasileira, muito apreciada pelo sabor, rica em rica em ferro e vitamina C. Seu nome, de origem tupi-guarani, significa "fruta boa de comer". Com ela também são feitos sucos, doces, compotas, vinhos e tortas.

Receita de doce de mangaba.
Ingredientes: 700 g de açúcar, meio litro de água, 3 cravos-da-índia e 2 paus de canela.
Modo de fazer: Lave as mangabas e fure-as com um garfo para extrair o leite da fruta. Coloque-as de molho em uma tigela com água durante pelo menos quatro horas. Esprema o suco de um limão na água para ajudar a retirar todo o leite das frutas. Faça a calda: misture o açúcar com a água, adicione os cravos e a canela e deixe ferver bem. Acrescente as mangabas e deixe cozinhar durante 30 minutos. (Fonte: www.cybercook.terra.com.br)

POR ONDE ANDA TERESINHA


Teresinha Alcântara em 2008. (Foto: Arquivo de Fernando Bandeira de Melo)



Beleza em dose tripla. Da esquerda para a direita: Darcy do Carmo Lima Assunção (Miss Piauí 1966), Marinna de Paiva Lima (Miss Piauí 2008, semifinalista, Top 15 do Miss Brasil) e Teresinha de Jesus Estêves Alcântara (Miss Piauí 1956). ***** Foto: Arquivo de Fernando Bandeira de Melo.

Teresinha casou-se logo após o término do seu reinado com o empresário piauiense Francisco Costa, que se elegeria posteriormente Deputado Estadual. Quatro filhos teve a nossa Miss Piauí 1956. Mora atualmente em Teresina, sendo uma das mulheres mais queridas do Piauí, por tudo o que representa para nós. (Fernando Bandeira de Melo, missólogo piauiense, em declaração ao Misses em Manchete, www.missemmanchete.blospot.com, em 27/05/2007)

----------

          Naquele agosto de 1956, o Piauí tinha uma população estimada em 1.185.000 pessoas. Milhares delas ficaram orgulhosas de ver na capa da revista O Cruzeiro o “anjo” do concurso Miss Brasil. E era para ficar. Naquela edição havia quatro páginas focalizando o cantor Elvis Presley (1935-1977) e outras quatro falando sobre a atriz Susan Hayward (1917-1975), mas quem estava na capa era Teresinha Alcântara.

          Detalhe: A revista O Cruzeiro, com a Miss Piauí 1956 na capa, teve uma tiragem de 610.000 exemplares, enquanto o último número da Caras, de 4/06/2010, especializada em celebridades, 359.415.

          Teresinha de Jesus Estêves Alcântara é um orgulho do Piauí e, por extensão, um orgulho do Nordeste brasileiro. E por tudo o que ela representa para o nosso povo merece as homenagens do PASSARELA CULTURAL.

*****

11 comentários:

EVANDRO SILVA disse...

Que sensacional Daslan! Vc conseguiu a foto atual dela! Creio eu que Teresinha Alcântara, a n° das Misses Piauí deve estar orgulhosa da sua "Sessão Nostalgia"!!! Parabéns!

DASLAN MELO LIMA disse...

Recado para Evandro Silva:

Consegui a foto atual da Teresinha, a nº 1 das Misses Piauí, graças ao missólogo piauiense Fernando Bandeira de Melo.
Espero que ela tome conhecimento da minha "Sessão Nostalgia" e saiba o quanto ainda é amada por esse Brasil afora.

Um abraço.

DASLAN MELO LIMA disse...

Mensagem do missólogo Fernando Bandeira de Melo, de Teresina-PI
>>>>>>>>>>

Daslan, o Piauí agradece!!!
Abraços!!!

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

Recado para o Fernando Bandeira de Melo
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

De forma sucinta e profunda, ao dizer "Daslan, o Piauí agradece!!!", você alimentou ainda mais a minha disposição de continuar resgatando a memória das grandes Misses do passado.

Um abraço.

Daslan

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

EVANDRO SILVA disse...

Caro amigo Daslan, peço-lhe ratificar meu comentário, leia-se " a n° 1 das Misses Piauí...". Grato

Anônimo disse...

Daslan,teu blog é fantástico!Completo.quero me solidarizar ao povo do nordeste pelas dificuldades que se repetem com as enchentes.coincidentemente no MB 2009 as águas levavam ao desespero o povo nordestino e nortista.Venceu Larissa Costa e tornou o Nordeste mais luminoso.Um sol de pessoa, de beleza e doçura.Uma surpresa,merecida, que que consola e enobrece a beleza das mulheres nordestinas.sou fã do biotipo esguio das misses do RN,PE e BA. parabéns pela reportagem!Terezinha está linda, atualmente!!!!!tomara, mesmo, que ela veja tua homenagem.Abraços, Japão

TheEtc disse...

Oi Daslan,
Através de uma prima minha vi a sua matéria.

Sou neta da Teresinha e adorei o que você escreveu. Adoro saber sobre a época dela de miss.
E ela é sim a mais bonita que nós tivemos!!

Agradeço pela sessão nostalgia!
Vou mostrar pra ela seu blog e tenho certeza que ela vai adorar!!

Abraços!

Maria Teresa Costa Felinto

joaopadua disse...

Prezados Daslan e Fernando,

Parabéns!!!! pela reportagem, sou filha da querida Teresinha Alcântara e ela continua linda. A maior beleza é a sua simpatia e carater. Uma mãe maravilhosa.

Geórgia Alcântara Costa de Pádua

DASLAN MELO LIMA disse...

Fiquei muito emocionado nesta manhã nublada pernambucana, de 24/03/2011, ao saber que Teresinha Alcântara, Miss Piauí 1956, leu a Sessão Nostalgia a ela dedicada.

Vejam o comentário de Geórgia, filha de Teresinha, enviado ontem, 23/03/2011:

>>>>>>>>>>

A minha mãe leu hoje a "SESSÃO NOSTALGIA - TERESINHA DE JESUS ESTEVES ALCÃNTARA, MISS PIAUí 1956",
ficou encantada com a reportagem.

PARABéNS!!!!!!

Géorgia Alcântara Costa de Pádua
>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

Moro em São Paulo e fiquei muito emocionado com a homenagem à minha tia Teresinha Alcântara.
Parabéns pela matéria!
Jefferson Alcantara Fernandes

Marco Vilarinho disse...

Oi, sou jornalista e sempre nutri uma admiração especial por Terezinha Alcântara. Na época do concurso, a mais famosa dupla de humoristas do país, Jararaca e Ratinho, falando sobre o concurso, na rádio dos Diários Associados, disse que ao entrarem na piscina do hotel todas as misses morreram afogadas, só uma saiu ilesa: a miss Piauí, Terezinha Alcântara - por ter uma beleza natural, sem artifícios. Fiquei orgulhoso.

Marco Vilarinho