a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 633, referente ao período de 20 a 26 de agosto de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 10 de setembro de 2011

SESSÃO NOSTALGIA ESPECIAL - A DOIS DIAS DO MISS UNIVERSO 2011



Daslan Melo Lima
PRÓLOGO

          Noite do segundo sábado de  setembro de 2011, faltando apenas  dois dias para a final  do concurso Miss Universo, a  ser realizado no Credicard Hall, em São Paulo-SP. Pela segunda vez, o famoso certame acontecerá no Brasil. A primeira foi em setembro de 1930, no Rio de Janeiro, quando o título ficou com a gaúcha Yolanda Pereira (1910-2011).  Há quem defenda a tese de que o Miss Universo começou oficialmente em 1952, e o Miss Brasil em 1954, pois antes dessas datas os concursos aconteciam esporadicamente. Quanto ao Miss Universo de 1930, aconteceram dois, um em Galveston, Texas, Estados Unidos, e outro no Rio de Janeiro.  Nesta SESSÃO NOSTALGIA ESPECIAL, evoco a Miss Universo 1930, versão Galveston, e  as três brasileiras que foram eleitas Miss Universo. Também aponto as minhas favoritas ao título máximo da beleza universal de 2011. 

  MISS UNIVERSO 1930
          Dorothy Dell Goff,  Miss New Orleans, vencedora  do Miss Universo 1930,  certame de Galveston, Texas, Estados Unidos. Nascida em 30/01/1915, ela tinha 16 anos completos quando foi eleita. Dorothy tornou-se  atriz de cinema em  Hollywood e morreu prematuramente, aos 19 anos de idade, vítima de acidente de carro, em 08/06/1934. 

          Yolanda Pereira, gaúcha de Pelotas, nascida em 16/10/1910, vencedora do Miss Universo 1930, versão Rio de Janeiro. Yolanda morreu em 04/09/2001. (Foto acima e texto abaixo : Álbum do Concurso Internacional de Beleza 1930).
         “É a brasileira, em sua mais lata e justa personificação. É uma rima de canção cabocla encarnada num corpo de mulher. Seu moreninho mate é a cor que deve ter toda a patrícia para ser bem brasileira. O Brasil vive-lhe nos olhos irrequietos e fascinadores. Canta-lhe no riso franco e menineiro. Mora no negrume encaracollado de seus trevósos cabellos. Toda ella é Brasil. O desprendimento, a grandeza d’animo, a galanteria brasilica, tudo vive nella, elevando-a a Symbolo da Raça. Salve Yolanda! Salve, “Miss Brasil”! Cem vezes, salve, “Miss Universo”!
.....
MISS UNIVERSO 1963

          Depois de três segundos lugares no Miss Universo (Marta Rocha-1954, Terezinha Morango-1957 e Adalgisa Colombo-1958) e dois quintos lugares (Vera Ribeiro-1959 e Maria Olívia Rebouças Cavalcanti-1962), o Brasil conquistou em Miami Beach o segundo título de Miss Universo com Ieda Maria Vargas, uma gaúcha nascida em 31/12/1944.
 .....
   MISS UNIVERSO 1968  

         Em 1968, Martha Vasconcellos, baiana de Salvador, nascida em 18/06/1948, trouxe de Miami Beach, Estados Unidos, o terceiro título de Miss Universo para o Brasil.
 .....

             AS MINHAS FAVORITAS PARA O MISS UNIVERSO 2011

          Tendo por base as imagens postadas em sites especializados, eis as minhas cinco favoritas ao título de Miss Universo 2011, por ordem alfabética  dos países que representam.

 Miss Aruba, Gillain Berry
 .....
 Miss China, Luo Zilin
 .....
 
 Miss Kosovo, Aferdita Dreshaj
 .....
 
Miss Rússia, Natalia Gantimurova
  .....
Miss Ucrânia, Olesya Stefanko
.....

EPÍLOGO

          Na primeira SESSÃO NOSTALGIA de 2011, postada em 1º de janeiro, dedicada às finalistas do Miss Brasil 1968, escrevi o seguinte:  Na manhã azul pernambucana de Timbaúba, neste primeiro domingo de 2011, ano em que a cidade de São Paulo será cenário do Miss Universo, espero que a nova Miss Brasil tenha um quê especial de uma  daquelas oito moças de 1968. Moças, sim, uma palavra  quase em desuso em 2011, tempo em que se fabricam  celebridades instantâneas com a mesma rapidez com que as jogam no esquecimento.    

 Miss Brasil, Priscila Machado
   
            Nossa representante no Miss Universo 2011 é a gaúcha Priscila Machado. Lamento toda esta celeuma envolvendo sua eleição (a foto  com os seios de fora, o  regulamento que foi descumprido, a desculpa de que as imagens foram feitas para uma campanha contra o câncer, etc.). Levando em conta o conjunto das concorrentes, baseado nas fotos, Priscila Machado não está entre as minhas favoritas para o Miss Universo. Simplesmente considero, volto a repetir, com base nas imagens, Miss Aruba, Miss China, Miss Kosovo, Miss Rússia e Miss Ucrânia mais interessantes. 
          Que vença a melhor das 89 concorrentes! Que a Miss Universo 2011 saiba ser grata a DEUS pela beleza com que ELE a contemplou e que tenha sabedoria para usá-la em atitudes por um mundo melhor. 

*****

2 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail enviado pelo jornalista Muciolo Ferreira
>>>>>>>>>>

Daslan,

bem lembrada as três brasileiras eleitas Miss Universo.

Sua relação das prováveis finalistas do TOP-5 desta noite é parecida com a minha. Só que incluiria também as misses Venezuela, Costa Rica e Estados Unidos.

Independente de toda a celeuma envolvendo a Miss Brasil, Priscila Machado, não a incluo entre as favoritas por não acha-la com beleza de rosto e plástica suficientes para deixar para tras tantas moças bonitas. Só por isso.
Mesmo assim, fico na torcida para ve-la entre as semifinalistas.

Um ótimo Miss Universo a todos os leitores.

abraços,

muciolo ferreira

>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

MU de Galveston é km mais linda!Jap(ão).Lindas misses!Em 2011 acho que a gaúcha mereceu:venceu no palco,mas...