a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

sábado, 3 de março de 2012

PAZ NAS ELEIÇÕES e outras crônicas de Daslan Melo Lima

PAZ NAS ELEIÇÕES

Daslan Melo Lima

 .....
      Alguém chega perto de mim e quer saber em quem vou votar para Prefeito e Vereador. Dentro do processo democrático, tenho o direito de externar minhas ideias, mas esse alguém começa logo a falar mal de X e Y. Por não compactuar com as expressões pesadas, dou uma desculpa e me retiro. 
      Por todo o Brasil, em época de eleição, pessoas insensatas parecem viver sob um clima de guerra civil. Tenho as minhas convicções, mas evito compartilhá-las, pois são poucos os que sabem vivenciar o período eleitoral de forma civilizada. Acima de qualquer coisa, o ideal seria que em todas as discussões a vaidade pessoal ficasse em segundo plano. O foco primordial deveria ter como base a construção compartilhada de um mundo melhor. 
  Em tempo de eleições, por favor, não me cobrem nenhum posicionamento político-partidário. Eu e minha consciência já sabemos em quem votar. Vamos promover a PAZ na eleição. A política passa. Os amigos ficam. 
    Um abraço a todos, independente de partidos e cores. 


  *****
A ALMA LEVE DE UM LAMBE-LAMBE

Daslan Melo Lima

        Ladorvane Cabral, amigo-conterrâneo-contemporâneo, assumiu recentemente a função de Secretário de Infraestrutura do município de   União dos Palmares, Alagoas. Filho do inesquecível fotógrafo Lindolfo Gomes Cabral (1921-1980), Ladorvane está radicado há muitos anos no solo-berço do herói Zumbi dos Palmares, próximo da nossa amada terra natal São José da Laje. Ele herdou do pai o gosto pela fotografia, já foi proprietário de farmácia  e agora está à frente de uma missão importante na Terra da Liberdade.
         Navegando na Internet, cheguei a um blog daquela região e deparei-me com uma nota equivocada a respeito do Ladorvane. O editor referia-se  ao meu amigo de forma pejorativa, irônica,  chamando-o de fotógrafo lambe-lambe como algo menor, desprezível... Sua intenção era  diminuir meu amigo, mas a tal observação só faz engrandecer uma pessoa.  O editor esquece como foi importante para a história e a cultura do Brasil o  trabalho dos lambe-lambes, numa epóca em que ninguém sonhava com equipamentos sofisticados e câmaras digitais.  
.....
        Telefonei para Ladorvane na tarde de ontem, a fim de prestar minha solidaridade. Ele estava tranqüilo, de alma  leve, como de alma leve está o seu pai, como de almas leves estão todos os lambe-lambes que fizeram a história fotográfica do Brasil.  


..........
Timbaúba-PE, na manhã do primeiro sábado de abril de 2012, admirando a imagem nostálgica de um lambe-lambe no exercício da sua nobre profissão.
*****
  COISAS INCOMPLETAS, COISAS DO CORAÇÃO

Daslan Melo Lima

          Numa dessas noites em que o sono demorou um pouco a chegar, deixei o quarto para navegar na Internet e encontrei umas imagens que levou-me no Túnel do Tempo aos meus primeiros anos escolares. 
 
        
     Eram fotos de crianças sentadas em antigas cadeiras, onde dois estudantes se sentavam, diferentes das de hoje, que comportam apenas um aluno em cada assento.  Fechei os olhos e tentei buscar em meus pensamentos  os antigos colegas dos cursos primários e ginasial com quem me sentei ao lado.        
       Quando o sono chegou, voltei para o meu quarto, mas antes fui no terraço da minha casa, onde coloquei uma daquelas cadeiras antigas, comprada há anos em um antiquário. O móvel foi adquirido incompleto, faltando o apoio para os braços e o espaço para guardar os livros.
       
     O destino ainda não permitiu que eu encontrasse um antigo banco escolar completo para comprar, talvez para que eu aprenda de uma vez por todas que certas coisas, que tantos sentimentos nos transmitem, só permanecem completas no coração. 

*****

Nenhum comentário: