a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

sábado, 17 de março de 2012

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO

PEDRO DO COCO, IN MEMORIAN
 
.....Faleceu no sábado, 17, às 23h30min, em sua residência, no bairro de Timbaubinha, o Sr. Pedro José de Oliveira, vítima de colapso cardíaco. Popularmente conhecido como Pedro do Coco, nascido em Poço Comprido, distrito da vizinha cidade de Macaparana, durante muitos anos negociou com cocos, tinha 78 anos e convivia há cinco com as sequelas de um AVC.  O corpo foi velado na Rosa Master, de onde saiu para sepultamento no Cemitério de Santa Cruz, às 16 horas de ontem, domingo, 18.  Sr. Pedro era viúvo de D. Nita, um ser humano iluminado que marcou época em Timbaúba com um trabalho valioso de assistência aos mais necessitados. O casal teve os seguintes filhos: Irapuan, Irlene, Irani, Iraldete, Irlândia, Ildeones e Iara.
.....A Praça de Timbaubinha nunca mais será a mesma, pelo menos para os  netos do Sr. Pedro, que ficavam ao seu redor nos finais de tarde. Mas como os avós não morrem nunca, um pouco de Pedro do Coco viverá para sempre nas recordações de todos os seus netos, tais como Talita (filha de Ildeones), Pedro Neto (filho de Irlene) e Clara (filha de Iara), na foto acima. À família enlutada as condolências de PASSARELA CULTURAL.
 *****
.....
NO CORDEL E NO FORRÓ O NORDESTINO SE RECONHECE

O amplo espaço da quadra polivalente da ETE, Escola Técnica Estadual Miguel Arraes de Alencar, foi palco  da abertura do projeto "No Cordel e no Forró o Nordestino se Reconhece", brilhante iniciativa da equipe dos professores do educandário, dentro da celebração do dia 14 de março, Dia Nacional da Poesia.
O público era grande, afinal a ETE tem 600 alunos que estudam em tempo integral.
A dupla composta pelo cordelista, poeta e artista plástico Marcelo Soares e  pelo sanfoneiro Mahatma Costa foi aplaudidíssima.
O talento e a simpatia de Mahatma Costa, artista consagrado pela crítica internacional como um dos maiores sanfoneiros do mundo. Foi rendida uma homenagem a Luiz Gonzaga, o inesquecível Rei do Baião, e suas músicas contagiaram a quadra através da sanfona de Mahatma.
Satisfeita com o sucesso do evento, a gestora da ETE, Anelúcia Correia, terceira da esquerda para a direita, posou ao lado de sua equipe e convidados.
Professores da ETE
Washington "Xuxa", sanfoneiro, também se apresentou e posou para PASSARELA CULTURAL ao lado da Professora Fafá.
As oficinas do projeto "No Cordel e no Forró o Nordestino se Encontra" terão continuidade até dezembro e abordarão desenho, cordel e música. De parabéns a diretoria, educadores e alunos da ETE.
Encostada num canto, a tudo assistiu a boneca de pano, lamentando não ser gente para cair no forró com a gente.


*****
ROTEIRO POÉTICO DE TIMBAÚBA

O dia amanhece entre  os bairros de Timbaubinha e Campo do Sete. A velha chaminé de uma cerâmica desativada lembra uma daquelas obras de  Francisco Brennand existentes no Cais do Porto do Recife. O mar da capital está a 96 km de distância, mas logo mais o céu ficará tão azul como o mar, para alegria da Princesa Serrana.
*****
MEMÓRIA TIMBAUBENSE
Todas elas eram nordestinas, mas o seu bloco chamava-se As Holandesas. A vida não era fácil para elas, mas pelo menos havia o Carnaval, onde poderiam sonhar com a Europa.  Quem eram as holandesas? Qual o ano da foto?
*****
2012, UM CARNAVAL PARA RECORDAR

.....Marcelo da Silva Lima, vigilante, casado com Ana Morena e pai de Maxsuel Jesus Lopes de Lima (17 anos) e Maxsileno Lopes de Lima (19 anos), vestiu-se de Rainha Devassa e ficou com o terceiro lugar no Miss Pirua 2012. Os dois filhos também fizeram sucesso, mas foi o Maxsuel que levou para casa a Medalha Taywan de semifinalista. 
.....Este foi o terceiro ano que  Marcelo saiu no bloco As Piruas. Em 2010, como Joelma do Calipso, ganhou medalha de destaque. Em 2011, como Miss Cubanacan,  conseguiu um lugar no Top 3. Marcelo tinha decidido que não ia sair, apenas se dedicar a fazer as roupas dos  filhos, pois o mais velho havia se contagiado e decidido desfilar. .Faltando cinco dias para o bloco As Piruas, Marcelo resolveu participar do desfile e contou com o total apoio da esposa. 

 Ana Morena, esposo e filhos.

Em entrevista à PASSARELA  CULTURAL, Ana Morena  declarou o seguinte:

-  “Apoio meu marido, em tudo que sei que o faz bem e feliz. Comecei a correr contra o relógio. Imagine quanto tempo se leva pra se fazer algo bonito, mais fomos atrás. As roupas dos meninos foram feitas por um amigo nosso que mora em João Pessoa. Quanto ao traje do meu marido, compramos um vestido simples e o modificamos,. Cada lantejoula foi colada por mim, a bota foi feita em dois dias por um rapaz que sempre faz as botas dele, e decorada por Normando Lira, nosso amigo, que também fez sua faixa de Rainha Devassa. No  ano que vem, nada de preparação em quatro dias. Vamos começar desde já. Vou adiantando que em 2013 meu marido vai parar a avenida. Você  pode acreditar. Concorrer ou ganhar para nós não importa. O que importa é ver as pessoas com os olhares parados, admirando as roupas e sorrindo e ver  a felicidade no rosto do meu marido e filhos. “ 

*****

Um comentário:

tranquelino disse...

As Holandesas era um bloco de carnaval formado pelas "meninas" da Ruas das Rosas (Cabaré de Timbaúba). A data da foto não sei, mas com certeza foi na decada de 60.