a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 616, referente ao período de 23 a 29 de abril de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 26 de novembro de 2016

"O mundo sempre foi um circo sem igual"





Vejam só
Que história boba eu tenho pra contar
Quem é que vai querer acreditar
Eu sou palhaço sem querer

      Rogério Vital ganha a vida como palhaço, animando festas infantis. Casos de artistas que precisam ocultar seus dramas pessoais, enquanto estão atuando, já emocionaram milhões de pessoas, na ficção e na vida real.

Vejam só
Que coisa incrível o meu coração
Todo pintado nessa solidão
Espera a hora de sonhar

        Ao cumprimentar o Rogério, ele me disse que seu filho de dois anos se encontra hospitalizado, mas ali estava, alegrando as pessoas, no cumprimento da sua missão. 

Ah, o mundo sempre foi
Um circo sem igual
Onde todos representam bem ou mal
Onde a farsa de um palhaço é natural

Ah, no palco da ilusão
Pintei meu coração
Entreguei o amor e o sonho sem saber
Que o palhaço pinta o rosto pra viver

Vejam só 
E há quem diga que o palhaço é
Do grande circo apenas o ladrão
do coração de uma mulher

         A música do inesquecível Antônio Marcos (1945-1992), em parceira com Sérgio Sá, diz muito do cinza que se oculta por trás de rostos sorridentes e maquiados.
_______
Daslan Melo Lima, em Timbaúba, PE, 23/11/2016, na casa de recepções Espaço Livre, aniversário de Daniela Ariene, filha dos meus amigos Daniel Oliveira e Adriana Jordão.
*****
Antônio Marcos canta “Sonhos de um Palhaço”,  


*****


REFLEXÃO


"Prefira ser um um homem de valor, em vez de um homem de sucesso."
- Albert Einstein (1879-1955), cientista alemão, Prêmio Nobel de Física de 1921.

*****

Nenhum comentário: