a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

SESSÃO NOSTALGIA - Maria de Fátima Monteiro, aquela que poderia ter sido Miss Guanabara 1967

Por Daslan Melo Lima

      Era abril de 1967. Os diretores dos clubes cariocas já estavam ansiosos para apresentarem à imprensa suas candidatas ao título de Miss Guanabara. Ao mesmo tempo, muitas jovens bonitas começavam a circular mais, a fim de serem notadas e convidadas para desfilarem no Maracanãzinho em busca do título que um ano antes tinha sido conquistado por Ana Cristina Ridzi. Foi nesse clima que a revista MANCHETE publicou uma foto de Maria de Fátima Monteiro.



        No dia 06/05/1967, a mesma revista circulou em todo o Brasil com Maria de Fátima na capa e uma foto sua em página dupla, imagens de Paulo Scheunstuhl. O texto da reportagem dizia:

MARIA DE FÁTIMA, UM MODELO DE MULHER

Maria de Fátima Monteiro. Morena. Olhos verdes. Vinte anos. Adora os Beatles. Minisaia, sim. Casamento, ainda não. Há muitos dias, o telefone de sua casa não para de tocar. Produtores de televisão, diretores de cinema, agências de publicidade e revistas estrangeiras estão mais do que interessadas nela. Tudo isso começou, abrindo um sonho novo para Maria de Fátima, depois que MANCHETE publicou sua foto de biquíni, lançando uma jovem até então desconhecida como candidata a candidata ao concurso de Miss Guanabara. Ela atende e responde amavelmente a todos os telefonemas: uns querem fotografá-la para uma reportagem; outros tentam provar que nada melhor existe no mundo do que ser modelo famoso.



Cercada de convites por todos os lados, Maria de Fátima não perde a calma (sua beleza é firme, tranqüila, consciente, simples). A única coisa que a fascina é o cursinho de Medicina, onde perde (“ganho!”) oito horas de estudos diários. E um sonho secundário: pilotar carros de corrida. Maria de Fátima admite que, no máximo, poderá aceitar uma proposta para ser manequim. Não tem opinião formada sobre a guerra do Vietnã, nem sobre política, mas confessa, baixinho: “Sou fã de Carlos Lacerda...” Lamenta, finalmente, sua retirada voluntária do concurso Miss Guanabara, mas acha que, mesmo assim, os dias de candidata a candidata já deram trabalho e alegria enormes.

          Para decepção de milhares de pessoas que adorariam vê-la na passarela, Maria de Fátima desistiu de disputar o Miss Guanabara. Para satisfação de muitas garotas, que viam nela a mais forte concorrente, Maria de Fátima preferiu aparecer na mídia como modelo fotográfico.



          Em 03/06/1967, Manchete voltou a circular com duas páginas coloridas mostrando Maria de Fátima vestindo roupas criadas por Maurício Zacarias, no estilo militar, inspiradas em Mao Tsé-Tung. Era a última tendência da moda na Europa. Com fotos de Paulo Scheunstuhl, a matéria elogiava Maria de Fátima “...agressivamente bela, ferozmente elegante... rosto desafiador, assustadoramente bela...” e afirmava:



Alguns a consideram a mulher mais bonita deste país – uma espécie de Miss Brasil sem necessidade de subir à passarela para se submeter ao julgamento popular. Mas Maria de Fátima prefere ser apenas Maria de Fátima, professora numa escola do Leblon e manequim nas horas vagas. Tendo da vida uma só queixa: contra os homens que fazem as leis, os quais não deixam a mulher seguir a carreira militar. Que belo soldadinho ela seria! “Seria, não: é”, afirmou categoricamente Maurício Zacarias. E para comprovar o que dizia, adotou o estilo militarista, que permite agora a Fátima realizar elegantemente o seu sonho. Outros modelos estão à disposição de outras tantas jovens moderninhas.

          Maria de Fátima serviu de inspiração para o artista gráfico José Luiz Benicio da Fonseca criar o rosto de Brigitte Montfort, personagem das dezenas de livros de Lou Carrigan (Coleção ZZ7, Editora Monterrey, Rio de Janeiro). Abaixo, capas de dois livros pertencentes ao colecionador Jonas Eduardo, editor do blog www.avenidacopacabana.blogspot.com.



          A personagem Brigitte Montfort, a "Baby", era mestre dos disfarces, inteligentíssima, poliglota, corajosa, milionária, bela e poderosa espiã Número Um da CIA.



          O programa dominical Fantástico, da TV Globo, na noite do domingo de 16/04/1978, exibiu a reportagem A Lista das Mulheres Mais Bonitas de 1978, com base na opinião de personalidades famosas como Ivo Pitanguy, Jambert, Clodovil, Giba Um, Guilherme Guimarães, José Tavares de Miranda e Hildegard Angel. Na referida matéria, entre os nomes citados como das mulheres mais bonitas estavam o de uma única Miss: Marta Rocha (Miss Bahia, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1954) e o de Maria de Fátima Monteiro, aliás, Maria de Fátima Priolli. O sobrenome Priolli era por conta do seu casamento com Mário Priolli, dono da casa de espetáculos CanecãoJustino Martins, jornalista, justificou sua decisão por Maria de Fátima: “...ela é alegre, inteligente e com um sorriso capaz de iluminar até o Canecão.”

          Se Maria de Fátima Monteiro tivesse disputado o Miss Guanabara 1967, independente do resultado, estaria hoje na minha lista de Misses inesquecíveis. No entanto, ela continua - e continuará - na minha lista das mulheres mais belas de todos os tempos.

*****

12 comentários:

Jôka P. disse...

Muito bom, Daslan !
Maria de Fátima também é mãe da atriz e bailarina Maria Lúcia Priolli:
http://www.marialuciapriolli.com/
e avó do jovem cantor carioca de muito sucesso Felipe Dylon.
Abç,
Jôka

Jôka P. disse...

O talentoso ilustrador gaúcho Benício mora no Rio e tem o site:

http://www.benicioilustrador.com.br/

O autor da série Brigitte Montfort é o espanhol Antonio Vera Ramires (Lou Carrigan), um amigo pessoal e muito querido que se corresponde regularmente comigo e mantém o site:
http://www.loucarrigan.com/

Parabéns pelo blog! Sucesso !

DASLAN MELO LIMA disse...

Recado para Jôka P. :

Muito grato pelo seu contato e informações.
Apenas um detalhe: no site da atriz Maria Lúcia Priolli consta que ela tem 46 anos de idade, portanto, nasceu em 1963.
No ano de 1967, Maria de Fátima Priolli não ousaria aparecer para a mídia como candidata ao Miss GB, caso tivesse uma filha.
Talvez Maria Lúcia seja filha de um relacionamento anterior ao casamento de Maria de Fátima com o dono do Canecão.

DASLAN MELO LIMA disse...

Pesquisando na Internet, acabei de ler no www.vibeflog.com/vidadeartista/p/18288965 uma declaração de Maria Lúcia Priolli, onde ela diz que o seu pai, Salvador Priolli, foi fundador do Canecão, juntamente com o primo Mário Priolli.
Portanto, a atriz Maria Lúcia Priolli não é filha e nem Felipe Dylon é neto de Maria de Fátima.

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Mucíolo Ferreira, via e-mail.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Daslan,

o nosso muitíssimo obrigado em nome de todos os missólogos por facalizar na Sessão Nostalgia um personagem tão especial como foi a Maria de Fátima Monteiro. Mesmo porque ela nos roubou a possibilidade de ve-la nas passarelas do Maracanãzinho e de Miami Beach disputando com a americana Sílvia Louise Hitcochk o título de Miss Universo.
E quem sabe se não teria sido eleita Miss Universo a segunda brasileira da Era Martha Rocha?
Ou alguém de sã memória tem alguma dúvida de que Maria de Fátima não teria sido a nossa representante em 1967?

Ah, que frustração também não ter Maria de Fátima Monteiro como uma das minhas misses prediletas. Agora, alguém sabe ou descobriu o verdadeiro motivo de sua desistência de candidata a candidata a Miss Guanabara naquele ano?
Acho que a desistência foi motivada pelo fato dela ter sido lançada pela revista Manchete, concorrente direta da O Cruzeiro, dos Diários Associados, que promoviam o concurso. Foi briga de gente grande.

Uma semana iluminada a todos os leitores do blog Passarela Cultural, especialmente ao editor e amigo Daslan Melo.

Abraços e beijos.

Muciolo Ferreira
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail recebido da atriz e bailarina Maria Lúcia Priolli:
"Oi Daslan , tudo bom? A Maria de Fátima é minha prima, realmente ela é muito linda mesmo. Minha mãe é a Maria Victória! Bjs, Maria"

Stanislaws booker disse...

Daslan,

muito bom o blog. Eu estou fazendo uma coleção das capas das ilustrações do Benício para a serie de livro de Brigitte Montford (Lou Carrigan) ... A semelhança é incrivel das fotos da Maria de Fátima com as ilustrações ... mas eu nunca vi a menção pelo Benício do nome da sua musa nas entrevistas.

Saudações bibliofilas

Stanislaws

http://blibiomania.blogspot.com/

Anônimo disse...

A LINDISSIMA MARIA DE FATIMA RODRIGUES, E DEPOIS LINS ANTES DE SER PRIOLI, TEM FOTOS DA REVISTA MANCHETE DO CASAMENTO DELA COM CLAUDIO LINS NUMA LINDA CASA DA AV VISCONDE DE ALBUQUERQUE NO CANAL DO LEBLOM

Anônimo disse...

INCRÍVEL QUE, COM MAIS OU MENOS UNS OITO ANOS DE IDADE, EU NOTEI A SEMELHANÇA DESTA MOÇA COM A BRIGITE MONFORT....

Anônimo disse...

Que incrível reportagem!Quanta informação uma mulher pode nos dar!Realmente ela é linda e lembro de alguns fatos.Provavelmente teria ganhado o Miss GB 67 e Vera teria ficado com o Vice.Vera,tbm morena de olhos claros.Abraços, japão

Anônimo disse...

lembrei:não era ela q fazia o maior sucesso na praia?Depois casou e foi para a Europa?qto à revista,lembro,mas nõa associei à MF.iiiii!vou ter que comprar!Abraços,Japão

Anônimo disse...

Olá, pessoal !

Tenho aqui o livro do Gonçalo Junior sobre o incomparável Benício e todas as suas magníficas ilustrações !
Gostaria de saber se há algum lugar onde possa encontrar imagens atuais da Maria de Fátima Priolli ?
Já vasculhei bastante e nada encontrei até agora...

Abraços a todos !

Ricardo