a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 3 de junho de 2017

SESSÃO NOSTALGIA - Mercedes Elizabeth del Carmen Carrascosa Von Glehn, Miss Minas Gerais 1960


Daslan Melo Lima

       A jovem de nome extenso, carinhosamente apelidada de Liba, continua sendo um ícone da cidade mineira de Lavras (cem mil habitantes, distante 237 km de Belo Horizonte) como atesta o início de uma matéria do jornaldelavras.com.br , edição de  09/08/2010.

Se recordar é viver, você terá a oportunidade de fazer isso em setembro: lembrar da Liba, da ZYI-6, do disco voador de Lavras e dos bailes do D.A. Em setembro, o Clube de Lavras vai promover um baile para marcar época, garante sua diretoria. Será o Baile Anos Dourados, com a banda Big Band Show, a melhor banda lavrense do gênero. Serão músicas de sucesso da década de 60. A Big Band vai levar um repertório musical que vai mexer com as lembranças daqueles que, na década de 60, frequentavam a praça Augusto Silva, no tradicional "rela e redondo". Época em que o coração tremia quando a nossa eterna miss Minas Gerais, Mercedes Elizabeth del Carmen Carrascosa Von Glehn, a Liba, passava.


Minas deu Elizabeth Carrascosa, sobrenome injusto para tanta delicadeza feminina. ***** As misses mais aplaudidas pela multidão-júri foram as de Minas, Pernambuco, Guanabara e Estado do Rio. Na base de plebiscito leigo – se rumor de palmas significasse diploma de beleza – algumas delas seriam as primeiras colocadas. E Miss Minas, a mais ovacionada, seria Miss Brasil. ***** Vinte e oito mil pessoas se reuniram no Maracanãzinho para ver a eleição de Miss Brasil. (Revista O Cruzeiro, Ano XXXII, nº 37, 25 de junho de 1960).
---------------

O Cruzeiro, Ano XXXII, nº 37, 25 de junho de 1960

Em maiôs Catalina, as oito finalistas do concurso Miss Brasil 1960. Da esquerda para a direita:
Miss São Paulo, Erica Bertha Lirkus, 8º lugar;
Miss Amazonas, Vanja Nobre Jacob, 7º lugar;
Miss Rio Grande do Sul, Edda Logges, 5º lugar;
Miss Pernambuco, Maria Edilene Torreão, 3º lugar;
Miss Guanabara, Gina MacPherson, 1º lugar;
Miss Brasília, Magda Renate Pfrimer, 2ºlugar;
Miss Minas Gerais, Mercedes Elizabeth del Carmen Carrascosa Von Glehn, 4º lugar;
Miss Estado do Rio, Marzy Moreira, 6º lugar.
------------------

Quarto lugar no Miss Brasil 1960. Elizabeth Von Glehn, Miss Minas Gerais, 1,71m, 59Kg, busto 90cm e quadris 95cm. (Revista Manchete, Ano 8, nº 427, 25 de junho de 1960).

----------


         No dia 27 de janeiro de 1961, entre catorze candidatas, Elizabeth Carrascosa foi eleita em Manizales, Colômbia, Rainha Internacional do Café. Com o titulo, ela ganhou um automóvel da marca Volkswagen, o célebre  fusca, um dos maiores sonhos de consumo da época. 





          Por onde  anda aquela jovem que, se dependesse dos aplausos, poderia ter sido a Miss Brasil 1960? Soube recentemente que teria se tornado diplomata. 
      Comprovadamente sei apenas que Mercedes Elizabeth del Carmen Carrascosa Von Glehn a doce Libaque tão bem cantava e declamava, continua sendo um ícone da cidade mineira de Lavras, cinquenta e sete anos depois de ter sido a quarta colocada no concurso Miss Brasil. 
          Miss para sempre Miss. 

*****

Nenhum comentário: