*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ NO BLOG PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 697, referente ao período de 09 a 15 de dezembro de 2018. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim / WhatsApp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 28 de abril de 2018

SESSÃO NOSTALGIA - Eliane Azevedo, Miss Rio Grande do Norte 1976, para o além do sem fim, para além da aurora


Daslan Melo Lima


Eliane Maria Rocha de Azevedo, Miss Rio Grande do Norte 1976 


        Foi com muita tristeza que na sexta-feira da semana passada, 26 de abril, a cidade de Jardim do Seridó, no Rio Grande do Norte, acompanhou o sepultamento do corpo de uma das suas personalidades mais ilustres, Eliane Maria Rocha de Azevedo, Miss Jardim do Seridó e Miss Rio Grande do Norte 1976. Ela lutava contra um câncer e foi vítima de uma parada cardíaca na quinta-feira, 26 de abril,  em Natal, RN, exatamente no dia do seu aniversário, quando completava 60 anos de idade.
        Soube da notícia através do Quintino Medeiros, historiador e educador de São João do Sabugi, RN, que me deu a noticia através do WhatSapp, às 17h44min do dia 26.

            Boa noite, Daslan.
       Quem faleceu agora à tarde foi a Miss RN 1976, Eliane Rocha Azevedo, que era minha parente distante, a mãe dela era de São João do Sabugi. Ela residiu muito tempo em Camboriú, SC, mas desde o ano passado estava em Natal, fazendo tratamento contra o câncer.
          Eliane frequentou São João do Sabugi quando mais jovem, mas eu era adolescente, não tive contato. Possuía tios e primos legítimos aqui. Foi para São Paulo, onde trabalhou na indústria metalúrgica. Lá conheceu o marido, que era de Santa Catarina. Foram morar em Camboriú, onde tiveram um casal de filhos. Trabalhava como manicure. Descobriu câncer no esôfago ou na garganta. Desde julho de 2017, residia em Natal, acolhida por uma irmã funcionária da Petrobrás. Veio buscar tratamento para o câncer. Teve uma parada cardíaca no dia em que completou 60 anos.
----------

Eliane Azevedo, eterna Miss Rio Grande do Norte 1976


Cartão confeccionado para distribuição com os fãs. (Acervo de Cassio Pereira, Cruzeta, RN).  
---------


A jardinense Eliane Maria Rocha de Azevedo, desfila em vestido de noite confeccionado pelo estilista Di Carlo. Palácio dos Esportes, Natal, RN, maio de 1976.
 ----------



Eliane Azevedo recebe a coroa de Miss RN 1976, das mãos da santacruzense Newman Damasceno. Palácio dos Esportes, Natal, RN, maio de 1976.

---------


Eliane Azevedo, vestindo o traje típico de "Salineira". ***** Perguntei ao Quintino Medeiros se Eliane era família de Edith Azevedo, Miss Jardim do Serido e Miss RN 1966. Resposta: "Quase todo mundo em Jardim do Seridó é Azevedo. O primeiro nome do lugar foi Conceição do Azevedo, alusão à padroeira da capela e ao fundador. Devem ser do mesmo tronco parental."
 ----------
Eliane Azevedo em seu desfile triunfal ao chegar em Jardim do Seridó. 
----------


Miss Rio do Grande do Norte 1976, Eliane Azevedo, desfila no Mercado Público de São João do Sabugi, no mês de setembro de 1976, em evento social organizado pela primeira turma concluinte do Ensino Fundamental da Escola Municipal Padre Joaquim Félix. Um simples biombo compõe o cenário para a apresentação da mais bela potiguar, nascida em Jardim do Seridó, mas com ascendência materna em São João do Sabugi. (Fotografia do acervo de Ryba Dantas Medeiros) 

 ----------



Eliane Azevedo de turbante, na extrema direita, perto de uma pilastra, no baile de conclusão do Ensino Fundamental (então chamado Curso Ginasial) da Escola Municipal Padre Joaquim Félix, realizado no Mercado Público de São João do Sabugi, RN, em 15/01/1977. Eliane foi a madrinha da turma.
----------
A jardinense Eliane Rocha de Azevedo se despede de seu reinado de beleza, usando o vestido azul assinado pelo paraibano-pernambucano Marcílio Campos (1930-1991), com o qual desfilou no Miss Brasil. Era junho de 1977. Recebendo a coroa, Cenira Siqueira Marques que representou o América Futebol Clube.
----------

Eliane Azevedo, para além do sem fim, para além da aurora

E hoje, ela partiu como quem se foi. Para o além do sem fim... para além da aurora. No trampolim do sem fim das estrelas, até onde alcançam o pensamento e o coração. Se transformou em luz e ultrapassou os portais da memória. Nossa tristeza natural nos acabrunha, mas a fé ergue-nos outra vez, pois temos a certeza que um dia todos nós nos encontraremos. Beijos de saudades. Para a amiga que sempre foi. Para a jardinense que tanto amou essa terra. Como filha, mãe, esposa, irmã e mulher, a dignidade e o orgulho da cidade que te viu crescer e lhe receber de braços abertos como nossa mais linda flor. Parte, deixando seu nome escrito no mosaico de nossas vidas. Eternas lembranças! Amigos não morrem... partem para a vida eterna. O nosso amor a guiará em seu novo amanhecer! José Renato Azevedo, geógrafo, educador, natural de Jardim do Seridó, RN.

----------


          No dia 15 de abril, onze dias antes de fazer a Grande Viagem, Eliane Azevedo postou a foto acima em seu Facebook com  a seguinte legenda: "Resistência é meu nome. Maria Bonita. Cadê vc, Lampião???

          Uma Miss não morre, assim como não morre o belo que norteia nossa paixão pelas misses. Em outra dimensão, faixa, coroa, manto e cetro têm outra conotação. Mas a vida e os sonhos continuam, nas passarelas passageiras do planeta e nas iluminadas de outra dimensão.

*****
Fontes/Agradecimentos:
Quintino Medeiros
José Renato Azevedo
Em Memória de Eliane Azevedo,

2 comentários:

Anônimo disse...


Daslan

a morte de uma miss é a única notícia que não gosto de ver na Sessão Nostalgia. Mas até isso você como um poeta espiritualizado sabe transformar a dor da perda em suaves recordações.

muciolo ferreira

Anônimo disse...

Que pena! Que Deus a tenha na luz. É a terceira paticipante daquele Miss Brasil que nos deixa. A paulista vencedora Kátia Moretto e a quarta colocada, a matogrossense Suely Vaccaro também já partiram.