a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 648, referente ao período de 03 a 09 de dezembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

SESSÃO NOSTALGIA - ÂNGELA AGRA GALVÃO, O PERFIL DE CONSUMIDOR DA MISS PERNAMBUCO 1978

Daslan Melo Lima

      O ano era 1978, quando Ângela Agra Galvão, Miss Clube Português do Recife, foi eleita Miss Pernambuco e quinta colocada no Miss Brasil. Ângela Agra Galvão marcou época como uma das mais belas misses pernambucanas de todos os tempos.


Ângela Agra Galvão, Miss Clube Português do Recife, na noite em que foi eleita Miss Pernambuco 1978. O senhor que aparece ao fundo é o sempre lembrado Paulo Max, que apresentou o desfile e por muitos anos foi o apresentador do concurso Miss Brasil. A imagem, publicada no Diario de Pernambuco, faz parte do meu acervo e está autografada por Ângela.
----------

Lista das candidatas ao Miss PE 1978.
----------


As 10 semifinalistas do Miss Pernambuco 1978.  (Foto-reprodução do Diario de Pernambuco, Acervo DML) 
----------
Vestindo maiô Catalina, as cinco finalistas do Miss PE 1978, aguardando o resultado final. À direita, Zilene de Sá Torres, Miss Goiana, Miss Pernambuco 1977. (Foto: reprodução do Diario de Pernambuco, acervo DML). 
----------
O Top 5 do Miss PE 1978, aguardando o apresentador Paulo Max anunciar o resultado final. Da esquerda para a direita: Josetilde Herminio Muniz, Miss Santa Cruz do Capibaribe, quarto lugar; Margaret Barros da Silveira, Miss Clube Internacional do Recife, segunda colocada; Valdelice Gomes de Araújo, Miss Arcoverde, quinto lugar; Ângela Agra Galvão, Miss Clube Português do Recife, primeira colocada; e Amarília Cristina Sobreira Wogeley, Miss Santa Cruz Futebol Clube, terceiro lugar.  ***** Foto Acervo/Ângela Agra, blog do Fernando Machado.
----------
Ângela Agra Galvão, Miss PE 1978,  coroada por sua antecessora Zilene de Sá Torres, Miss PE 1977.  ***** Fotos: reprodução do Diario de Pernambuco. 

-----
      No Jornal do Commércio, Recife, de 11/05/1992, o jornalista Fernando Machado focalizou Ângela Agra Galvão na coluna Perfil do Consumidor, que ora resgato para o mundo virtual como um precioso documento da vida de um ícone da beleza pernambucana.

PERFIL DO CONSUMIDOR - ÂNGELA AGRA GALVÃO

Foi atleta por vocação, Miss por teimosia e manequim por acaso. Estamos-nos referindo à bonita recifense Ângela Agra Galvão, a Miss Pernambuco de maior estatura em todos os tempos e quinta colocada no Miss Brasil, em 1978. Criada nas quadras do Clube Português, jamais passou pela sua cabeça que um dia iria trocá-las por uma passarela: “Não fosse querer chamar atenção para um ex-namorado e o desafio feito com o meu irmão, Eduardo Agra.”

Ângela Agra é uma mulher inteligente e acima de tudo decidida. Começou estudar Arquitetura, por influência da família, e ao notar que não era aquilo que queria, foi estudar Pedagogia e depois Processamento de Dados. Na época do concurso foi considerada a antimiss, por não seguir a receita tradicional de acordar e passar todo o dia maquilada. “Não nasci para calçar sapatos de saltos altos e sim o tênis”, confessa Ângela Agra.

Ângela, que foi Rainha dos Jogos Estudantis Brasileiros, em 1974, em São Paulo, praticava vários esportes, como natação, balé aquático e basquete, e chegou a ser convocada para a Seleção Brasileira. No seu apartamento, Ângela decora as paredes com medalhas e fotos de tempo de Miss e modelo internacional, pois foi a única pernambucana a desfilar em Paris, sem apresentação de uma agência de modelos.

Bonecas e troféus cobrem os móveis do seu quarto. Mas tudo isso são coisas do passado. Durante o ano em que morou na França, desfilou para Gucci e Cholé e, em Milão, para Saint-Laurent. Já trabalhou na Telebrás, mas teve de trocá-la pela França. Atualmente, tem uma empresa de representação e desfila somente por hobby, para a Pallon ou promoções beneficentes.

Como consumidora, faz a linha polêmica. Seu político internacional é Kennedy e, o local, Arraes. Se fosse convidada para fazer um comercial de tevê, doaria o cachê para os meninos de rua e seu sonho é desfilar numa passarela em Tóquio. Agora, vamos conferir:

A Miss que é a cara do BrasilMarta Rocha (Miss Bahia, Miss Brasil e vice-Miss Universo 1954)
A Miss que é a cara de PernambucoVioleta Botelho (Miss Clube Português do Recife e terceira colocada no Miss Pernambuco 1957)
A grande dama da beleza mundialGrace Kelly
A grande dama da beleza nacionalIeda Maria Vargas (Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil e Miss Universo 1963)
A grande dama da beleza localVera Maria Costa
Maiô ou biquíniMaiô
Uma mulher bonitaSilvia Pfeiffer
Um homem bonitoAndy Garcia
Uma mulher inteligenteCecília Meireles
Um homem inteligenteDanton
Um símbolo sexual - Mel Gibson
Posaria nua para PlayboySim
Restaurante a que gosta de irChez Bernard
Comida preferidaSaladas
Sobremesa preferidaProfiteroles
Com quem gostaria de se esbarrar no Shopping CenterAntónio Fagundes
PerfumeChloé
Sabonete - Giovanna Baby
XampuGiovanna Baby
Pasta dentalColgate
DesodoranteNão uso
CabeleireiroEdelson
Cidade dos seus sonhosParis
Cidade a que gostaria de voltarBaden-Baden, na Alemanha
Filme InesquecívelSociedade dos Poetas Mortos
Ator de cinemaRobert De Niro
Atriz de cinemaJodie Foster
Um político mundialJohn Fitzgerald Kennedy
Um político nacionalTancredo Neves
Um político localMiguel Arraes
Um mitoPablo Neruda
Uma personalidadeCarlos Drummond de Andrade
Quem levaria para uma ilha desertaTom Selleck
Quem deixaria por lá para sempreJean-Marie Le Pen
Um fotógrafoJ. R. Duran
Quem gostaria de ser pelo menos por 24 horasSempre eu
Uma jogadora de BasquetePaula
Um jogador de BasqueteMichael Jordan
Como você definiria uma concentração – Como um convento
Uma quadra onde gosta de jogarBoston Garden
Um compositorTom Jobim
Um cantorMilton Nascimento
Uma cantoraElis Regina
Quem gostaria que compusesse uma música para vocêChico Buarque
Hino musicalÁguas de Março
Um frevo gostosoVassourinhas
Um compositor de frevoCapiba
Pelé ou GarrinchaPelé
Náutico ou SportNáutico
Melhor tática para conseguir alguma coisa de alguémDiplomacia e paciência
Quem gostaria que escrevesse sua biografia – Paulo Coelho
Livro de cabeceiraA Bíblia
EscritorJorge Amado
Revista que gosta de lerInterview, Le Point e Veja
Gostaria de ser capa de qual revistaElle, mas a francesa
A página que mais gosta de ler num jornalEconomia
E a que detestaPolicial
Melhor companhia para a solidãoUm bom livro
O que não pode faltar na sua geladeiraLeite e mel
Um médicoAdib Jatene
Um dentistaOlga Laranjeiras
Marilyn Monroe ou Greta GarboMarilyn Monroe
O que você gostaria de ver escrito no seu túmuloObrigada meu Deus, por me ter dado a oportunidade de viver
Vassourinhas ou LenhadoresVassourinhas
O que faz quando leva uma cortada no trânsitoXingo
As palavras mais bonitas da Língua PortuguesaFelicidade e saudade
E as mais feiasMiséria, ódio e vício
Santo protetorNossa Senhora do Perpétuo Socorro
Boa Viagem ou OlindaOlinda, Cidade Alta
Bebida - Vinho
Mal do séculoAids e as armas nucleares
Bem do séculoA derrubada do muro de Berlim
Uma passarela que gosta de pisarUma passarela em Tóquio
Endereço favorito para comprasMilão, na Itália, quando possível
Gostaria de fazer um comercial para que empresaRhodia ou Nestlé
E para quem doaria este cachêPara os meninos de rua
EstilistaAzzedine Alaia
Gostaria de desfilar para que estilista internacionalYohji Yamamoto, Jean Paul Gaultier e Ferré
Pensamento“As perseguições não atingem a alma quando são injustas, Sócrates bebeu veneno com um sorriso e Paulo recebeu o apedrejamento na alegria. É somente nossa consciência, quando culpada, que causa nossa infelicidade” (Gibran Khalil Gibran)


Ângela Agra Galvão na comissão julgadora do "Beleza Pernambuco 2004." (Foto: Fernando Bandeira Diniz)
-----

      O recorde de ser a Miss Pernambuco de maior estatura de todos os tempos já não é mais de Ângela Agra Galvão, que media 1m82cm de altura. Pertence a Wilma Gomes, 1m84cm, Miss Faculdade Maurício de Nassau, Miss Pernambuco, Miss Simpatia Brasil e quarta colocada no Miss Brasil 2007.

      Ângela Agra Galvão continua merecendo todo o respeito e carinho dos pernambucanos. De vez em quando, ela é notícia nas colunas sociais. Aonde chega, chama atenção e as pessoas começam a fazer observações entre si e a tecer comentários desse tipo: “Ela continua linda e tinha tudo para ser a Miss Brasil 1978.”

      Em 2004, no Teatro Barreto Junior, Recife, quando da realização do concurso Beleza Pernambuco, promovido por Fernando Bandeira Diniz, fiz parte da comissão julgadora sentado ao lado de Ângela Agra Galvão. Ela estava belíssima, elegante, tranqüila, praticamente sem maquiagem alguma, porte de princesa, lembrando a inesquecível Grace Kelly.

      Até hoje penso que vivi um sonho. Em 1978, eu estava nas arquibancadas do Geraldão, torcendo por Ângela Agra Galvão. Só voltei a vê-la pessoalmente em 2004, sem a distância das arquibancadas, pois a deusa ali estava, a poucos centímetros dos meus olhos, dos meus sentimentos e dos meus sonhos mais sonhados.

*****

5 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário postado por João Ricardo Camilo Dias no MBonB, www.voy.com/185349/, em 23/03/2003:

Década de 70. O concurso de Miss Pernambuco continuava sendo realizado na passarela do Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães, no Recife.

Após uma sucessão de vitórias interioranas, incluindo-se aí o tri-campeonato da cidade de Serra Talhada (1973, 74 e 75), a primeira expectativa para o título permanecer na capital só aconteceu em 1978, quando os clubes rivais Internacional e Português finalmente se organizaram para acabar o jejum de títulos da capital pernambucana, que elegeu sua última Miss Pernambuco em 1972 (Madalena Jácome de Brito, Miss Centro de Relações Públicas e 4ª colocada no Miss Brasil).

A plástica perfeita da atleta campeã brasileira de basquete juvenil: 1,82 m de altura! Dentre alguns pontos em comum, a loirice das duas candidatas, e a ruidosa torcida, que em muito abrilhantava os quase 10.000 lugares do Geraldão, numa promoção que tinha a marca do sucesso impressa pelo Diário de Pernambuco e Tv Tupi, Canal 6 do Recife.

O concurso era transmitido ao vivo para o estado, sendo gravado para posterior distribuição na Paraíba , R. G. do Norte e Alagoas. Chamava a atenção a presença marcante de Paulo Max como apresentador. Ele mesmo! Antes de Brasília, fazia sua escala no Recife. E mesmo com ótimas opções para fazer voltar Pernambuco ao patamar de favoritas, o apresentador esteve atento a beleza da Miss Clube Português do Recife: seu conjunto o impressionara pelos 1,82 m de altura - a plástica vigorosa de atleta campeã brasileira de basquete interclubes pelo clube da elegante Avenida Rosa e Silva, e o jeito nordestino de ser loira, que logo lhe conferiu comparações a Vera Fischer!

O tarimbado apresentador, poucos minutos antes do resultado final, e sob os rumores de mudança do veredicto dos jurados para "continuar" beneficiando possíveis indicações dos patrocinadores ( nos anos 70, Pernambuco premiava sua Miss com um automóvel modelo Chevette), atestou que só anunciaria Miss Pernambuco 1978 se Ângela Agra Galvão fosse realmente a vencedora, tamanho absolutismo da loirinha entre suas concorrentes.

Ângela Agra logo virou sensação. Pernambuco, que durante os anos anteriores chegou a eleger Misses mignons (Ana Almeny foi eleita em 1970 com apenas 1,62 m de altura) , tinha uma verdadeira arremessadora de bolas ao cesto como sua rainha. Em Brasília, incorporou o padrão de favorita ao lado de Miss SP, sendo comparada sempre a Vera Fischer, com o respaldo maior do querido apresentador do certame. Mas não bastou. Num dos maiores equívocos da história do Miss Brasil, onde nada se salvou, a bela pernambucana chegou a uma magra quinta colocação, injustificada até hoje, 25 anos depois.

Parabéns, Ângela Agra Galvão, pelos 25 anos de muito sucesso como a eterna Miss Pernambuco.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Mucíolo Ferreira, via e-mail.

Daslan ,
que maravilha poder rever Ângela Agra Galvão na Sessão Nostalgia desta semana!

Que me perdoem Sônia Maria Campos, Dione Oliveira, Edilene Torreão, Suzy Rêgo, Wilma Gomes, Débora Deggy e minha miss-irmã de coração Zayra Pimentel, mas a verdade deve ser dita: Ângela Agra foi, sem sombra de dúvidas, a mais completa Miss Pernambuco de toda a história do concurso. E o Miss Brasil de 1978 foi o pior de sua existência nos quesitos resultado, injustiça, equívocos e desonestidade, quando mandou para o 5º lugar a favorita do público e da mídia. Até porque a candidata de Pernambuco tinha beleza comparada à da Princesa Grace Kelly e considerada uma espécie de Vera Fischer melhorada, mais preparada e com chances reais de ser eleita Miss Universo naquele ano de 1978. Mas os eternos "jurados" desonestos ou "comprados" não deixaram e quem perdeu foi o Brasil ao eleger uma jovem sem nenhuma chance. E deu no que deu.

edilene caetano disse...

oi gostaria de participar desta pagina culturaltambem neste aNO EU PARTICIPEI DESTE COMCURSO REPRESENTANDO O MISS SESI NO GERALDAO .HOJE ESTOU CASADA TENHO DOIS FILHOS TENHO 47 ANOS EU GOSTARIA MUITO DE PODER FAZER UMA COMUNIDADE DE TODAS AS MISSES QUE PARTICIPARAM NESTA EPOCA MEU NOME EDILENE CAETANO DA SILVA

DASLAN MELO LIMA disse...

Recado para Edilene Caetano, Miss Sesi 1978:
Por gentileza, faça contato comigo ataravés do seguinte e-mail: daslan@terra.com.br

Edson Oliveira disse...

Já havia lido esta matéria. Hoje reli com mais atenção e fiquei encantado com a classe e a elegância da Angela Agra. E concordo com todos os outros que disseram que foi a maior perda para o Miss Brasil a classificação de uma Miss deste porte em um quinto lugar. Para ela não fez diferença,mas para o concurso, uma inegável maldade.