a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 648, referente ao período de 03 a 09 de dezembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 12 de novembro de 2011

SESSÃO NOSTALGIA - ADRIANA CABRAL E AS DUAS SABRINAS DO MISS PERNAMBUCO 1998

Daslan Melo Lima

           Era uma noite de sexta-feira, 20 de março de 1998. Eu estava no Clube Português do Recife para assistir ao concurso Miss Pernambuco 1998. Entre as candidatas que alimentavam o sonho de representar o Leão do Norte no Miss Brasil estavam duas jovens maravilhosas chamadas Sabrina: a loura Sabrina Antunes, minha favorita, 19 anos, Miss Clube Português do Recife, e a morena Sabrina Leandra Gomes, 18 anos, Miss Clube Náutico Capibaribe, que tinha sido eleita Rainha do Carnaval daquele ano.  

 
 Sabrina Antunes, Miss Clube Português do Recife, terceira colocada no Miss Pernambuco 1998.
.....
          Embora o Miss Brasil naquela época estivesse vivendo uma fase atípica, de pouca divulgação na mídia, o Miss Pernambuco conseguiu várias páginas nos principais jornais do Estado, páginas estas que compartilho com todos vocês como documento de um tempo que se foi. 

       A vencedora do Miss Pernambuco 1998 foi a loura Adriana Cabral, Miss Caruaru, 22 anos.  A escolha surpreendeu público e jurados, já que a disputa, pelo menos nas palmas e torcidas na platéia, esteve durante o desfile entre Português, Náutico e Goiana. Miguel Braga, organizador do concurso, se dizia recompensado pela escolha, e o empresário Geraldo Uchoa, muito satisfeito por ter optado pela maior cota (R$ 8 mil) de patrocínio. Na avaliação de Orismar Rodrigues, do Jornal do Commercio e membro do júri, esse tipo de concurso mostra que embora já tenha passado a sua fase de glamour, ele mexe ainda com a magia da beleza. Orismar revelou que sua preferida era a candidata do Português, que levou o prêmio de melhor traje de gala, criação de Ricardo de Castro. (Jornal do Commercio, Recife, 23/03/1998). 
 
Na matéria do Jornal do Commercio-Recife, 23/03/1988, por lapso, o nome da vencedora do Miss Pernambuco 1988 saiu Adriana Caleral, quando o correto seria Adriana Cabral.
O perfil de Adriana Cabral, Miss Caruaru, Miss Pernambuco 1988
     A mineira Nayla Micherif, Miss Brasil 1987,marcou presença na festa.  
.....


O Top 3 do Miss Pernambuco 1988, Sabrina Antunes, Adriana Cabral e Sabrina Leandra Gomes.

     E assim já se passaram 13 anos. As mais belas imagens que trago daquele Miss Pernambuco continuam sendo as das duas Sabrinas, Sabrina Antunes, terceira colocada, eleita no ano seguinte Rainha do Baile Municipal do Recife, e Sabrina Leandra Gomes, segunda colocada, que recebeu a faixa de Musa Pernambuco e representou o Estado do Amapá no Miss Brasil 1998. E nesta 13ª madrugada de novembro de 2011, pergunto ao silêncio por onde andam aquelas Sabrinas maravilhosas. Como ele não responde, imagino que continuam lindas, mais lindas do que naquela sexta-feira de março de 1998. 
    
*****

Um comentário:

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail enviado por Muciolo Ferreira, jornalista, Recife-PE
>>>>>>>>>>

Percebe-se que não são de hoje os vários equívocos ocorridos no Miss Pernambuco, desde que essa competição dexou de ser realziada pela Empresa Jornal do Commercio, em 1989.

Espero, sinceramente, que a Band tomando rédeas dos concursos estaduais com sua empresa de eventos, quem sabe não teremos pernambucanas melhor escolhidas e mais competitivas no certame nacional. E que os "equívocos" fiquem no passado e sejam lembrados apenas como fonte de pesquisas.

Conheci bem de perto as duas Sabrinas. Eram lindíssimas, pois participaram do concurso Rainha do Baile Municipal, na época de ouro desse evento, do qual eu fui por 20 anos(1980/2000) o assessor de imprensa do baile e organizador do concurso, junto ao empresário Assis Farinha - da Ele Ela Modas.

Parabéns, Daslan, pela Sessão Nostalgia.

Muciolo Ferreira

>>>>>>>>>>