a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 645, referente ao período de 12 a 18 de novembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 6 de julho de 2013

SESSÃO NOSTALGIA – CARMEN TERESINHA LUCCA, TÂNIA MARA FRANCO E AINO KORVA, AS VICES DE IEDA MARIA VARGAS

Daslan Melo Lima
 
PRÓLOGO
 
Ieda Maria Vargas com a revista Manchete onde aparece na capa com a faixa, coroa e trofeu de Miss Universo 1963. ***** Foto: Facebook
 
          No dia 22 de junho, fez 50 anos que Ieda Maria Vargas, Miss Rio Grande do Sul, foi eleita Miss Brasil. No dia 20 deste mês, fará meio século que ela conquistou o título de Miss Universo. No dia 21 do mês passado, no Hotel Casa da Montanha, em Gramado-RS, uma  exposição e um jantar anteciparam a celebração dos  50 anos da conquista do seu título de Miss Universo. Ieda é digna de todas as homenagens, sem dúvida alguma, mas o alvo desta Sessão Nostalgia é  resgatar um pouco daquelas jovens que quase deixaram Ieda Maria Vargas em segundo plano. Garotas que ficaram como suas vices nos concursos Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil e Miss Universo daquele terceiro ano de uma década que mudou a face do planeta terra.
-----
 
  CARMEN TERESINHA LUCCA,
VICE- MISS RIO GRANDE DO SUL 1963
     


Carmen Teresinha Lucca - Foto: O Cruzeiro


Carmem Teresinha Lucca, Miss Passo Fundo,  estudante de piano, aluna do último ano de Filosofia e professora de matemática da terceira série ginasial  foi  a segunda colocada no Miss Rio Grande do Sul 1963, perdendo por diferença de um ponto para Ieda Maria Vargas. Antes de ser Miss Passo Fundo, Carmen tinha sido coroada Rainha do Comercial e Rainha do Carnaval. Em outubro do mesmo ano, no Clube Pinheiros, em São Paulo-SP, foi  a grande vencedora da fase nacional e internacional do concurso Miss Objetiva, sendo destaque nas mais importantes revistas brasileiras da época, sete páginas da O Cruzeiro e duas da Manchete. No dia 02/08/2008, Carmen Teresinha Lucca recebeu um tributo deste blog,   http://passarelacultural.blogspot.com.br/2008/08/sesso-nostalgia.html


----------

                                        TANIA MARA FRANCO,
VICE-MISS BRASIL 1963
    

Tânia Mara Franco - Foto: Manchete
Tânia Mara Franco, Miss Paraná, foi a Miss Fotogenia do Miss  Brasil, eleita  por um júri de nove fotógrafos. Perdeu o título de Miss Brasil 1963 para Ieda Maria Vargas por um ponto. ***** “Foi assim a classificação: Ieda, 8 pontos; Paraná (Tânia Mara Franco) 7 pontos...” (O Cruzeiro, 13/07/1963) ***** “Declarações de Tânia Mara Franco, Miss Paraná: Tenho 18 anos, nasci em Ponta Grossa, mas moro no oeste do Paraná, em Guarapuava, a caminho das Cataratas do Iguaçu, beleza natural que todo brasileiro deveria conhecer. Tenho dois irmãos que adoro, gosto de cantar e praticar esportes. É claro que já li O Pequeno Príncipe. Estou fazendo o 2º ano normal e não tenho namorado. Mas é evidente que sonho ser dona de um lar...”(Manchete, 06/07/1963). ***** Tânia Mara Franco representou o país no concurso Miss Beleza Internacional, classificando-se entre as 15 semifinalistas.
 
----------


AINO KORVA, VICE-MISS UNIVERSO 1963
     

Aino Korva - Foto: Manchete
  
Aino Korva, Miss Dinamarca, 20 anos, foi vice de Ieda Maria Vargas no Miss Universo. Um mês antes, 07 de junho, em Beirute, Líbano, tinha conquistado o terceiro lugar no Miss Europa. Em novembro de 1963, disputou o Miss Mundo e ficou em quarto lugar. Voltou às passarelas no ano seguinte e obteve o segundo  lugar no Miss Escandinávia. Aino Korva  apareceu na capa da Playboy em 1968.




----------  
                              
 EPÍLOGO
            Um ponto a menos, um ponto a mais; um minuto, um segundo, um gesto, uma atitude...  a menos ou a mais, podem fazer a diferença de toda uma vida. Carmen Teresinha Lucca poderia ter sido Miss Rio Grande do Sul 1963. Tânia Mara Franco poderia ter sido Miss Brasil 1963. Aino Korva poderia ter sido Miss Universo 1963. Mas no caminho das três existiu Ieda Maria Vargas.
 *****

3 comentários:

Vera Lúcia disse...

Daslan, naquele ano não tinha pra ninguém. As coroas de Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil e Miss Universo 1963 tinham que ser de uma só Miss: Ieda Maria Vargas.
Parabéns pela postagem.
Ótimo domingo.

Anônimo disse...


Daslan,

uma bela recordação das vices de Iêda Vargas.Em 1963 só deu ela. abraços,

muciolo ferreira

Edson - M. Gerais disse...

Uma atitude a mais decide tudo. Isto é histórico e é atual demais. Atitude é fazer a diferença. Bela crônica das vice-misses.