a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 620, referente ao período de 21 a 27 de maio de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 24 de maio de 2014

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Higor Romário e Hércules - Prof. José Mendes, 40 anos sem o mito

UM FATO EM FOCO


Higor Romário e Hércules Jr são dois adolescentes timbaubenses que fazem parte da Sub-15, divisão de bases do Sport Club do Recife. Ambos já foram focalizados na revista TIMBAÚBA EM FOCO, mas  aqui estão, pela primeira fez, em PASSARELA CULTURAL, mostrando suas caras e falando dos seus sonhos, de Timbaúba para o mundo. 

      Higor Romário Correia Leite, 14 anos a completar no dia 13 de julho, é filho de Jorge José Ferreira Leite e Christiane Alves Correia Leite. Higor participou este ano do Efipan, Encontro de Futebol Infantil Pan-americano, competição internacional de futebol infantil disputada anualmente na cidade de Alegrete, no Rio Grande do Sul.
        A paixão de Higor pelo futebol começou aos cinco anos de idade, o que deixou seu pai muito feliz, pois o Romário do seu nome foi uma homenagem de Jorge José ao famoso jogador brasileiro. Disciplinado, Higor sempre conciliou os jogos com os estudos. Frequentou o Colégio Timbaubense até a sétima série e sua vida escolar está  tendo continuidade em Paulista, cidade onde está localizada o centro de treinamento rubro-negro.  Até o momento, entre amistosos e torneios, ele fez 38 gols nos 31 jogos em que atuou como atacante.
       Embora o seu rosto bonito já tenha ilustrado algumas campanhas publicitárias de uma loja da região,  confessa  que não tem interesse de investir na carreira de modelo. “Meu foco é o futebol e me vejo mais adiante cursando uma faculdade de educação física”, confessa.  Apesar dos treinos e de sua obstinação em ser um craque reconhecido nacionalmente,  Higor  não sente que está perdendo de viver sua infância e adolescência. "Faço o que gosto e no Sport temos acompanhamento de psicólogos e assistentes sociais que nos proporcionam controle emocional.” Se depender de sua obstinação e talento, Higor estará daqui a um tempo sendo focalizado nesta página como um novo Neymar ou um Cristiano Ronaldo, ídolos em que se espelha. O destino dirá.
       ----------


      Hércules Cavalcanti Lima Jr, 15 anos a completar no dia 29 de julho, é filho de Hércules Cavalcanti Lima e Fabíola Barros de França. Meu filho já nasceu praticamente jogando futebol”, diz Fabíola, acrescentando que o garoto aos dois anos de idade não queria outro brinquedo a não ser uma bola.  O pai de Hércules, conhecido como  Biliu, marcou época nos anos 90 na condição de volante do Santa Cruz, depois  do Náutico e Coritiba.

      No seu ainda pequeno currículo, Hércules tem dois títulos importantes: o de revelação infantil de 2012 e o de melhor jogador de 2013, ambos conquistados na Copa dos Bairros de Timbaúba. A disciplina que norteia sua vida de adolescente não é fácil, mas ele adora. Mora no Recife, na concentração do rubro-negro, cursa pela manhã a oitava série no Colégio Poeta Manoel Bandeira e treina todas as tardes. “Sinto muitas saudades da minha família, mas me conformo porque todos os finais de semana venho a Timbaúba, enquanto há colegas que moram muito longe e só têm contato com os parentes uma vez por ano”, afirma.
      Hércules está determinado a ir além do que foi Biliu. “Lá na frente, quero conciliar o   futebol com uma faculdade de administração de empresas. Vivo atento aos conselhos de minha mãe e, principalmente,  do meu avô Fernando José Travassos de França, o popular Fernando Cabeludo. Quero retribuir a eles toda dedicação e carinho, esforçando-me para ser um profissional bem sucedido”, confessa emocionado. Se depender de sua obstinação e talento, Hércules em breve  voltará a ser notícia nesta página na condição de um novo Paolo Guerreiro ou Mário Balotelli, ídolos que admira. O tempo dirá.

*****
MEMÓRIA TIMBAUBENSE


Professor José Mendes da Silva, 40 anos sem o mito - Homens como José Mendes da Silva só aparecem uma vez em cada século. E sua memória será sempre lembrada com  carinho, respeito e admiração por todos aqueles que o conheceram ou que com ele estudaram.

1905 – Nasce em Timbaúba, no dia 1º/12,  filho de Silvano Mendes da Silva e Julia Gomes da Silva.
1920 – Diploma-se em Datilografia no Colégio Americano Batista, Recife.
1921 – Torna-se professor de Datilografia e se forma em Taquigrafia.
1922 – Conclui o bacharelado de Ciências Comerciais
1923 – Começa a ensinar Português e Matemática no Curso Comercial do Americano Batista.
1924 – Volta para Timbaúba atendendo chamado do pai para trabalhar em sua loja. Começa a lecionar Português, Matemática, Contabilidade e Datilografia.
1934 – Funda o Externato Timbaubense, que de inicio tinha apenas 19 alunos de primário e admissão.
1935 – Anexa ao educandário um curso prático de comércio, com a  finalidade de preparar candidatos para concursos. Sozinho, ensinava Português, Francês, Inglês, Geografia, História, Matemática, Contabilidade e Direito Comercial. Todos os compêndios eram de sua autoria.
1950 – Submete-se a concurso para atender as mudanças de estrutura do ensino e recebe do Ministério de Educação e Saúde o seu registro definitivo de Português.
1955 – Amplia o ambiente físico da escola e o externato passa a oferecer o curso ginasial. Seus ex-alunos lhe prestam uma grande homenagem e ele recebe uma medalha de Honra ao Mérito.
1967 – A Portaria Ministerial nº 439 reconhece e autoriza definitivamente o funcionamento do Colégio Comercial Timbaubense.
1970 – Celebra 50 anos dedicados à educação e recebe das mãos de Nilo Coelho, Governador de Pernambuco, a Comenda de Honra ao Mérito.
1974 – Morre em Timbaúba, no dia 04 de abril. 

A morte o tirou do convívio físico dos timbaubenses, toda a cidade chorou pelo grande homem que ele foi, pela grande obra que realizou ao longo de sua vida e que jamais morrerá. Seu nome será para Timbaúba, um Mito! 

------Fonte: Revista Especial do Centenário de Timbaúba

*****

2 comentários:

Anônimo disse...

Daslan:

Meu padrinho José Mendes da Silva é um dos grandes homens que construiu a educação em Timbaúba.Tenho verdadeira admiração pela sua postura de
um ser humano integro, profissional e exemplar educador. Atitudes que não encontramos na sociedade atual. Princípios de uma educação formada para à VIDA.

Tenho certeza que muitos timbaubenses tem a mesma convicção
desse meu sentimento.Todos os meus irmãos foram educados e orientados
pelo meu padrinho Zé Mendes (Apelido).

Todas as vezes que eu passava na
frente de sua casa, entrava para pedir sua benção. E todos os meus aniversários
recebia um grande presente. Hoje, tenho sua proteção espiritual na minha vida, juntamente com o grande amigo e compadre - meu pai Joel Monteiro,o responsável pelo seu casamento com Madrinha Ode Barbosa Mendes.

Justa homenagem de um grande timbaubense que viveu para construir homens de bem, verdadeira doação à EDUCAÇÃO DE UM POVO.

Ana Gloria.

Anônimo disse...

lembro do Biliu!E bela homenagem ao prof JMendes.Abraços,JapãoPS:animado como Miss PE?Para mim é Garanhuns:pronta para um top 5 no MB.