a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 3 de maio de 2014

DE SÃO JOSÉ DA LAJE PARA O MUNDO - Margarida Lyra Barros, requiem para uma flor

Daslan Melo Lima



  "Margarida Lyra, Flor de Luz", concepção e foto-montagem by Daslan Melo Lima/Jorge Moura


Na noite da última terça-feira de abril, 29, foi celebrada a Missa de Sétimo dia em memória de Margarida Lyra dos Anjos Barros, a Margarida Lyra Barros, ou simplesmente Margarida Barros, ou ainda Margarida Lyra, no Santuário de Nossa Senhora de Fátima, no antigo Colégio Nóbrega, Recife. Estive presente ao seu funeral, realizado na manhã de 24/04, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, PE, onde seu corpo foi cremado, mas não compareci à Missa. Elaborei esta secção com base nas matérias postadas no blog do Fernando Machado e na edição de 30/04 do Diario de Pernambuco

O telão mostrava momentos da Diva - Foto: Fernando Machado
      O evento religioso foi coordenado por Joezil Barros, Rafaela Lyra, Murillo Ramos, Rosinha Spinelli e Rosangela Barros. O ministério musical ficou a cargo do maestro Ricardo Farias, com Fábio Valois no teclado e Mário Mendes no violino.  A celebração foi presidida pelo Frei Damião Silva, o comentarista foi  Murillo Ramos, genro de Margarida, a primeira leitura coube a Benerval Rocha e a prece dos fiéis ficou com Maria Luisa Pessoa Leão. Na trilha sonora, destaque para  “La Vie en Rose”, a música preferida de Margarida.

Linda a homilia de Frei Damião, sendo abençoado por Nossa Senhora de Fátima  - Foto: Fernando Machado
        Emocionado, Joezil Barros leu o seguinte texto: “Deus me permitiu que eu tivesse conhecido Margarida e convivêssemos por quase cinco anos. Afável, amorosa, educada, conciliadora, integra e, acima de tudo, companheira dos bons e dos maus momentos, ela chegou na minha vida proporcionando-me momentos de harmonia, união e felicidade, com o que conquistou a amizade e admiração dos meus irmãos, filhos, netos tornando-se a bisavó querida dos meus três bisnetos, que transferiram para a mesma todo carinho dedicado a nós”.

      Frei Damião Silva ressaltou na homilia: “E, se nós choramos pela saudade ocasionada por essa separação, não temos como esquecer desta citação de Santo Agostinho, que se aplica a todos nós: A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do Caminho. Eu sou eu, vocês são vocês. O que eu era para vocês, eu continuarei sendo. Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas, eu estou vivendo no mundo do Criador. Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. Rezem, sorriam, pensem em mim. A vida significa tudo o que ela sempre significou, o fio não foi cortado. Porque eu estaria fora de seus pensamentos, agora que estou apenas fora de suas vistas. Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do Caminho”.

---------

       Margarida Lyra era minha conterrânea. Nascemos em  São José da Laje, AL, e fizemos o curso ginasial no mesmo educandário, o Ginásio São José.   As pedras do Rio Canhoto e Margarida  foram as musas ingênuas dos meus primeiros versos.  Não me recordo do texto completo do poema que dediquei a ela, apenas de um pequeno trecho que dizia: “Margarida, menina gentil e aplicada, / assiste frequentemente as aulas / e é a tal da petizada.” 

      O nome de São José da Laje foi citado em todas as reportagens sobre Margarida, a exemplo da edição do Diario de Pernambuco, edição de 30/04. Os elogios ao ser humano que ela foi só fizeram promover positivamente o nome da minha amada terra natal, São José da Laje, a  “Princesa das Fronteiras”.

"Margarida Lyra Flor de Ouro", concepção e foto-montagem by Daslan Melo Lima/Jorge Moura

-------
Confira o meu tributo a Margarida Lyra, devidamente acrescido de novas imagens e informações, clicando neste link: 
***** 

Um comentário:

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Jeová Barboza Cavalcanti, de Timbaúba, PE, via e-mail
>>>>>>>>>>

Homenagem realmente muito bonita feita a essa mulher cujo nome é uma flor, que deve ter embelezado as vidas de São José da Laje, Alagoas e, principalmente, do jornalista Joezil Barros.

Parabéns, Daslan, a Margarida bem que merece todo o tributo que lhe é prestado.

>>>>>>>>>>