a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 621, referente ao período de 28 de maio a 03 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 28 de março de 2015

"A VERDADEIRA RIQUEZA NÃO ESTÁ NAS COISAS, MAS NO CORAÇÃO"


O tema da Campanha da Fraternidade 2015, promovida pela CNBB, Campanha Nacional dos Bispos do Brasil, tem como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade” e o lema “Eu vim para servir”.   ***** “O tema foi escolhido em memória dos 50 anos de conclusão do Concílio Vaticano II”, explica Dom Fernando Saburido, Arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife.  ***** “A campanha indica que a igreja deve caminhar com os irmãos, como defende o Papa Francisco”, reforça o Arcebispo, lembrando que a instituição está propondo aos católicos que tenham mais sensibilidade social. “A instituição tem feito muito, mas sempre é pouco diante da demanda. Precisamos servir mais àqueles irmãos que estão na periferia”, reconhece Dom Fernando.  ***** Nada mais oportuno do que relembrar uma frase do Papa Francisco"A verdadeira riqueza não está nas coisas, mas no coração."  


*****

REFLEXÃO - DEPOIMENTO DE UM MÉDICO SOBRE SUA PROFISSÃO - Médico é aquele cara que diz qual é a sua doença (mesmo que seja só uma virose), e te passa algum tratamento (mesmo que seja só dipirona). Médico é o rapaz da equipe de saúde que tem que assinar o atestado de óbito, e dizer pra uma mãe que o filho de 14 anos morreu.  Médico atesta o óbito de seu melhor amigo, do seu tio querido, do seu primo que cresceu com ele, dos seus avós e as vezes até de irmãos. E isso dói. Machuca muito.  Médico é  um cidadão que estudou na universidade 8.400 horas durante 6 anos, com uma média de 2 provas por semana (provas estas de nível bem acima das provas de residência), que trabalhou 2 anos de graça para o SUS como estagiário, onde nem direito a almoço teve, e que ficou evoluindo enfermaria no dia das mães, carnaval, Natal, e ano novo.   Médico é o profissional que entra em cirurgia de paciente soropositivo para  AIDS, morrendo de medo de se furar e ganha 98 reais por mês no adicional de insalubridade por este risco.  Médico é o ser humano que, por lei, tem direito a 1 hora de pausa para almoçar no meio do plantão, mas engole a comida em 15 minutos porque a fila de atendimento é gigante.   
         Médico é a parte dos 99% dos profissionais que recebe a má fama do 1% que age sem ética. O governo não investe em saúde, mas põe a culpa na falta de médicos. Digam-me: a culpa de escolas sem professores é dos professores? Médico muitas vezes é um cidadão que serve 1 ano obrigatório no Exercito (homens), e faz Residência de 3-6 anos, trabalhando 60-84 horas por semana recebendo salario de 2.900,00 reais. E que quando exige um pagamento compatível com essa formação, é chamando de egoísta, playboy e mercenário. Se você teve saco de ler até aqui, parabéns! porque nós médico aguentamos isso a carreira inteira de mais de  40 anos. E não digo isso para elevar a categoria ao status de semideus.
         Médico não é semideus. Médico é gente igual a você. Médico tem sono, fome, saudades, vontade de brincar com os filhos e ficar com a família. Médico morre de raiva de ver um paciente morrer porque o SUS não funciona. Médico faz consulta na feira, no mercado, na festa de aniversário, de casamento e até em velório. Por isso, da próxima vez que se perguntar por que os médicos estão indignados, leia o texto acima. Não trabalhamos para encher a carteira de dinheiro. Somos médico porque amamos nosso trabalho, amamos cuidar de outros seres humano, e não tem dinheiro no mundo que pague isso de volta. Amo ser médico e foi a melhor escolha que fiz pra minha vida. Portanto, parabéns a todos os médicos deste Brasil que tiram leite de pedra, e aguenta as difamações do governo contra a nossa classe.
Autor Desconhecido. Colaboração enviada por Tranquelino Monteiro.

   *****

             

Nenhum comentário: