a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 14 de maio de 2016

SESSÃO NOSTALGIA - Cássia Janys Moraes Silveira Saiovici, a simplicidade e o encanto da Miss Brasil 1977

Daslan Melo Lima

      Quem celebra idade nova na próxima semana, domingo, 22 de maio, é Cássia Janys  Moraes Silveira Saiovici,  Miss Brasil 1977. Residindo na capital paulista, dois filhos, casada com o urologista Dr. Samuel Saiovoci, Cássia Janys continua com seu ar jovial, simples, simpática, carismática... É impossível sua presença passar despercebida onde quer que chegue. 
       Esta Sessão Nostagia é para você, eterna Miss Indaiatuba, Miss São Paulo e Miss Brasil 1977, como presente de aniversário, em nome dos seus admiradores espalhados por este imenso País tropical de dimensões continentais.
----------

      Quando Cássia Janys Moraes Silveira veio ao mundo, em 22 de maio de 1958, o pai, vendo toda aquela beleza concentrada num pinguinho de gente de 55 centímetros e 4,1 Kg , escreveu na porta do armário da Maternidade Matarazzo: “Um dia, ela será Miss Brasil!” Na noite do dia 18 deste mês, a profecia se confirmou. E nossa Miss São Paulo 1977 irá disputar o cetro de Miss Universo, em São Domingos, República Dominicana. Moça simples, filha única de pais desquitados, que gosta de samba, só usa jeans e jamais esperou  ganhar o concurso, Cássia, por duas vezes, pensou em desistir: inclusive agora, no dia 14, já em Brasília. Ela sentia-se “abandonada e com toda aquela movimentação atrapalhando um bocado os estudos.”. Formada em secretariado, nível técnico, Cássia está se preparando para o vestibular de Nutrição, na USP.
      Como a maioria das Misses, ela é muito mais bonita no dia seguinte, em pessoa, descontraída, do que sobre as passarelas, enquanto exibe pesadas maquilagens. A futura nutricionista, de belo corpo e sorriso bonito, começou como Miss Indaiatuba. Muito alta, cabelos negros emoldurando os traços delicados, é o tipo de garota que chama a atenção por onde quer que passe. Ela acha agora que “valeu a pena se candidatar”. Fez novas amizades, amadureceu bastante. Até se firmou e afirmou com o namorado – rapaz que conhece há dois anos mas que só se declarou na noite do concurso de Miss São Paulo. Cássia não namorava há mais de um ano.
    “Ainda é muito cedo para um compromisso sério”, explica. Ela não é diferente das outras misses. Lê pouco, jornal, não discute política, religião (embora admire a doutrina espirita), nem futebol (embora para variar, seja corintiana). 
      O vestibular de Nutrição, em 1978, perdeu uma candidata. "Minha filha é meu tesouro", diz a orgulhosa mãe da miss.  (Revista Fatos & Fotos/Gente, 04/07/1977, nº 828, ano XVI)

Ginásio Presidente Médici, Brasília, 18/06/1977. ***** Além da beleza das jovens, o público aplaudiu os artistas que se apresentaram durante o espetáculo: Maria Creuza, Elza Soares, Jair Rodrigues, Vanusa e Ronnie Von. Os apresentadores Paulo Max e Neiva Nogueira não poderiam ser mais conhecidos do público que assiste às transmissões pela televisão em cores, via Embratel, para todo o país. 
---------
TOP 5 DO MISS BRASIL 1977 - Da esquerda para a direita: Jerusa Maria Ribeiro, Miss Bahia, quinto lugar; Patrícia Viotti de Andrade, Miss Brasília, terceira colocada; Cássia Janys  Moraes Silveira, Miss São Paulo, primeiro lugar; Madalena Sbaraíni, Miss Rio Grande do Sul, segunda colocada; e Selva Rios Campello, Miss Goiás, quarto lugar. ***** Cássia Janys não se classificou no Miss Universo, realizado em Santo Domingo, República Dominicana. A vencedora foi Jannele Penny Commissiong, Miss Trinidad-Tobago. *****  Patrícia Viotti  também não conseguiu classificação no Miss Beleza Internacional, realizado no Japão, vencido pela espanhola  Pilar Medina Canadell. ***** Madalena Sbaraíni, apontada pelas bolsas de apostas de Londres com favorita ao Miss Mundo, acabou com uma honrosa classificação entre as finalistas: 1 - Suécia, Mary Ann-Catrin Stävin2 -   Holanda, Ineke Berends3 - Alemanha, Dagmar Gabriele Winkler4 - Brasil, Madalena Sbaraíni; 5 - Estados Unidos, Cindy Darlene Miller
 ---------

  Cássia Janys, a Miss Indaiatuba que conquistou o Brasil

       
        No dia 11 de junho de 1977, um grande público de Indaiatuba lotava o Centro de Convenções no Anhembi, na capital paulista, para prestigiar o concurso estadual.  Uma grande expectativa era criada na cidade, quando finalmente o resultado mais uma vez brilhou para a cidade, pela primeira vez uma indaiatubana era eleita Miss São Paulo.  Rapidamente a mídia virou os olhares para  Cássia Janys, tornando-se a nova queridinha de todo o estado.


----------
----------
---------

        Cássia em um tempo bem curto se tornou o centro das atenções em todo o território nacional. Em sua volta para Indaiatuba, já com a faixa de Miss Brasil foi aclamada por cerca de 10 mil pessoas da sua cidade natal, que contava com uma população total de 65 mil habitantes.  Com um desfile em carro alegórico pelas ruas de Indaiatuba, Cássia terminou seu trajeto na Praça Prudente de Moraes, onde foi homenageada pelo prefeito Clain Ferrari que decretou feriado municipal no dia de sua chegada. 


            Em uma entrevista exclusiva ao Portal Mais Indaiá Cássia fala sobre sua experiência e relembra os tempos de Miss. 
----------
Como tem sido a vida após ter deixado sua marca como Miss Brasil?
Cássia – Optei por uma vida mais familiar, hoje moro em São Paulo, tenho 57 anos e estou há 32 anos casada.Tenho 2 filhos e um deles mora em outro país. Sempre o visito e tenho tido uma vida bastante feliz.


----------
Após seu reinado como foi sua relação com a mídia?
Cássia – Trabalhei um ano como júri no programa do Raul Gil, também desfilei para algumas marcas de alta costura e fiz algumas fotos publicitárias. Fora dos holofotes trabalhei na FEBEM e alguns trabalhos sociais. Sou casada com médico, temos um estilo de vida bem reservado e hoje não me envolvo com tanta ênfase nos concursos atuais.
----------
Como você vê os concursos atuais de beleza?
Cássia – Naquele tempo era uma coisa bonita, tinham uma outra visão de miss, e hoje em dia é um culto ao corpo, em uma perfeição que não existe, muitas vezes esquecendo o essencial da mulher.
----------
Para você Miss é apenas beleza?
Cássia – Acho muito importante ter uma carreira, pensar em uma vida longe desse universo. As meninas precisam ter conteúdo, pois a beleza acaba passando. Envelhecer não é fácil para ninguém e é necessário saber a hora de sair dos holofotes. Mas o importante é trazer a alegria para as pessoas, realizar um trabalho social para que incentive jovens a um caminho mais correto.
----------
Você considerou válida toda a experiência que passou?
Cássia – Se eu tivesse a maturidade de hoje, com o corpinho de antigamente, com certeza teria aproveitado mais, mas não me arrependo de nada, fiz boas amizades, tenho ótimas lembranças. Nem tudo é alegria, em alguns momentos me decepcionei com algumas pessoas, que se aproveitam de situações para benefício próprio, mas tudo é aprendizado e me sinto feliz de ter vivenciado cada momento.
----------

Mesmo depois de tantos anos, as pessoas ainda relembram a sua história, como você vê isso?
Cássia – Fico muito feliz em saber que mesmo após esses anos todos, as pessoas de Indaiatuba ainda lembram com tanto carinho de tudo que passei, e da forma como representei a cidade em um concurso tão grande como era na época. Isso é sinal que ainda tenho bons amigos por aí.

---------

Três  depoimentos exclusivos sobre Cássia Janys

“Cássia Janys era um doce e me chamava de Pernambuquinho. Não queria ganhar, ou seja, não demonstrava ambição em ser coroada Miss Brasil. Depois de eleita, quando as demais misses começaram a se organizar para voltar aos seus Estados, ela me abraçou emocionada dizendo: “Pernambuquinho,  você e as outras vão voltar para suas casas, mas eu vou ficar aqui, sozinha, no hotel.” - Zilene de Sá Torres, Miss Pernambuco 1977.
-----------
“Cássia Janys é minha eterna paixão. Ela sempre muito alegre e feliz! Dona de uma simplicidade fora do comum. Sua beleza é algo que não dá para explicar. A cada dia, Cássia Janys está mais bela. Rosto e sorriso lindos, pele perfeita. Enfim, Cássia Janys é uma Miss fora do comum. Bela! Simplesmente Bela!” - Edi Corrêa Leite, missólogo paulista, ex-coordenador do concurso Miss Sorocaba. 
------------
“Faz alguns anos que encontrei Cássia Janys em Salvador, quando ela acompanhava o esposo, o Dr. Samuel Saiovici, num congresso de medicina. Ela estava deslumbrante num macacão de couro branco. Linda, simpática, comunicativa, espiritualizada. Fiquei impressionado. Cassia Janys é aquele tipo de pessoa que tem uma luz interior que contagia todos os que estão ao redor. – -  Roberto Macêdo,  missólogo, jornalista e escritor baiano.  
----------
Cássia Janys, 
uma das misses homenageadas no concurso Miss Brasil 2004

    Durante a transmissão do concurso Miss Brasil 2004, realizado no Credicard Hall, São Paulo, SP, em 15/04/2004, transmitido ao vivo pela TV Bandeirantes, o  apresentador Gustavo Gianetti, Mister Brasil 2001 e Mister Mundo 2003, anunciou: “Senhoras e Senhores, com vocês, as Misses do Brasil !”  E eis que surgiu a primeira, Adalgisa Colombo (1940-2013), seguida de mais trinta e quatro misses, por ordem alfabética.  Quando a última Miss se posicionou no palco, a cantora Ellen de Lima surgiu cantando  a música “Canção das Misses”, de Lourival  Faissal.

Os Estados brasileiros se apresentam
nesta festa de alegria e esplendor.
Jovens misses seus Estados representam,
seus costumes, seus encantos, seu valor.

Em desfile nossa terra, nossa gente,
pela glória do auriverde em céu de anil.
Sempre unidos,
Leste, Oeste, Norte, Sul,
na beleza das mulheres do Brasil.



            Já vi e revi incontáveis vezes essa parte inesquecível do concurso Miss Brasil 2004, sempre com um interesse e emoção renovadas. Para sonhar, observar a expressão de cada Miss e me  encantar com Cássia Janys Moraes Silveira Saiovici, Miss Brasil 1977, uma das mais belas imagens daquele grupo de trinta e cinco misses.  
                      


*****

3 comentários:

Anônimo disse...

Daslan,

Madalena Sbaraini merecia o título. Tanto é que fez bonito em Londres. Das paulistas eleitas Miss Brasil considero a melhor Sandra Ferreira, de 1973. Parecia uma sacerdotisa grega quando surgiu no Anfiteatro grego e conseguiu figurar entre as 15 semifinalistas. Até hoje considero aquele Miss Universo o melhor de todos os tempos, seja pelo nível das candidatas como pelo cenário natural com as misses surgindo das ruínas históricas de Atenas.

Muciolo Ferreira

DASLAN MELO LIMA disse...


Comentários enviados por e-mail:

>>>>>>>>>>

Daslan, ficou excelente !
Vou enviar o link para ela e para Jerusa.
- Roberto Macêdo

>>>>>>>>>

Boa noite Daslan!
O Roberto Macêdo me enviou seu post.
Agradeço muito o carinho!
Bj
Cassia Janys Saiovici

>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

Daslan,
Que extraordinário!
Que surpresa agradável!
Meu nome estar mencionado nesta linda homenagem, é muita honra!
Cássia Janys é minha eterna ídola. Pessoa maravilhosa, queridíssima, dona de uma simpatia fora do comum, muito gentil, educadíssima, alegre e está sempre muito bem humorada!
Belíssima homenagem à minha ídola Cássia Janys que aniversaria neste 22 de maio!
Cassia Janys, um dia o mundo cansado há de sorrir de novo, por causa da alegria que você transmite! Parabéns!
Edi Corrêa Leite