*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ NO BLOG PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 697, referente ao período de 09 a 15 de dezembro de 2018. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim / WhatsApp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 17 de fevereiro de 2018

SESSÃO NOSTALGIA - Ieda Maria Vargas e Kathee Francis, "sua irmã gêmea"

Daslan Melo Lima

          

Kathee Francis (Miss Nevada, semifinalista-Top 10, no Miss Estados Unidos 1963) tinha um rosto muito parecido com Ieda Maria Vargas (Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil e Miss Universo 1963). 
---------
Capa da revista Fatos & Fotos, Ano III, 27 de julho de 1963, nº 130, acima, em detalhe, e abaixo, completa. 
---------


----------

      O que escrever neste espaço depois da ressaca do Carnaval de 2018? Enquanto buscava inspiração, recebi do amigo Oscar Bastos Pereira, leitor de PASSARELA CULTURAL, residente em Goiânia, GO, duas imagens suas ao lado de Ieda Maria Vargas. Grande amigo da nossa Miss Brasil e Miss Universo 1963, Oscar esteve recentemente visitando Ieda em Gramado, RS, cidade onde ela reside há muitos anos.  
       Enquanto chove lá fora, copiosamente chove, encontrei o tema ideal para construir a Sessão Nostalgia desta edição. Ieda Maria Vargas, que já foi focalizada outras vezes aqui, aparece agora com sua "irmã gêmea", direto do túnel do tempo, e em duas fotos atuais do acervo do Oscar.

         
A Fatos & Fotos daquele 27 de julho de 1963, em reportagem de  Gervásio Batista e Alberto Ferreira, destacava o sucesso de Ieda Maria Vargas.
Na semana passada, os juízes dispensaram atenção especial a Miss Brasil: Ela era a favorita absoluta entre as latino-americanas.
O sucesso de Miss Brasil, de que sempre se fala cada vez que as candidatas a Miss U se reúnem em Miami, foi realmente muito grande desta vez. O traje de gaúcha estilizado, caiu-lhe muito bem e, mesmo sem falar inglês, Ieda Maria Vargas conseguiu cativar a todos com extrema simpatia.
A própria hostess de Miss Brasil chegou a confidenciar-me, no começo da semana decisiva: "Tive instruções para zelar especialmente por Ieda. E isso é sinal de que ela está cotada. Pode perder, mas os juízes internacionais já reconheceram que ela é uma das mais belas moças da passarela em Miami em 1963."
Uma coincidência ajudou, também, Miss Brasil a "promover-se" em Miami: a extrema semelhança entre ela e Miss Nevada, a americana Kathee Francis. Elas passaram a ser chamadas "as sósias" e, desde então, procuraram posar sempre juntas para os fotógrafos.   

----------


Ieda Maria Vargas e Oscar Bastos Pereira, encontro em Gramado, RS. 


Alegre, linda  e simpática, Ieda convive com sequelas discretas de dois AVC, Acidente Vascular Cerebral. 
----------

Chego ao final desta página mergulhado em nostalgia. Chove lá fora, torrencialmente chove. Penso em Ieda Maria Vargas e me lembro de um pensamento de Pitágoras: Uma bela velhice é, comumente, recompensa de uma bela vida.

*****

Outras Sessões Nostalgia dedicadas a Ieda Maria Vargas:

1 - Vá lá em cima e traga a Manchete de Ieda Maria Vargas

2 - Ieda Maria Vargas, a primeira vez que a Miss Universo 1963 chorou em público

3 - Confissões de Ieda Maria Vargas, Miss Universo 1963

4 - Ieda Maria Vargas, três comerciais da Miss Universo 1963

5 - Ieda Maria Vargas, tudo começou bem em Capão da Canoa

6 - Ieda Maria Vargas, o perfil de consumidor da Miss Universo 1963

Um comentário:

Anônimo disse...


Daslan,

impressionante a semelhança dessa americana com Iêda Vargas. Imagina se ela tivesse sido eleita miss Estados Unidos, teria feito o maior sucesso no MissU. Talvez ficasse em segundo lugar ou até vencido o concurso.
abraços,
muciolo ferreira