a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 624, referente ao período de 18 a 24 de junho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 7 de janeiro de 2012

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO

SOLIDARIEDADE
         

     Irmãos, nosso irmão VITAL BERTINO DOS SANTOS, ex-Venerável da LOJA MAÇÔNICA OBREIROS DE NORTE Nº 07, OR.'. de Timbaúba, foi submetido a um transplante de fígado encontrando-se na UTI do Hospital Jaime da Fonte, no Recife. Segundo os médicos, ele precisa receber uma transfusão de sangue. Os irmãos que quiserem participar dessa corrente solidária e humanitária, por favor, dirigam-se ao HEMOPE e façam uma doação em nome de nosso amado irmão. Nós, seus irmãos da Obreiros do Norte, estamos fazendo nossa parte, mas precisamos muito do apoio e da solidariedade dos demais membros de nossa honorável instituição. Vamos fazer uma grnde cadeia de união para ajudar a recuperar a saúde de nosso irmão Vital.
Que o G.'. A.'.D.'.U.'. nos ilumine e proteja.
Fraternalmente,
Marcos Antonio de Vasconcelos
CIM: 0284
*****
CARLOS EDUARDO, UMA PERSONALIDADE EM FOCO


          Carlos Eduardo Veloso Coutinho, o Duduca, timbaubense, nasceu no Recife,  no dia 25/08/1978, por um detalhe do destino: sua mãe estava na capital quando a bolsa estourou. Filho de João Gomes Coutinho Filho e Márcia Suely Cavalcanti Veloso, Carlos Eduardo é o segundo dos quatro filhos do casal, que lhe deu três irmãos: João Dornelas Veloso de Melo Neto (advogado e vice-prefeito de Timbaúba) e os dentistas Marcos Antônio e Bruno Henrique.  Estudou no educandário timbaubense Escola Santa Maria e no recifense Colégio Contato, formou-se em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco, tem duas pós-graduações, está terminando uma terceira e cursa doutorado.  É professor da Faculdade de Timbaúba, coordenador Jurídico da PR Distribuidora de Bebidas e Alimentos Ltda e Presidente da OAB-PE, subseccional de Timbaúba. 
 
                Duduca e o Direito Não sou a favor da extinção dos exames da OAB. Trata-se de uma necessidade inerente para seleção de profissionais (operadores do Direito) que serão  responsáveis pela luta social referente à busca de bens, liberdade e à vida, visto que, profissionais sem a devida qualificação e ética, poderiam provocar  celeuma ao estado democrático de Direito.  O que mais me gratifica como advogado é o agir com ética em busca de uma sociedade mais justa; como professor, é ver o brilho nos olhos dos meus alunos por senti-los motivados a gostar da ciência do Direito.   Minha maior decepção é presenciar na vida prática a existência de operadores do Direito que deixam em segundo plano o instituto da ética, tão essencial para a prestação de uma tutela jurisdicional célere e eficaz.  Aconselho a quem desejar cursar uma faculdade de Direito que leia muito, precisamente de forma diária, sabendo que a cada dia um novo aprendizado será alcançado, aprendizado este que servirá em um futuro próximo para o exercício profissional e ético do operador do Direito.
                E agora, um pouco mais de Carlos Eduardo, no melhor estilo entrevista ping-pong. Comida: Feijoada. Bebida: Vodka com morango. Sobremesa: Doce de banana em calda. Um filme:Antes que termine o dia” e "Em busca da felicidade". Um livro: A Cabana, de William P. Young. Uma música: "My Way", na voz de Frank Sinatra. Um programa de TV: Jô Soares. Cor: Azul. Bicho de estimação: Cachorro.  Cidade inesquecível: Timbaúba e Bariloche. Um ponto turístico de Timbaúba: Os Morros. Um ponto turístico de Pernambuco: Instituto Ricardo Brennand. A maior invenção do homem: A busca incessante pela cura de todas as doenças. A pior invenção do homem: A bomba atômica. Uma personalidade que é a cara de Timbaúba: Prefeito Marinaldo Rosendo de Albuquerque. Um advogado que a história guardou: Ruy Barbosa. Um advogado que a história vai guardar: Dr. Martinho, pelo seu relevante trabalho social aos mais necessitados de Timbaúba. Um jurista que a história guardou: Miguel Reale. Um jurista que a história vai guardar: Prof. Sérgio Torres, Juiz do Trabalho de Jaboatão dos Guararapes-PE. Clube esportivo: Náutico.  Um jogador: Mané Garrincha e Rogério Ceni. Com quem gostaria de se encontrar na subseccional da OAB? Ophir Cavalcanti, presidente nacional da OAB. Uma mulher bonita: Emília Lenita Cavalcanti Veloso, minha avó materna. Um homem bonito: Meu irmão Bruno Henrique.  Viver é... Servir a Deus.  Morrer é... Acordar junto a Deus.  Um motivo de orgulho: Ser pai e ter amigos pelos caminhos onde andei Um motivo de arrependimento: O de ter deixado de fazer o que deveria ser feito, demonstrando amor nos diversos momentos em que não tive coragem de expressá-lo. Um dia para recordar: O nascimento dos meus filhos. Um dia para esquecer: A morte do meu avô paterno João Gomes CoutinhoSe fosse Presidente da República... Investiria primordialmente da educação, visto que gente e nação só se fazem com educação. Um sonho: Ser perdoado pelos pecados praticados ou que poderão ser praticados. A palavra mais linda da língua portuguesa: Amor. A palavra mais feia: Ódio. Filosofia de vida: Os versos de Jader de Andrade: Uma verdade parece,/mas eu digo francamente,/que a gente nunca esquece/ de quem se esquece da gente.”
 .....
               E assim conhecemos um pouco de Carlos Eduardo Veloso Coutinho, Duduca, que se considera evangélico, independente de denominação, e que faz questão de enaltecer a figura de Emília Lenita Cavalcanti Veloso, sua avó materna: “Para mim, ela foi a figura mais importante na formação da minha personalidade e do meu caráter.”

*****
PROFESSOR GUEDES, UMA PERSONALIDADE EM FOCO

          O Professor Guedes, José Guedes Filho, marcou época como educador timbaubense. Nascido em Umburetama, distrito de Orobó-PE, na divisa com Umbuzeiro-PB, em 23/01/1940,  chegou em Timbaúba em março de 1960 e sempre morou no bairro Rua da Bomba.   Filho de José Guedes dos Santos, um guarda de higiene que lidava com endemias rurais, e de Maria das Dores de Oliveira, prendas do lar.  Foi seminarista na Escola Apostólica da Várzea, no Recife. É formado em Geografia pela UFPE - Universidade Federal de Pernambuco, com especialização em Geografia do Brasil. Professor aposentado, lecionou na Escola Prof. José Mendes da Silva, Escola Santa Maria, Colégio Cenecista e Colégio Timbaubense. Faz questão de ressaltar que foi nesse último educandário onde teve início sua missão de educador. É casado com Rinalva Maria da Silva Guedes, que lhe deu a filha Paula Rafaela, pai do caçula José Rafael, seu filho do coração, e do advogado Jaime Gabriel, fruto de um relacionamento anterior. 
         Um pouco do Prof. José Guedes, no melhor estilo entrevista ping-pong. Um educador que a história guardou: José Mendes da Silva. Um educador que a história vaí guardar: No lugar de citar apenas uma pessoa, citarei várias: as professoras da Escola Santa Maria. Um filme inesquecível: Aqueles que focalizaram a figura de Tarzan. Um livro: A autobiografia de Gandhi. Cor: Azul.  Um programa de TV: Fantástico. Uma música: “Prá não dizer que não falei de flores”, de Geraldo Vandré. Um motivo de arrependimento: Na época do meu vestibular, a média que alcancei daria para fazer MedicinaEu também poderia ter sido médico, pois sempre adorei trabalhar lidando com pessoas. Um motivo de alegria: José Rafael da Silva Guedes, meu filho do coração. Viver é... É muito difícil definir o que é viver, assim como é difícil definir o que é morrer. É a mesma coisa de tentar decifrar a  Luz e as Trevas. Um ponto turístico de Timbáuba: Os Morros. Um clube de futebol: Santa Cruz. Uma personalidade que é a cara de Timbaúba: Marinaldo Rosendo de Albuquerque.
         Para o Prof. Guedes, a maior dificuldade na vida de um educador é suportar as angústias da vida moderna que se refletem no ambiente familiar. Ele afirma o seguinte: Nunca me senti professor. Eu entrava numa sala de aula na condição de estudante, de eterno aprendiz. E me emocionava muito quando um aluno chegava para mim e desabafava os problemas que enfrentava no ambiente familiar.  Ora, como eu poderia reprovar um aluno que chegava para mim e dizia que a mãe tinha sido vítima de espancamento do pai? Nunca fiz da minha matéria uma arma para reprovar meus alunos. Se alguém não era promovido para o ano seguinte, o problema dava-se pelo fato de ter alcançado o máximo de disciplinas reprovadas, jamais por conta exclusiva da minha matéria. 
          Admirador incondicional de Gandhi, que libertou a Índia sem derramar uma gota de sangue, o Prof. Guedes tem um conselho para quem deseja seguir a carreira de professor: Estude muito e seja um ser humano tolerante. Católico, adora comer o trivial, assim como tomar uma cerveja eventualmente e um cálice de um legítimo Vinho do Porto em épocas festivas. Gosta das marchinhas de carnaval e sempre teve como lema esta frase: Em tudo que fizer seja você mesmo.
*****
TIMBAÚBA, ROTEIRO POÉTICO

PARECE QUE O MAR É ALI - É meio-dia na praça que tem oficialmente o nome do escritor paraibano José Lins do Rêgo (1901-1957). Porque é janeiro, a conhecida Praça de Timbaubinha está deserta, como desertas se encontram dezenas de ruas timbaubenses. Os estudantes estão de férias e muitas pessoas foram sentir na  pele a brisa mansa, o azul e o sal das praias de Acaú, Pitimbu, Pontas de Pedra, Praia Azul...Parece que o mar é ali, diz o silêncio que está aqui.
 *****
MEMÓRIA TIMBAUBENSE
 Praça Jader de Andrade, nos dourados anos 1950, talvez na década anterior ou nos mágicos anos 1960. 
*****

4 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail enviado por Ana Glória Araújo, Recife-PE
>>>>>>>>>>

Daslan,

TIMBAÚBA, ROTEIRO POÉTICO - Atualmente,essa prática de deslocamento para um balneário sem infraestrutura é pensar duas vezes, pois existe a poluição dos rios, os esgotos a céu aberto,casas de veraneios sem os devidos cuidados de abrigar muitos amigos... Segue minha sugestão. Timbaúba é uma cidade grande, que tem muitos lugares que precisam ser conhecidos nas férias : São José do Livramento, Xixá , Água Azul , Limoerinho ,etc.

CARLOS EDUARDO VELOSO COUTINHO, UMA PERSONALIDADE EM FOCO -
D.Emilia ,mãe de Márcia, é uma mulher guerreira. A primeira máquina de malha foi comprada por papai em São Paulo,a pedido de D.Emilia, na década de 60. Hoje, uma empresária de sucesso em Timbaúba-PE. Merecida homenagem.

MEMÓRIA TIMBAUBENSE - Esta foto é dos anos 60.
Minha infância era passear de bicicleta ao redor da Praça Jader todos os dias a tarde.E a noite
brincar com a turma, brincadeiras de infância: barra bandeira, passeio ciclista nos pontos turísticos da cidade.
Os meninos jogavam bolas de gudes,peão e uma brincadeira de jogo com ferro no chão,ping-pong. Anos Dourados.E a hora de retornar para casa,sem reclamar,porque havia o dia de amanhã. Muitos colegas sentem saudades desse tempo feliz.

Abraços.

Feliz Ano Novo,

Ana Gloria,Teotonio e Glorinha.

>>>>>>>>>>

Anônimo disse...

Numa fase complicada por que passei há algum tempo, Dr. Carlos Eduardo deu-me orientação jurídica e agiu com ética exemplar.
É uma das pessoas mais lindas que conheço.

Anônimo disse...

Daslan, não posso deixar de registrar a minha gratidão aos dois entrevistados pelo seu blog, embora prefira chamar homenageados, pelo justo reconhecimento! Duca é para mim um irmão muito querido, por quem nutro uma grande consideração e admiração pelo homem ético e competente que ele é - Carlos Eduardo engradece a advocacia como um todo - e em particular a nossa Subseccional - sabe ser fiel ao juramento que nós advogados fizemos. E ao grande Prof. Guedes, tanto que devemos a esse homem, que nos ensinou com a máxima competência Geografia e, principalmente, como viver! Um verdadeiro astro de luz cintilante, que guiou gerações de nossa região, junto aos outros Mestres que tive! Digo sem cerimônias e sem medo de parecer piegas, tenho enorme orgulho de ter sido aluno do Mestre Guedes! Obrigado mais uma vez, Daslan!

Paulo Dutra de Morais
10/01/2012

Madalena Andrade disse...

Daslan!
Quando li em sua página, comentários sobre Carlos Eduardo, fiquei me perguntando: quem é este jovem? E ao ler a entrevista com ele, fui descobrindo a sua origem! Claro, descobri os seus avós, os seus tios(fui colega de Tânia, sua tia e contemporânea da sua avó Emília)! Parabéns Daslan! Você sempre homenageando os valores da terra!
Parabéns, Carlos Eduardo: Li a sua entrevista e, senti o quanto foi merecida as referências que lhe foram dirigidas!Você é reconhecido
não só pelo profissional qué é , mas, sobretudo pelo ser humano que valoriza muito mais o ser do que o ter!
Madalena Andrade