a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 620, referente ao período de 21 a 27 de maio de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 26 de outubro de 2013

SESSÃO NOSTALGIA - UM MENINO GRANDE POR ONDE ANDOU MARIA OLÍVIA REBOUÇAS CAVALCANTI, MISS BRASIL 1962

Daslan Melo Lima

PRÓLOGO


         

      Eu já comentei várias vezes que a minha paixão pelas Misses teve inicio quando criança, em São José da Laje, a cidadezinha alagoana onde nasci. Lembro-me da tia Maria da Soledade Lima e Silva absorvida com a leitura da O Cruzeiro, enquanto outras pessoas ao redor aguardavam a sua vez de ler a revista mais importante do Brasil, com tiragem semanal de 500 mil exemplares. Minha tia dizia: “Não gostei muito dela”. Alguém comentava: “Eu gostei”. Outra opinava: “A do ano passado era mais bonita”. Aproximei-me e quis saber que história era aquela. O assunto era a moça da capa, a baiana Maria Olívia Rebouças Cavalcanti, Miss Brasil, em fotos de Indalécio Wanderley, posando na escadaria da Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo e no Cais dos Saveiros. A partir daí, a imagem da bela Miss Brasil 1962 passou a ocupar todos os meus pensamentos. Com Maria Olívia, minha namorada inacessível, teve início minha compulsão para acompanhar os concursos e colecionar reportagens sobre as misses. Abro um parênteses aqui para informar que conto isso com detalhes na minha primeira Sessão Nostalgia, disponível neste link: http://passarelacultural.blogspot.com.br/2012/08/sessao-nostalgia_18.html .


     Ir a Salvador e tirar uma foto na escadaria da Igreja do Passo sempre foi um dos maiores sonhos da minha vida, um presente que o Daslan-poeta poderia ter dado ao Daslan-menino há muito tempo, mas que foi deixado para depois, sempre para depois. Estive na capital da Bahia recentemente e no ensolarado domingo, 13, tendo como cicerone o meu amigo Roberto Macêdo, fiz um city-tour inesquecível. Na semana passada, abordei o nosso encontro com Martha Vasconcellos, Miss Universo 1968. Esta é a segunda e penúltima crônica inspirada no passeio com o Roberto, onde dou ênfase à visita à famosa escadaria, mas antes tem a casa colonial de Genaro de Carvalho, onde minha deusa posou para a capa de outra publicação nacional, a Quatro Rodas.
__________

     NA CASA DE GENARO CARVALHO

        

      

      O baiano Genaro Antônio Dantas de Carvalho (1926-1971) foi tapeceiro, pintor e  desenhista. A capa da revista Quatro Rodas de setembro de 1962 mostra Maria Olívia na frente da casa colonial onde morou o famoso artista, posando junto do carro mais antigo do Brasil, um Clement 1895. Para quem quiser saber mais detalhes sobre o veículo, solicito clicarem depois  no link    http://passarelacultural.blogspot.com.br/2011/10/sessao-nostalgia_22.html , já que agora vocês vão conferir as fotos que o Roberto Macêdo fez de mim na frente do belo imóvel e em seguida na Igreja do Passo.


-----
-----

______

       NA ESCADARIA DA IGREJA DO PASSO

      Após caminhar por ruas tranquilas, estreitas e históricas, eu e Roberto Macêdo chegamos à escadaria da Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo, ou simplesmente Igreja do Passo, construída em 1736.  “Uma imagem vale mais que mil palavras”, disse Confúcio. Desnecessário colocar legendas nas fotos abaixo.

-----
-----
-----
-----
-----
-----
-----
-----
 
-----

EPÍLOGO


     
      A escadaria da Igreja do Passo foi cenário místico e mágico do filme O Pagador de Promessas, dirigido por Anselmo Duarte, baseado no texto de Dias Gomes, Melhor Filme do Festival Internacional de Cannes de 1962 e indicado no ano seguinte para o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.  Uma placa na parede faz referência ao fato. 



      Antes de deixar o local, silenciosamente agradeci a DEUS mais uma vez pela graça de estar ali e afixei num recanto invisível uma placa imaginária com este dizeres:  Neste local, Maria Olívia Rebouças Cavalcanti, Miss Bahia, Miss Brasil 1962, quinta colocada no Miss Universo, posou para a capa da revista O Cruzeiro, despertando no menino  Daslan Melo Lima sua paixão pelas Misses. Paixões são paixões, simplesmente paixões, não se explicam”.

*****

2 comentários:

Roberto Macêdo disse...

Emocionante!

Anônimo disse...

Posso imaginar sua alegria de estar num lugar tão importante para suas lembranças de menino.

"Viajei! com o seu texto!

C.Rocha de Floripa