a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 5 de julho de 2014

SESSÃO NOSTALGIA - Em memória de Maria do Socorro Barros de Macêdo, Miss Palmeira dos Índios, vice-Miss Alagoas 1979

Daslan Melo Lima


     
Cemitério São Gonçalo, Palmeira dos Índios, Alagoas, 26 de junho de 2014. O relógio marcava 13 horas quando foi sepultado o corpo de Maria do Socorro Barros de Macêdo, Miss Palmeira dos Índios, segunda colocada no concurso Miss Alagoas 1979. Maria do Socorro tinha falecido no dia anterior, 25, no Hospital Memorial Arthur Ramos, em Maceió, vítima de câncer no pâncreas. 

        Maria do Socorro Barros de Macêdo  nasceu em Palmeira dos Índios, a terceira maior cidade alagoana, distante 134 km de Maceió,  no dia 17/09/1959.  Tinha 20 anos incompletos quando foi eleita Miss Palmeira dos Índios e segunda colocada no Miss Alagoas, título conquistado por Walmair Novais Santos, Miss Arapiraca. Maria do Socorro era funcionária do Cesmac, Centro de Estudos Superiores de Maceió, e foi  casada com o empresário Alexis Carrel, pais de suas duas filhas, Kíssia Barros e Alessandra Macêdo.

Palmeira dos Índios, AL, 1974, Baile das Debutantes. A faixa de Rainha ficou com Marluza Alcântara, mas quem foi eleita Miss, cinco anos depois, foi Maria do Socorro Barros de Macêdo, a última da fila, com flores na cabeça. 



A beleza, a simpatia e a personalidade de Maria do Socorro Barros de Macêdo, marcaram época no Estado onde nasci. Ao finalizar esta primeira crônica de julho de 2014, deixo abaixo um depoimento do meu amigo Jorge Barros.

Por que você faz assim, Vida? 
E sempre quando quer, pregando inesperadas e tristes surpresas?  
Socorro Barros de Macêdo sempre foi  de um positivo caráter humano inigualável e de uma bondosa e ímpar conduta fraternal para com todas as pessoas. 
Tive a honra e o prazer de ser seu amigo e tê-la como amiga!
Não me vem mais, neste momento triste e doloroso, palavras outras que possam confortar a mim e a sua família, numa sentida saudade de uma lembrança que nos leva às tênues imagens de tantos momentos idos,  de uma vivência  sempre atenciosa e respeitável amizade fraternal.
Por que você, VIDA, não nos dá uma trégua em nossa vidas, e não nos espera, deixando-nos viver mais um tempo? 
Por que num repente nos leva para uma outra vida, tão assim abruptamente? Não devia fazer isso, Vida, assim, inesperadamente.
Adeus, prezada e querida amiga Socorro Barros de Macêdo. 
Que DEUS lhe conceda a paz e o descanso que você merece, amiga.

Até breve!


Fotos: reprodução/Facebook

*****

3 comentários:

Anônimo disse...

Excelente matéria amigo! Você sempre gentil e fantástico! Parabéns!

E obrigado pela sua gentileza, ao referenciar o texto que escrevi sobre ela, naquele triste dia de sua partida.

Socorro era realmente, além de sua peculiar e singela beleza, uma moça de qualidades positivas inigualáveis!

Obrigado amigo. E fica aqui, uma saudade dolorida dessa inesperada perda...

Grande abraço Fraternal, amigo!

Jorge Barros
Palmeira dos Índios, AL

Anônimo disse...

Educada, generosa, linda!!!!

Uma Miss imortal!!!

J.Santos

Anônimo disse...

Linda Miss!Linda homenagem."Você sempre gentil".Japão