a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 646, referente ao período de 19 a 25 de novembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 8 de agosto de 2015

SESSÃO NOSTALGIA - Elizabeth Ridzi e Maria Helena Leal, retalhos inesquecíveis de primavera

Daslan Melo Lima  


       
          
       A tarde morre no Vale das Videiras, Petrópolis, Rio de Janeiro. Elizabeth Ridzi, vice-Miss Guanabara 1966, admira a paisagem da sua propriedade. Há poucas horas, ela reencontrou em seu acervo retalhos inesquecíveis da primavera da sua vida e suspirou de saudade, mas fechou o álbum e abriu um sorriso.
Elizabeth e sua irmã gêmea Ana Cristina Ridzi (1947-2015).

Elizabeth e Ana Cristina Ridzi, Miss Guanabara, Miss Brasil 1966. 

       A tarde morre em Petrópolis e daqui a pouco Elizabeth Ridzi  irá ao encontro de presentes valiosos que a vida lhe deu: seu filho Alexandre e os  netinhos gêmeos Alice e Gabriel



----------


   
          A tarde morre num shopping carioca. Maria Helena Leal Lopes, vice-Miss Guanabara 1970, toma um drink com o sobrinho Rogerio Cesar Pinto. Há poucas horas, Maria Helena reencontrou em seu acervo retalhos inesquecíveis da primavera da sua vida, mas fechou o álbum, suspirou de saudade e abriu um sorriso. 
Maria Helena, capa da revista Manchete.

Maria Helena, a filha Agnes e o esposo Jairo da Costa Pinto Filho (in memorian). 

     A tarde morre num subúrbio carioca. Daqui a pouco, Maria Helena Leal Lopes  irá ao encontro de presentes valiosos que a vida lhe deu: a filha Agnes Lealt e o genro Maurício Meirelles



----------
     A tarde morre em Timbaúba, Pernambuco. Daqui a pouco, ao colocar o ponto final nesta crônica, pedirei a Deus que o meu sono desta noite seja repleto de sonhos com retalhos inesquecíveis da primavera da minha vida.

*****

Imagens: Arquivo Pessoal/Facebook

8 comentários:

Anônimo disse...

Que bom rever Elizabeth Ridzi e Maria Helena Leal, ícones eternos dos anos 60 !
Lindos os filhos de ambas!

Matheus G. S. Rocha
Lisboa

Anônimo disse...


Meu grande amigo Daslan, poeta que transborda sensibilidade, carinho, amor, luz e sabedoria por todos os poros, com suas mensagens de paz e bênçãos do Senhor.

Quem ocuparia seu precioso tempo, em lembrar algumas passagens da minha vida? Só você, Muciolo Ferreira e Expedictus Barros. Mas, detalhadamente, só você, que teve o trabalho de me focalizar mais uma vez em PASSARELA CULTURAL, eu já coroa (64 anos), gordinha, com minhas rugas, e sendo tratada como rainha.

Muito obrigada por tudo! Grata por também dividir este amor para a minha família!

TE AMO, MEU IRMÃO ESPIRITUAL!

Maria Helena Leal Lopes

Anônimo disse...



maravilha...
forte abraço
sua presença é sempre uma grande honra meu amigo

Rogerio Cesar Pinto

Anônimo disse...


Minha Tia Maria Helena Leal é o eterno ícone da beleza da mulher brasileira...
Os anos passam, a moda passa, as pessoas passam...
Mas, Maria Helena Leal é eterna, é única, é incomparável...

Rogerio Cesar Pinto

Maria Jose Fernandes disse...

Amo as suas pesquisas sobre as lindas misses..Muito grata! Beijos

Anônimo disse...


É Daslan Melo Lima temos que admitir a Maria Helena Leal segue sendo um show de pessoa, onde a melhor beleza reside.
Beijos

Maria José Fernandes
Rio de Janeiro

Anônimo disse...


Daslan,

quando penso que você já havia dito e escrito tudo sobre nossa Musa da Juventude, Maria Helena Leal, eis que o poeta surpreende e recorre à primavera - a mais bela estação do ano- para reverenciar a eterna miss.

Aqui do Recife, aproveito para enviar um beijão saudoso para Maria Helena e outro para Agnes.

Muciolo Ferreira

Anônimo disse...

Você arrasou!!!!!!!!!!!Quem acompanhou os concursos daquela época sente o que você sente,o que elas sentem...obrigado,por compartilhar essas fotos raras!Japão