a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 616, referente ao período de 23 a 29 de abril de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

domingo, 28 de agosto de 2016

SESSÃO NOSTALGIA - E por falar em saudade, onde anda você, Maria da Glória Carvalho?

Daslan Melo Lima



      Gostaria imensamente de saber notícias de Maria da Gloria Carvalho, nós fomos apaixonados, onde eu fui primeiro namorado dela. O pai dela, Alberto Carvalho, veterinário famoso, era amigo de meu pai, e ambos sócios do Iate Clube do Rio de Janeiro, foi assim que eu a conheci.
     Namorávamos na varanda do I.C.R.J. ou então eu a visitava na casa dela, Rua Aristides Espínola no Leblon. Foi uma delícia nossa relação, bem infantil, ela com 14 e eu com 15 aninhos, depois casei e ela também com Tião Maia, viajou para Austrália, soube que ela depois voltou separada e que morava na Av. Atlântica no Leme.
   Agora fiquei viúvo da concorrente dela, também do Leblon na Av.Bartolomeu Mitre, mesma rua que morava Daniel Filho da Tv Globo, primo dela, pois o pai dele, Juan Daniel, era irmão da mãe dela. Saudades...!!!!
   Por favor, quem estiver com ela, fala que o Kleber mandou um carinhoso beijo bem abraçado, e assim como se ela ainda tem o presente que eu lhe dei quando ela completou 15 anos.
      Paz,Amor,Saude,Luz...!!!!

      Kleber Moreira Lima

>>>>>>>>>> 

oi
Talvez você possa me ajudar a entrar em contato com Gloria - Sou uma prima que vive na Suécia desde a infância / / Christina Bohlin

>>>>>>>>>> 

Daslan, apenas deixando aqui uma emoção. Estudei com Maria da Glória no Ginásio Orlando Roças e sinto mesmo não encontrá-la mais. Nos vimos acho que em 76/77 (pela última vez)
Abraços
Márcia Glória


                 
          No dia 20 de setembro de 2008, esta secção foi dedicada a Maria da Glória Carvalho, Miss Guanabara, terceira colocada no Miss Brasil e primeiro lugar no Miss Beleza Internacional 1968.  Entre as pessoas que interagiram com PASSARELA CULTURAL, ansiosas por saberem notícias suas estavam  os autores das mensagens acima, Kleber  Moreira Lima, seu namorado de infância, Chistina Bolim, ex-colega de escola de Maria da Glória, e Márcia Glória, prima da Miss. 
          Eu também gostaria de saber por onde anda Maria da Gloria Carvalho, Vai fazer vinte e quatro que a vi focalizada numa reportagem de José Rodolpho Câmara, na revista Manchete, datada de 07 de novembro de 1992.

Maria da Glória Carvalho, de maiô, recebeu a faixa de Miss Guanabara 1968 das mãos de sua antecessora Vera Lúcia Castro. 

     Não gostava que a chamassem Maria. Porque Maria todas podem ser, ou até ninguém. Tenha o nome que tiver. Por isso, achou interessantíssimo, quando em Tóquio um locutor anunciou o que imaginava ser seu nome. “Gurória”. Maria da Glória Carvalho, a carioca que deslumbrou o Japão em 1968, ao ganhar o título de Miss Beleza Internacional, fez na época um sucesso tao grande do outro lado do mundo que virou estrela de novela, modelo exclusivo da Uthtka e da Bhartum,  teve seu próprio programa na televisão. Hoje ela mora num apartamento do Leblon, Zona Sul do Rio, e tem 115 quilos – “devido à ansiedade”, justifica. Mas, com 42 anos de idade, acha que pode recuperar a imagem que a tornou uma das mulheres mais desejadas do planeta. “Não faço regime por falta de estímulo”, garante.
      Nascida em 15 de agosto de 1950, dia de Nossa Senhora da Glória, Gurória começou aparecer como uma das mulheres mais lindas do Brasil aos 18 anos, quando foi eleita Miss Simpatia. Depois vieram os títulos de Miss Monte Líbano, Miss Rio de Janeiro e o degrau que lhe permitiu ir a Tóquio, disputar o Miss Beleza Internacional, quando foi eleita Miss Brasil nº 3, Todo esse furacão aconteceu em 1968, ano em que pela primeira vez o concurso de Miss Beleza Internacional, antes realizado nos Estados Unidos, foi parar em Tóquio, promovido pelo International Beauty Pageant of Japan. O prêmio internacional foi um sonho que lhe valeu um carro, joias, dinheiro, dilúvio de presentes – entre eles uma réplica da coroa verdadeira do Miss Beleza Internacional, que é toda em ouro e pérolas Mikamoto adornada por arminho e não sai do Japão de maneira alguma.
      O resultado é que Glória adotou o Japão. E o Japão adotou Glória. Com tão recíproca paixão, ela ficou morando três anos em Tóquio. Quando deixou de comer feijão com arroz e passou a comer peixe cru. E a agradecer em japonês arigatô com as devidas e verdadeiras inclinações do corpo. (...)


    A saudade, entretanto, acabou batendo e Maria da Glória Carvalho (coroada Miss Beleza Internacional em 6 de outubro de 1968 veio ao Rio para o Natal de 1971 e para ver os pais Célia e Alberto Carvalho Filho. Foi nessa época, em meio a atividades muito intensas, que conheceu Tião Maia, amigo de um amigo Walter Divino Costa, com quem ela estava saindo. Passou a encontrar-se com Tião em festas e reuniões. Na época, Tião Maia namorava uma miss de Pedro Leopoldo, Minas Gerais, mas durante um jantar conseguiu o telefone de Maria da Gloria e partiu para conquistá-la driblando todos os concorrentes. Acabaram casando-se em 19 de maio de 1973, numa badaladíssima festa no Clube Monte Líbano, presentes vários ministros de estado e cerca de 800 convidados.
     Foram morar no belo e enorme apartamento de Tião Maia na Avenida Atlântica, onde apesar do gênio e do ciúme de Maria da Glória viveram três anos felizes. Ao se separarem, ele a deixou muito bem, com um apartamento no Leme, joias e dinheiro. Anos mais tarde, quando voltou uma vez ao Brasil, Tião Maia ainda perguntou por Maria da Glória, que no entanto já estava em outra, namorando com o publicitário Aquiles Lamberti de Moura, que morreu em 1984, deixando-lhe um filho, Carlos Alberto, atualmente com 15 anos.
     Quando Maria da Glória foi miss, pesava 60 quilos e tinha um corpo escultural. Hoje, com 115 quilos, explica que a ansiedade desencadeou um processo de obesidade agravada pela vida sedentária que leva como dona de casa e mãe. Ao dizer que não faz regime por falta de estímulo, afirma  que gostaria de conciliar a vida de dona de casa com a de mulher desejada. Mas jura que é feliz do jeito como está, pois adora o filho e os pais a visitam sempre. “Às vezes”, suspira,  “só aprendemos através dos outros, o que estes tentam nos transmitir. Mas não vou repetir os erros do passado, pois aprender com a experiência própria  é muito melhor.”

----------

          Risos e lágrimas, ganhos e perdas,  alegrias e decepções, emagrecer e engordar fazem parte da caminhada de todo ser humano, independente da fama e da fortuna. No enanto, valores como a fé em Deus devem estar acima de qualquer coisa.
     Por onde anda você, Maria da Glória Carvalho? Como está sua vida? Ah, minha eterna Miss Beleza Internacional 1968, assim como eu, milhares de pessoas gostariam de ter notícias suas.   

*****
   
Veja (ou reveja) a SESSÃO NOSTALGIA de 20 de setembro de 2008, 
 Maria da Glória Carvalho e a porta na minha cara,

Um comentário:

Anônimo disse...


Considero Maria da Glória Carvalho até hoje a Miss Guanabara de melhor plástica. O corpo perfeito causava a impressão de ter sido esculpido por um arquiteto do período greco-romano em homenagem a uma sacerdotisa grega. Depois dela, a carioca que mais me impressionou esteticamente foi Denise Penteado, do Nevada Praia Clube, Miss Guanabara 1973 e segunda colocada no Miss Brasil. Detalhe: ambas morenas brejeiras.

Muciolo Ferreira