a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 18 de março de 2017

SESSÃO NOSTALGIA – Débora Daggy, cara de Miss Universo

                             
Daslan Melo Lima

     Março de 2001. Entre tantas garotas lindas naquele primeiro dia de confinamento do concurso Miss Pernambuco 2001, no auditório do Hotel Central, em Caruaru, minha atenção logo foi despertada para uma jovem de penetrantes olhos cor de mel, Débora Michelle de Araújo Daggy, representante de Jaboatão dos Guararapes, município da região metropolitana do Recife. O que eu estava fazendo ali? Acompanhando Denise de Morais Silva, Miss Timbaúba, na condição de seu coordenador. No dia seguinte, aproximei-me de Débora e perguntei se ela era família de Tereza Daggy, uma moça encantadora que há uma década havia disputado o título de Rainha do Baile Municipal do Recife. Débora disse-me que era sobrinha de Tereza. 


         Na noite do dia 10, no Palladium, Débora Daggy foi eleita Miss Pernambuco, dando início a uma trajetória que fez dela uma das misses pernambucanas inesquecíveis.   

----------

Débora Daggy, Top 5 no Miss Brasil


Hotel Glória, Rio de Janeiro, 26/03/2001 -  Da esquerda para a direita: Raquel Farias, Miss Rio de Janeiro, quinto lugar; Joyce Yara Aguiar, Miss São Paulo, terceiro lugar; Juliana Borges, Miss Rio Grande do Sul, eleita Miss Brasil;  Fernanda Tinti Borja, Miss Minas Gerais, segunda colocada; e Débora Daggy, Miss Pernambuco, quarto lugar.
----------

Débora Daggy no Miss Intercontinental


         A beleza da mais bela pernambucana de 2001 não passou despercebida da organização nacional do Miss Intercontinental, resultando no convite para que representasse o Brasil na fase internacional. O certame foi realizado em 21/06, em Coburg, na Baviera, Alemanha. Foram 31 participantes. Débora não se classificou entre as  semifinalistas, no ano em que a coroa foi para a venezuelana Ligia Fernanda Petit Vargas.
----------

       Débora Daggy, vice-Miss Brasil Mundo 2001

      Em 28/09/2001, Débora Daggy voltou à passarela, desta vez no Shopping Center Guararapes, em Jaboatão dos Guararapes,  na disputa pelo direito de representar o Brasil no Miss Mundo, que naquele ano aconteceria em 16/11, no Super Bowl, Sun City, África do Sul. A pernambucana ficou em segundo lugar no Miss Brasil Mundo, perdendo para Joyce Aguiar, terceira colocada no Miss Brasil 2001. 

Débora Daggy na noite em que conquistou o segundo lugar no Miss Mundo Brasil 2001, ao lado do jornalista Muciolo Ferreira e de Ana Cláudia Pessoa Romão, Miss Pernambuco Mundo 1990, terceira colocada no Miss Brasil Mundo 1990 e semifinalista no Miss Brasil 1992.

----------

Débora Daggy, a ninfeta 


      O Dicionário Informal da Língua Portuguesa define muito bem o que significa a palavra ninfeta: "Adolescente com a delicadeza de uma jovem, mas com a sensualidade de uma mulher.  Aquela linda ninfeta, apesar de ainda não ter atingido a maioridade, já provocava desejos em homens jovens ou adultos."          Logo após ser eleita, Débora Daggy passou a ter ainda mais visibilidade por conta do seu namoro com o político Jarbas Vasconcelos, então governador de Pernambuco.



          Recifense nascida em 05/12/1984, Débora Daggy tinha apenas 17 anos incompletos, ou seja, exatos 16 anos, três meses e cinco dias quando foi eleita Miss Pernambuco. Isso ficou comprovado publicamente em 2006, época em que, candidata a Deputada Estadual, teve seus dados postados na imprensa. 
         A pergunta que não quer calar: Teria ido mais longe na sua trajetória de miss caso fosse de maior idade? 
----------
Débora Daggy figurou na lista das 25 mulheres mais sexys de 2012 da revista IstoÉ Gente
----------

----------
----------


A jovialidade de Débora Daggy em 2014, fotografada por Rômulo Lins, treze anos depois de ter sido eleita Miss Pernambuco 2001. Cenário: Pátio de São Pedro, centro do Recife. 
----------




        A última vez que vi a hoje advogada Débora Daggy foi na noite de 21/03/2009, no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco,  quando da realização do concurso Miss Pernambuco 2009. 
          O meu amigo Roberto Macêdo, jornalista, escritor e missólogo baiano, estava próximo a mim e fez uma observação abalizada quando a viu: "Débora Daggy tem cara de Miss Universo". 

*****
------------------
Imagens: Facebook

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Daslan!
Em primeiro lugar, obrigado por essa excelente matéria sobre Débora Daggy que, na minha opinião, continua sendo o mais belo rosto de todos os concursos de beleza já realizados em Pernambuco.
Agradeço também a publicação de minha foto ao lado dessa deusa. Concordo e subscrevo com tudo o que você escreveu sobre ela.
Um forte abraço,
Muciolo Ferreira

Roberto Macedo disse...

Olá Daslan

Excelente crônica - como sempre! Obrigado por me citar.

Eu estava naquele Miss Brasil, realizado no Hotel Glória, que teve um resultado prá lá de estranho.

Encontrei-me novamente com Débora no aeroporto do Rio de Janeiro em 2002, ela retornando para o Recife acompanhando a Miss Pernambuco Milena Lyra;- eu retornando para a Bahia depois de presenciar outro concurso muito estranho, o Beleza Brasil 2002, em Cabo Frio.

E finalmente, em 2009, a revejo na eleição da Miss Pernambuco. Como sempre, um rosto que ilumina.

Abraço e bom domingo,

Roberto Macêdo