a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 616, referente ao período de 23 a 29 de abril de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 16 de junho de 2012

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO

 FATOS EM FOCO.....
Outros textos e imagens referentes aos eventos abaixo ainda estão pendentes para postagens.
.....
ARRAIAL DOS AMIGOS - Engenho Latão, Macaparana, 16 de junho, V Arraial dos Amigos, o maior São João privê do interior pernambucano.
..........
MISS E MISTER ETE 2012 - ETE, Escola Técnica Estadual Miguel Arraes de Alencar, 15 de junho. Joyce Adélia Silva e Bruno Henrique Medeiros, eleitos Miss e Mister ETE 2012.
..........

FESTA DE SANTO ANTÔNIO - Cruz do Caboclo, Festa de Santo Antônio, 10/13 de junho. O casal José da Silva-Ana Marinho, proprietários do Sítio Santo Antônio, no povoado de Cruz do Caboclo, focados na revitalização das tradições religiosas locais,  promoveu a Festa de Santo Antônio. No dia 10, às 10 h, o Padre Marcos Henrique celebrou a Santa Missa na capela, ocasião onde aconteceram as cerimônias das bençãos dos pães e dos lírios. No dia 13, às 19 h, foi realizada a procissão, saindo da sede do sítio para a capela. 
 .....
 
PRÉVIA JUNINA DE TIMBAUBINHA -  Bar do Bode, 09 de junho. A prévia junina privê da zona norte.
.....
.....
*****
ROTEIRO POÉTICO DE TIMBAÚBA
.....
PRAÇA DA BÍBLIA - A escultura é um imenso livro aberto, mas não se trata apenas de um livro, é A Bíblia, o livro dos livros. De vez em quando alguém passa, aproxima-se, medita no versículo que está escrito e tranquilamente vai embora, renovado para prosseguir a caminhada.
*****
MEMÓRIA TIMBAUBENSE
.....
   A GRANDE DAMA – Ela morreu num sábado cinza recifense de abril, 21/04/2012. Irene Ferreira Brandão de Galvão Cavalcanti, ou simplesmente Irene Galvão, timbaubense nascida em 11/06/1919, filha de Deoclecio Filgueira Brandão e Alzira Ferreira Brandão, marcou época em Timbaúba. Foi casada por 35 anos com Antonio Galvão Cavalcanti (1907-1973), tabelião e ex-prefeito de Timbaúba. Teve quatro filhos: Maria José Galvão Cavalcanti Gueiros de Oliveira; Laís Galvão Cavalcanti Laureano; Antonio Galvão Cavalcanti Filho (1945-2007), que também foi prefeito da cidade, e Mônica Galvão Cavalcanti Barboza. Ficou viúva aos 54 anos, assumindo os negócios da Fazenda Canaã, como pecuarista e vendedora de leite. 
    Os meninos e adolescentes que trabalhavam com ela e que seguiram sua orientação, hoje estão encaminhados na vida, empregados, participando e colaborando ativamente com a vida da cidade. Ela acreditava nas pessoas e era dona de um otimismo ímpar, aliado a um grande dinamismo e capacidade de liderança. Foi atuante na política e participou ativamente nas campanhas eleitorais, desde a época do Dr. João Ferreira Lima (1895-1959) e do Dr. João Ferreira Lima Filho (1924-2003).
   Durante toda sua vida, Irene Galvão procurou ajudar e orientar todos que dela se aproximaram. Por tudo isso, a grande dama é um nome que ficará na história, um orgulho timbaubense.
_____

(Foto/dados biográficos de Irene Galvão: agradecimentos a Lygia Cajá)
*****

9 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail enviado por Katiane Galvão Cavalcanti, filha do Dr. Antônio Galvão Cavalcanti Filho (Galvãozinho):
>>>>>>>>>>

Daslan

Quero lhe parabenizar pela iniciativa de homenagear minha avó Irene Galvão, mulher sem dúvida de destaque da sociedade timbaubense. Só quem a conheceu pode avaliar o seu grau de merecimento e comprometimento com a nossa cidade.

Sem duvida, ela deixou um grande legado e o mais difícil é conviver sem a sua presença física e a saudade eterna que fica em nossa família, mas acreditamos que ela jamais será esquecida.

Com os cumprimentos

Katiane Galvão Cavalcanti

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Resposta para Katiane Galvão Cavalcanti:

Sua inesquecível avó foi uma das primeiras personalidades femininas que conheci quando vim morar em Timbaúba. Numa manhã de sábado, ao passar perto da Igreja, ela estava na janela da sua casa e ofereceu-me leite. Eu não sabia quem era ela e fiquei impressionado com o seu porte altivo, sua classe e a maneira simples e direta de propagar o produto que comercializava. Depois, buscando informação, fiquei sabendo que D. Irene tinha sido a primeira dama da cidade.

A homenagem prestada a ela no meu blog nada mais é do que uma referência a uma pessoa digna que faz parte da história de um povo. O tributo deveria ter sido publicado há mais tempo, mas eu não tinha fotos dela e carecia de mais dados sobre sua vida. Não quis ocupar você, pois sei o quanto ficamos fragilizados quando perdemos as pessoas que nos são caras. Enfim, conversando com a Lygia Cajá na semana passada, ela prontificou-se a reunir material suficiente para uma crônica em PASSARELA CULTURAL.

As avós não morrem nunca e D. Irene Galvão, de alguma forma, estará sempre ao lado dos netos e netas amados. E figuras de expressão da extirpe de uma Irene Galvão jamais serão esquecidas.

Um abraço e dias abençoados.

Daslan Melo Lima


>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

E-mail recebido de Madalena Andrade
>>>>>>>>>>

Daslan!

Boa noite!

Sempre tenho acessado a sua página “Passarela Cultural” que traz informações valiosíssimas !!!!! Notícias, reflexões, notas de solidariedade, publicações e tantas outras informações importantes...

Em nome do GAAPAC, agradeço a você por ter aberto há muito tempo em sua página, um espaço para divulgar o nosso trabalho!
Eu, assim como muitas pessoas acometidas pelo câncer, fomos beneficiadas pelo trabalho desenvolvido pelo GAAPAC que ao longo destes 20 anos de existência sempre procurou acolher aqueles que procuram o GRUPO, em busca de uma orientação para o enfrentamento da doença.

Um beijo no seu coração!

Madalena Andrade


>>>>>>>>>>

Resposta para Madalena Andrade

Grato por sua atenção. Para mim, é uma imensa satisfação poder colobaorar com a divulgação do nobre propósito do GAAPAC. Pessoas e instituições voltadas para a construção de um planeta Terra melhor terão sempre espaço garantido em PASSARELA CULTURAL.

Desejo um dia colher o seu depoimento, a sua experiência de superação, a fim de postar em meu blog, visando ajudar as pessoas que estão enfrentando problemas.

Um abraço e uma semana abençoada.

Daslan Melo Lima

>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Maria José Galvão, via e-mail.
>>>>>>>>>>

Daslan,

Ficamos todos sensibilizados com a matéria colocada por você na sua Passarela Cultural.
De fato,mamãe foi uma baraúna que tombou aos 92 anos de idade.
Timbaubense de nascimento e coração, aí permaneceu até o final de seus dias e ai ficará em sua morada final.

Aproveito para parabenizá-lo pela Passarela que eu não conhecia e acessá-la com frequência.

Zed Galvão

>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Mônica Galvão Barboza, via e-mail
>>>>>>>>>>

Oi,
Daslan:

Eu sempre acesso a passarela cultural e gosto dos temas abordados por você e em especial esta linda homenagem à minha mãe.
Imagino que você nem a conheceu tão bem, mas acreditando no que lhe foi repassado por pessoas como Ligia, você se dedicou a falar sobre uma mulher a quem chamou de grande dama e de um orgulho timbaubense.

Quero primeiro lhe agradecer e em seguida dizer que você pode ter certeza de que realmente ela foi merecedora destas denominações, e que para mim é mais do que um orgulho timbaubense, é um orgulho ser filha dela.

Muito obrigada e que Deus o ilumine sempre.

Mônica Galvão Barboza

>>>>>>>>>>

Ana Lygia disse...

Amigo Daslan,
Para aqueles que tiveram o privilegio de conviver com D. Irene como EU qualquer comentário que faça é pouco para tentar descrever o SER HUMANO MARAVILHOSO que era ela. Tinha o costume de visita-la às 04:30 da matina e lá estava ela, sentada na mesa tomando seu café e ficavamos conversando sobre os acontecimentos da nossa querida Timbaúba mas, no meio da conversa ela sempre tinha alguma coisa para contar sobre Totinha (Dr. Galvão), dos filhos Zed, Lais, Galvão e Monica, dos netos, bisnetos, em fim de todos os familiares e amigos. Sua alegria, humildade, dedicação e o amor incondicional a familia que ela constituiu e educou com muito amor e zelo e que tanto se orgulhava me encantava, perdia a noção do tempo quando convesavamos...
Irene Galvão continua viva no coração de todos nós que tivemos a honra de conviver e desfrutar de seus ensinamentos.
Agradeço a homenagem a a grande amiga !!!
Lyginha

Paulo Dutra disse...

Mais uma vez venho parabenizar-lhe, Daslan! Dona Irene sempre será símbolo de que há de fidalguia em nossa cidade! Sem dúvida, foi uma grande mulher! Muito obrigado!

Zarinha Dutra disse...

D.Irene foi uma mulher que com muita sabedoria a vida social e política de Timbaúba e marcou com sua contribuição para o progresso de nossa cidade.Zarinha Dutra.

Anônimo disse...

Daslan:

É tão bonita essa ação de Evangelização do Casal
Sr.Ramos e D.Ana, beneficiando uma comunidade que há setenta anos estava desativada, precisando muito da palavra de
DEUS.

Um lugar de uma GRANDE ENERGIA - CRUZ DO CABLOCO.

Atenciosamente,

Ana Gloria e família.

Germana Galvão Cavalcanti Laureano disse...

Não poderia deixar de registrar a minha alegria com a justa homenagem prestada a minha avó materna: Irene Galvão. Com a força dos otimistas, D. Irene - como costumava ser chamada - ensinou valiosas lições aos que tiveram o privilégio do seu convívio. Continuará sendo símbolo de vanguarda e sabedoria. Uma referência que levarei por toda vida.
Que onde estiver, receba todo o meu carinho...
Germana