a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 616, referente ao período de 23 a 29 de abril de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 99612.0904 (Tim) e (81) 99277.3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 30 de junho de 2012

SESSÃO NOSTALGIA - Alda Maria Simonetti de Oliveira Maia, Miss Pernambuco 1965

Daslan Melo Lima

 PRÓLOGO


      Estrada dos Remédios, bairro de Afogados, Recife-PE. Na tarde de um domingo de maio de 1965, aguardando a Santa Missa começar na Igreja Nossa Senhora dos Remédios, uma linda moça de pele clara, tranquila, passou por mim. Fiquei imaginando que ela estaria desfilando numa mágica passarela. Semanas depois, reconheci a jovem nas páginas dos jornais com a faixa de Miss Pernambuco 1965. Seu nome: Alda Maria Simonetti  de Oliveira Maia, ou simplesmente Alda Maria Simonetti Maia.

Da esquerda para a direita, as três finalistas do Miss Pernambuco 1965:  Maria Lúcia Caldas, terceira colocada; Alda Maria Simonetti Maia, Miss Sport Club do  Recife, eleita Miss PE; e Helena Viana, Miss Garanhuns, segunda colocada. (Foto: O Cruzeiro, 26/06/1965).
.....
     EU E ELA NA ESTRADA DOS REMÉDIOS

      Eu morava na Rua José da Bomba, uma transversal da Estrada dos Remédios, próximo ao Ginásio São Pedro, em frente a  uma comunidade chamada Caranguejo, que sofria na época das marés altas. Alda Maria morava na Rua Dr. João Marques, em um pequeno edifício, algumas ruas depois da minha, e do seu apartamento se avistava a  sede do Sport  Club do Recife, meu clube de coração, que ela tão bem representou no concurso Miss Pernambuco. Quando Alda voltou do Rio de Janeiro, seu traje típico ficou exposto numa vitrine da Dias Junior, uma loja de confecções que existia na Rua Duque de Caxias,  esquina com a Praça da Independência. Passei mais de uma vez na frente da loja para admirar aquele traje.
Maracanãzinho,  Rio de Janeiro, sábado, 03/07/1965, noite do concurso Miss Brasil 1965.  Na passarela,  Alda Maria Simonetti Maia, usando o  traje típico que remete às cortadoras de cana-de-açúcar. (Foto: O Cruzeiro, 24/07/1965).

ALDA, BELEZA E INTELIGÊNCIA
 

Alda em três momentos do concurso Miss PE 1965, realizado na sede social do Sport Club do Recife, em 05/06/1965. (Fotos: Manchete, 10/07/1965, e blog do Fernando Machado, www.fernandomachado.blog.br) .

 
     A imprensa pernambucana e nacional destacou o alto nível intelectual de Alda Simonetti Maia, natural da cidade de Goianinha, Rio Grande do Norte. O jornalista José de Souza Alencar, o Alex, membro da comissão julgadora, em sua coluna social do Jornal do Commercio, do Recife, não poupou elogios à sua eleição, e na revista O Cruzeiro, de 26/06/1965, Ubiratan de Lemos disse:  "É loura de berço, segundanista da Faculdade de Direito da Universidade do Recife, falando fluente o espanhol, inglês, francês e alemão. E ainda tem tempo para acordeão, piano e violão. A festa foi a maior do ano, reunindo o melhor da sociedade pernambucana. O governador Paulo Guerra e autoridades militares deram presença à passarela , bem como o povo, na sua faixa de bom gosto. Marcílio Campos, na sua qualidade de um dos mais famosos costureiros do Brasil, está preparando o enxoval de Alda. E eis a certeza de termos, no Maracanãzinho, uma Miss Pernambuco de talhe internacional no guarda-roupa."
.....

UMA LEI PARA ALDA
       
      Como documento de um tempo que se foi, vale a pena recordar que uma Lei Municipal, a de nº 9.420, de 26/06/1965, concedeu a Alda uma ajuda de custos de CR$ 250.000,00 (Duzentos e cinqüenta mil cruzeiros), em moeda da época. Fonte: www.legiscidade.com.br/lei/09420/

 .....
LEI Nº 9.420
Ementa: Autoriza a Prefeitura Municipal a auxiliar com a importância de Cr$ 250.000, as despesas de viagem da Sta. ALDA MARIA SIMONETTI DE OLIVEIRA MAIA Miss Pernambuco 1965.
O Prefeito do Município do Recife faz saber que o Poder Legislativo decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º Fica o Chefe do Executivo autorizado a abrir o crédito de duzentos e cinqüenta mil cruzeiros (Cr$ 250.000) para auxiliar a senhorita ALDA MARIA SIMONETTI DE OLIVEIRA MAIA - Miss Pernambuco 1965 nas despesas a que terá de realizar para, como representante da beleza pernambucana, concorrer ao título de Miss Brasil, no certame que se realizará nos próximos dias no Estado da Guanabara.
Art. 2º O crédito aberto correrá por conta da verba constante do Quadro 2.08.04., Consignação 3.1.4.0 - Encargos Diversos - Subconsignação 3.1.4.8, do orçamento em vigôr.
Art. 3º Esta lei entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Recife, 26 de junho de 1965
AUGUSTO LUCENA
Prefeito
....
  POR ONDE ANDA ALDA MARIA SIMONETTI MAIA

        A Dra. Alda Maria Simonetti Maia mora no Recife. É Mestra em Direito Urbano pela Universidade de Paris XII. Faz parte do Conselho Editorial da Revista Científica Gestus,  da FACOL ,  Faculdade Escritor Osman da Costa Lins, instituição de ensino superior localizada em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata de Pernambuco. A faculdade tem seis cursos de graduação, todos autorizados pelo MEC: Administração, Marketing, Sistemas de Informação, Turismo, Direito e Pedagogia. Além desses, oferece também pós-graduação lato sensu que atendem toda a região. Alda é  membro do CEJ, Comissão de Ensino Jurídico da OAB, Ordem do Advogados do Brasil, secção de Pernambuco, e responsável pela edição do Informativo Sindape, Sindicato dos Advogados do Estado de Pernambuco.
.....

ÍRIS TÉBÉKA, A HERDEIRA DE ALDA

Irís Raquel Maia Tébéka, filha única da Miss PE 1965. 

      Alda casou com um cidadão francês e tem uma filha, Íris Raquel Maia Tébéka, tão inteligente quanto a mãe. Íris Tébéka é graduada em  Química pela UFPE, Universidade Federal de Pernambuco, com Doutorado na USP, Universidade de São Paulo, e fala francês, inglês e alemão. Navegando na Internet, encontrei um vídeo no Youtube, onde ela canta La Boheme, durante uma comemoração do ano Brasil-França,  em 2009. Fiquei emocionado ao encontrar um rosto parecido com o da sua mãe,   http://www.youtube.com/watch?v=ApIpqTi6cgs&feature=relmfu

 EPÍLOGO
      Embora não tenha obtido classificação entre as finalistas do Miss Brasil 1965, concurso vencido por Maria Raquel Helena de Andrade, Miss Guanabara, quando a favorita era Marilena de Oliveira Lima, Miss Mato Grosso, Alda Maria Simonetti de Oliveira Maia deixou seu nome registrado na lista das grandes misses de Pernambuco. 
     Os festejos juninos passaram e aqui estou, nesta tarde ensolarada do primeiro domingo de julho de 2012,  a relembrar aquela deusa  que conheci numa missa dominical da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, naquele distante 1965. Após a Missa, senti vontade de chegar perto de Alda Maria Simonetti Maia para dizer-lhe com todo o respeito: "Como você é bonita!". Faltou coragem. A timidez do menino que um dia eu fui falou mais alto. Que pena !

*****

3 comentários:

Anônimo disse...

DASLAN , você não sabe como adorei este resgate do Miss PE-65.
Alda Simonetti é um nome que orgulha a história do concurso.
Inteligente demais, ela conciliava sua vocação para Miss sem tirar o foco dos estudos.
Um ano antes em 1964, ela disputou o Miss Sergipe, título conquistado por Maria Isabel Avelar.

Nota 10 pára vc !!!!!

Carlos-CAMPINAS-São Paulo

Anônimo disse...

Daslan,

tive o privilégio de cruzar com a Miss Pernambuco 1965 inúmeras vezes nos corredores da Universidade Católica de Pernambuco, onde ela era a coordenadora do Curso de História, na década de 1970. Na época, eu cursava Bacharelado em Jornalismo. Alda continuava linda, elegante e altiva. Inteligentíssima, assim como foi seu pai, um famoso médico.

Quando vejo as misses atuais , parecendo mais umas "piriquetes" e aprendizes de modelo, sinto um arrepio. E quando abrem a boca pra dizer alguma coisa... Bem, é melhor nem comentar.

Oportuníssimo o resgaste de uma Miss de verdade da primeira Sessão Nostalgia do segundo semestre de 2012.

Uma ótima semana a todos.

Abraços.

Muciolo Ferreira - do Recife

Anônimo disse...

Daslan, parabéns por ter focalizado Alda Maria Simonetti Maia em sua famosa secção SESSÃO NOSTALGIA. Gostaria de repassar os dados abaixo para enriquecer mais o resgate do Miss PE 1965.

Participaram do evento cinco candidatas, Alda Maria Simonetti Maia (Sport Club do Recife), Socorro Santana (Vitória de Santo Antão), Maria Lúcia Caldas (Limoeiro), Nicienne Arruda (Clube da Imprensa de Pernambuco), Laurilúcia Ferreira de Araújo (Jóquei Clube de Pernambuco) e Helena Viana (Garanhuns).

Adilson Ramos, um dos ídolos da jovem guarda, cantou nos intervalos dos desfiles.

Na comissão julgadora estavam Sônia Guerra, Ieda Lucena, José Costa Cavalcanti, Almirante Francisco Duque Guimarães, Cônsul da Argentina Ornaldo Carrena, Capiba, José Sales Filho, Valdemar de Oliveira e Alex.

Alda tinha 1,64 de altura. Seu vestido de gala foi desenhado pelo estilista Jurandir e confeccionado por Inês Peixe.

Alda já tinha disputado o Miss Rio Grande do Norte representando a cidade de Goianinha, onde ficou em quarto lugar. Um ano antes, em 1964, ficou em terceiro lugar no Miss Sergipe, na condição de Miss Clube dos Universitários.

Um abraço.

João C./Caruaru