a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 646, referente ao período de 19 a 25 de novembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 14 de junho de 2014

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Dona Créu, beleza e equilíbrio - Gincana beneficente - De olho na Copa do Mundo

 DONA CRÉU, 
UM TOQUE ÍMPAR DE BELEZA E EQUILÍBRIO

       

     Ela foi considerada uma das mais belas jovens do Estado da Paraíba.  O tempo mostrou que, além da beleza, seria capaz de se transformar numa mulher de força e fibra, capaz de superar com destemor todas as adversidades da vida, sempre inabalável na condução do mais importante projeto da sua existência:  a família.

      Cremilda de Souza Almeida, que a geração mais antiga de Timbaúba conhece como dona Cremilda (entre os mais íntimos Dona Créu e Miminha),  esposa de João Grande, foi o segundo filho e a primeira filha de uma prole de treze do  casal João Marcelino de Souza e Severina Rodrigues de Souza, nascida em 08/12/1918, em Guarita, distrito de Itabaiana, PB. Foi cortejada por muitos rapazes da sociedade, mas seu coração  falou mais alto diante de um moço da tradicional família Almeida, o João Rodrigues de Almeida (in memoriam), com quem casou no dia 16/02/1938, aos 19 anos de idade, e com quem teve uma união exemplar e feliz.
       O tempo foi o melhor aliado da beleza de Cremilda. Os cabelos brancos e as linhas do rosto deram-lhe um toque ímpar encantador.  Com sua sabedoria e equilíbrio é um exemplo de vida para os seus filhos, filhas, genros, noras, netos, netas, bisnetos, bisnetas e um trineto. Durante a celebração do seu aniversário de 91 anos, em João Pessoa, PB, declarou:
A vida exige sempre de nós equilíbrio, humildade, força interior e fé naquilo que fazemos e praticamos. Os desafios são imensos; também muitas são as alegrias e tristezas. Nessa caminhada de 95 anos, busquei os caminhos que me levassem a estar bem com Deus e as pessoas, praticando a tolerância, escutando mais, intervindo menos. Não sei se consegui. Agradeço a DEUS e aos meus queridos parentes e amigos por esse momento existencial de muita felicidade e muito amor. A vocês, meu carinho e minha gratidão.”
*****
UM FATO EM FOCO
O salão principal da Eremt, antigo Sesi, foi palco de uma gincana coordenada por Simony Ferreira, Ione Nascimento  e Lodja Myrelle, envolvendo as turmas dos cursos do Senac,  Promotor de Vendas e Auxiliar Administrativo. O evento foi coroado de êxito, principalmente por um detalhe: mais de 700 quilos de alimentos não perecíveis foram arrecadados para doação às entidades beneficentes timbaubenses.
Simony Ferreira, Ione Nascimento e Lodja Myrelle.
***** 
DE OLHO NA COPA DO MUNDO

O jovem casal Julierme Barbosa e Moema Brandão convidou um pequeno grupo para assistir ao jogo Brasil x Croácia em sua residência no bairro de Timbaubinha, zona norte. PASSARELA CULTURAL estava lá.
Rosinaldo e Rosinha Albuquerque. Abaixo, Márcio Apolinário ladeado por Marluce e Mayara Brandão.

*****

2 comentários:

Anônimo disse...

Adoro,qdo você traz essas jovens aqui,como D.Créu!Continua linda!Abraços,Japão

Anônimo disse...

Madrinha Cremilda (na verdade ela é madrinha de minha mãe), um ser humano ímpar, simples, simpática, caridosa e linda por dentro e por fora. A sua vida não foi fácil, mãe extremamente dedicada criou e educou sua prole (Joãozinho, Fernando, Lula, Meda, Lourdinha, Eliane, Beta, Ceiça) com muito amor e sobretudo fé em DEUS e graças a ELE desânimo nunca fez parte do seu vocabulário. No devido tempo os filhos, sempre guiado pelos seus ensinamentos, casaram, constituíram família, mudaram de cidade... hoje, como diz o ditado, o bom filho a casa retorna; dois deles já se encontram na casa do PAI e com certeza lá de cima continuam amando e admirando a sua RAINHA, os outros residem em João Pessoa, junto da Rainha Mãe, dando a ELA toda a atenção e carinho que ela merece e aos domingos com certeza todos estão reunidos em volta de sua mesa para contar como foi a semana, ouvir seus sábios conselhos e... quem sabe até uma leve advertência: meu filho será que isso vai dar certo ? PARABÉNS PELA GRANDE MÃE, AVÓ, BISA, SOGRA E AMIGA QUE ÉS ! ! Nos sentimos hornrados de ter em nossa família uma mulher de fibra como a senhora ! !
O pai dela, João Marcelino era irmão da minha avó materna ANA MARCELINA DE SOUZA, daí o meu nome ser ANA Lygia ! ! Bjs de Dulce, Lyginha, Rodolfinho e Helena (Lenice)