a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 628, referente ao período de 16 a 22 de julho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 9.9612-0904 (Tim) e (81) 9.9277-3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 7 de junho de 2014

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Paulo Dutra, de Advogado a Padre - "Brasil, show de bola", um Frevo timbaubense -

PAULO DUTRA, DE ADVOGADO A PADRE

    
O timbaubense Paulo Dutra de Morais, um gentleman na melhor acepção da palavra, filho de Jailton Morais, funcionário do Banco do Brasil,  e Rosário Dutra de Morais (professora Zarinha), educadora aposentada, uma das personalidades femininas mais estimadas de Timbaúba, deixou de lado a carreira de advogado para ser padre. Sua história foi contada por Danilgo Galindo no site leiaja.com, cujos trechos mais significativos foram abaixo reproduzidos. (Foto: Augusto Cataldi/LeiaJáImagens). 
      Decidir qual carreira irá seguir é um desafio para muita gente. Nem sempre aquilo que se escolhe acaba sendo o melhor caminho. Nas faculdades, é comum casos de desistência, ou pessoas que já tentaram várias graduações sem saber o que os deixam realmente felizes. Mas e quando acontece de alguém decidir abrir mão de uma carreira consolidada para se tornar padre? Por mais inusitado que pareça, é comum nos seminários ouvir a história de pessoas que deixaram família, trabalho e estudos, para se dedicar a vida religiosa.
       Paulo Dutra tem 32 anos e é formado em  Direito. Chegou a trabalhar em consultórios de advocacia e na Secretaria de Turismo do Estado como assessor, mas percebeu que, apesar de sempre gostar da área judicial, não se sentia completo. Foi na religião que Paulo se encontrou. “Você enxerga que onde está não é feliz, então eu atendi ao chamado. É uma busca de plenitude, de sentido”, conta. No Seminário de Olinda, no Alto da Sé, onde mora há dois anos, Paulo convive com outros jovens que desejam seguir uma vida arquidiocesana. “Meu caso é o que chamamos de vocação tardia. Aqui tem gente que chega com 12, 13 anos para começar uma preparação. Mas muitos aqui também deixaram a carreira, até noivados, para se dedicar ao sacerdócio”, comenta.
            Diferentemente de apenas trocar de profissão, a pessoa que deseja se tornar padre deve iniciar uma nova vida. “A igreja exige uma postura muito diferente. Você sai de casa, deixa a família. É uma decisão muito difícil. Mas não deixamos de manter contato, eu ainda torço pelo meu time, o Sport”, brinca Paulo. 
            “Normalmente as pessoas acham bonito ter alguém na família que se torne padre, mas ela também espera uma descendência... ”, diz. Paulo também relata que há uma desistência muito grande, apontando que de cada três seminaristas, dois não se tornam padres. “O seminário é um momento de formação intelectual e de discernimento. Muitos desistem quando percebem que não estão no lugar certo”, conta.
      Na tradicional Missa dos Santos Óleos, realizada sempre na quinta-feira da paixão, que abre a Semana Santa, Paulo participou do ritual. O momento é uma porta de entrada naquele mundo que pode ser seu futuro. Abdicar do luxo, dos prazeres seculares, para se tornar um padre é uma decisão muito corajosa, que exige muita reflexão. 
      “Eu não sei por que estou aqui, mas eu preciso. Há uma frase de Dom Bosco que resume nosso pensamento. Ele dizia, ‘eu não disse que seria fácil, eu disse que valeria a pena’”, finaliza, antes de entrar para auxiliar o arcebispo em mais um momento litúrgico.
----------
Jailton, Zarinha e Paulo Morais, pausa para um flash, após as orações no altar-mor da  Igreja do Convento de São Francisco, Salvador, BA. (Foto: arquivo pessoal).

*****

UM FREVO TIMBAUBENSE
"Brasil, show de bola"  é o título de um frevo composto por Ery  Ramos, cantor e compositor timbaubense. Clique neste link e confira a gravação da música feita durante a realização do Baile Municipal de Timbaúba, 
*****

MEMÓRIA TIMBAUBENSE
Campeonato Interno de Futebol das equipes do curso ginasial do Colégio Timbaubense. A denominação ainda não era de ''Futebol Society'', mas a formação sim. Na foto, o time do 3º ano ginasial, reforçado pelo Hiram Freire que era do 4º ano. ***** Em pé, da esquerda para a direita, João Gomes, Samuel Costa, Hiram Freire (in memorian) e  Severino BarbosaAgachados, na mesma ordem, Josafá de Freitas, Biu Mendes, Antonio Miranda (in memorian),  Reginaldo Pessoa e  o técnico Marcão (in memorian), ex-baterista do conjunto musical Os Líderes. ***** Imagem: Acervo de Josafá de Freitas.
*****
ROTEIRO POÉTICO DE TIMBAÚBA

APENAS SEDUTOR - Um salão de beleza funciona no pavimento inferior  e um templo religioso no superior. Na avenida Marechal Dantas Barreto, um lindo casarão remete a um tempo mais lento e romântico, simples assim, nem inferior e nem superior, apenas sedutor. - Daslan Melo Lima.
*****

Um comentário:

Anônimo disse...

O belo sobrado localizado no início da Av. Mal. Dantas Barreto pertence aos herdeiros da Sra. Luiza Rosalina de Queiroz Coutinho. Ao lado esquerdo da foto podemos ver uma casa moderna (construída nos anos 80) com um muro adorando por bugueviles na cor rosa que pertence a Maria Rosalina, filha de D. Luiza. Creio que o referido imóvel foi edificado no quintal do sobrado. 
Ana Lygia