a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 637, referente ao período de 17 a 23 de setembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 27 de junho de 2015

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Joice Adélia de olho no Miss Pernambuco 2015

 
UM FATO EM FOCO - A jovem Joice Adélia, Miss Beleza Regional 2014, natural de Timbaúba, 20 anos a completar no dia 07 de novembro, é uma jovem cheia de determinação e sonhos  que mora no distrito de Caueiras, na vizinha cidade de Aliança.  Ao mesmo tempo em que é aluna da Unissau, onde cursa Enfermagem,  faz trabalhos como modelo e sonha com o título de Miss Pernambuco 2015, concurso agendado para 09 de julho, no Teatro IMIP, Recife.

      Tudo começou em 2012, quando ela venceu o Miss ETE-Escola Estadual Miguel Arraes de Alencar. Em seguida, recebeu o cobiçado título de Garota Verão de Timbaúba e foi eleita vice-Miss Pernambuco Global Teen 2012,  no Teatro Beberibe,  representando a praia de Candeias, Jaboatão dos Guararapes. No ano passado, durante coquetel realizado no bar e restaurante timbaubense A Praça, foi coroada Miss Beleza Regional 2014, título outorgado por Josenildo Batista, coordenador estadual do referido certame.
           As revelações de Joice Adélia: “Não acho que miss ainda sofra com o estereótipo de que mulheres bonitas não podem ser inteligentes. Estou sendo bem assessorada para participar do Miss Pernambuco. Tive que mudar algumas coisas nas refeições, a fim de manter bem a forma. Acho que vai ser um pouco difícil  enfrentar as câmeras de tv, mas tenho facilidade de me adaptar às circunstâncias. No meu  tempo livre, para poder me preparar melhor, tive de abdicar de boas leituras, bons filmes e viagens. Sou fã da natureza. Para me conquistar, um homem precisa ser decidido, simpático, sincero e verdadeiro.  Minha inspiração vem de duas pessoas muito especiais: Joilma Adélia, minha mãe, uma guerreira que me ensinou a ser persistente; e ao meu padrinho, André Ghabé, fotógrafo, que sempre acreditou em mim.
               
O traje típico que Joice Adélia vai usar no Miss Pernambuco chama-se “Mestra Coquista”, uma homenagem a Selma do Coco,  cantora e compositora, falecida no dia 09 de maio, aos 80 anos, cedido pelo Centro Cultural Selma do Coco. O material empregado no traje, costurado por Sonia Silva,  é composto de tecidos de cetim, uma criação das estilistas Raquel Marta, Adriana Andrade e Yorrana Thaynir, netas da inesquecível artista.

*****

TÚNEL DO TEMPO - Estudantes timbaubenses posam para a posteridade no mês de junho de um tempo que se foi, para sempre se foi. Na fila de trás, da esquerda para a direita: Chico Leal, Nilton Souza, Salvador e Zé Mario Ferreira. Na fila do meio, na mesma ordem: Vilarim, Nicodemos, Geraldo Praxedes, Virgilio Aguiar e Dagmar. As moças, também da esquerda para a direita, são: Natércia, Vitória, Neidinha, Branca (in memoriam, irmã do Sr. Dino), Aurivone e Lia. ***** 
E agora, uma pausa para mergulhar nestes versos de Vinicius de Moraes (1913-1980). 
“Tomara que a tristeza te convença / Que a saudade não compensa / ... / E a coisa mais divina / Que há no mundo / É viver cada segundo / Como nunca mais... *****  Foto: Cortesia.



*****

DOMINÓVento venha cá, basta um recanto e mãos dispostas para jogar. / Devemos ter concentração e respeitar o silêncio e o mistério do ar. / Ninguém vai gritar gol, mas escutaremos sena, camburão... / Também outros termos, carroça, carreta, carrilhão... / Vento venha cá, acho que os adultos complicam este jogo. / Melhor ver as pedras enfileiradas caindo, como no meu tempo de garoto. - Daslan Melo Lima, na Praça João Ferreira Lima (ex-Praça João Pessoa), centro de Timbaúba, Pernambuco.

*****


LUTO - Faleceu na tarde deste sábado, 27, vítima de problemas renais, Severino Alfredo da Silva, um dos mais antigos motoristas profissionais, conhecido como Sibiu, estimadíssimo na cidade, pai de Walfredo Silva, o Wal Boy, fundador do Timbafest, site que marcou epóca na região. Nascido em 27/07/1942, Sibiu ia completar 73 anos de idade, mas nos seus documentos a data de nascimento constava como 27/07/1946. À família enlutada, da qual me sinto membro de coração, as condolências de PASSARELA CULTURAL. ***** Nossos sentimentos também para Josafá de Freitas, radicado em São Paulo, e família, pela morte do seu filho Marco Aurélio.
 

***** 

2 comentários:

Jeová Barboza de Lira Cavalcanti disse...

Falando sobre o túnel do tempo, digo que não estou na foto, mas fiz parte dessa turma. Lembro-me de todos esses colegas - uns já se foram para outra dimensão e outros continuam a encher a terra com seus passos. A alguns deles eu era mais próximo e guardo muito boas lembranças da amizade e coleguismo com que sempre me distiguiram, entre eles o Nilton Souza (que depois tornou-se um dos maiores fotógrafos de Timbaúba), o Salvador, José Mário Ferreira, Nicomedes, Geraldo Praxedes, Virgílio Aguiar e o Sr. Dagmar Monteiro. Relativamente às "garotas", tinha mais afinidade com a Natércia Pessoa, Aurivone e LIA (que se não me engano chamava-se Maria José). Época que marcou vida estudantil no Colégio Timbaubense, desde o Admissão e durante todo o curso Ginasial. Saudades...muitas saudades!
Jeová Barboza

Jeová Barboza de Lira Cavalcanti disse...

LUTO: AO AMIGO VAL:

Meu caro amigo, é com um enorme peso no coração que hoje lhe endereço estas palavras, pois a razão que as vai levar até você é a mais triste que existirá. Os meu pêsames mais sentidos pela morte de seu querido pai.

E todas as pessoas que um dia amamos ou havemos de amar na vida são únicas e insubstituíveis, mas entre todas elas o pai representa ainda mais, pelo que meu coração se junta agora ao seu, nesta hora de dor e perda.
Conheci o SIBIU ainda garoto: eu trabalhando na farmácia do poeta João Feliciano e ele, na casa do Dr. Milton Queiroz. Tornamo-nos amigos e essa amizade conservamos pela vida em fora. Agora ficam as memórias, meu amigo, e a saudade, e nelas deve encontrar a sua paz e a força para aceitar o inevitável. Seu caríssimo pai viveu uma vida feliz e completa, e agora você viverá a sua, sempre honrando a memória deste. Coragem, meu amigo! Deus estará sempre com você e sua família.
Jeová Barboza