a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

sábado, 23 de abril de 2016

SESSÃO NOSTALGIA - As brasileiras que venceram o concurso Rainha Internacional do Café

Daslan Melo Lima
          
          Oito brasileiras já conseguiram o primeiro lugar no tradicional concurso Rainha Internacional do Café, criado com o nome de Rainha Continental do Café, em Manizales, Colômbia. A primeira edição aconteceu em 1957. A mudança de nome ocorreu depois que a organização do evento passou a permitir a participação de concorrentes de outros continentes. 

----------

  Denise Guimarães Prado
Rainha Internacional do Café 1957

Miss Minas Gerais, terceira colocada no Miss Brasil 1957
----------

Mercedes Elizabeth Carrascosa Von Glehn 
Rainha Internacional do Café 1961

Miss Minas Gerais, quarto lugar no Miss Brasil 1960
-----------

Márcia Gabrielle 
Rainha Internacional do Café 1985

Miss Mato Grosso, Miss Brasil, semifinalista (Top 10) no Miss Universo 1985
-----------

Ana Márcia Marques de Moura
Rainha Internacional do Café 1988

Ana Márcia Marques de Moura - Rio Grande do Sul
-----------

Regilaine Bittencourt de Miranda
Rainha Internacional do Café 1995

Miss Mundo São Paulo 1994
-----------

 Francine Eickemberg
Rainha Internacional do Café 2001

Miss Santa Catarina, segunda colocada no Miss Brasil, representante brasileira no Miss Mundo 2000
-----------

Mariana Notarângelo de Fonseca
Rainha Internacional do Café 2010


Miss Mundo Rio de Janeiro, Miss Mundo Brasil, finalista (Top 7) e
Rainha das Américas do Miss Mundo 2012.
-----------

Priscila Medeiros Durand
 Rainha Internacional do Café 2014
Paraibana de Campina Grande, radicada em Alagoas. Miss Paraíba no Miss Brasil Universo 2010,  Miss Rio Grande do Norte no Miss Brasil Latina 2011 e Miss Alagoas no Miss Mundo Brasil 2013. 
----------

                                SENHORITAS PARA SEMPRE RAINHAS

     Em Manizales, as concorrentes ao título de Rainha Internacional do Café usam faixas com a inscrição Senõrita, diferente do termo Miss, usado no Brasil. Entre as jovens brasileiras que sonharam com o título, mas que não obtiveram classificações, quero destacar duas.

Ana Cristina de Medeiros
Rainha Brasileira do Café 1990
Miss Pernambuco 1989
Foto: Jornal do Commercio, Recife, PE, 13/03/1989
-----------
Da esquerda para a direita: Senõrita Chile, Daniela Yolanda Thieme Magnasco, primeiro lugar; Senõrita Bolivia, Daniela MeyerSenõrita Costa Rica, Julieta Posla Fuentes, segundo lugar; Senõrita Brasil, Ana Cristina de MedeirosSenõrita Guatemala, Ana Margarita Castillo Góngora, e Senõrita Colômbia, Angela Maria Rivero Restrepo.
Detalhe: o nome de Ana Cristina de Medeiros aparece em alguns sites que fazem referência ao certame de Manizales como Cristina Sguissardi. O sobrenome Sguissardi ela só adotou anos depois, ao casar com o industrial petrolífero Luís Sguissardi do Carmo, passando a assinar o nome como  Ana Cristina Medeiros Sguissardi.
----------
Leila Schuster
Rainha Brasileira do Café 1991
Miss Rio Grande do Sul, Miss Brasil, semifinalista (Top 10) no Miss Universo 1993.

----------  

RAINHA BRASILEIRA DO CAFÉ  DE 2016



Faz alguns anos que as  candidatas brasileiras ao título de Rainha Internacional do Café são indicadas pela MMB Produções e Eventos, entre aquelas que obtêm boas classificações no Miss Mundo Brasil. A atual Rainha Brasileira do Café é a mineira Júlia do Vale Horta, semifinalista (Top 10) no Miss Mundo Brasil 2015, classificada em segundo lugar no Rainha Internacional do Café 2016. 
-----------

       Ponto final em mais uma Sessão Nostalgia. E agora? Nada melhor do que uma boa xícara de café! 


    Um abraço e até a próxima semana, se Deus permitir.  

*****


Um comentário:

Anônimo disse...

Daslan

foi uma grata surpresa ver estampada uma foto de Miss Pernambuco 1989, Ana Cristina de Medeiros, representante do Brasil no concurso Rainha Internacional do Café.
Uma ótima semana.
Muciolo Ferreira