*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 677, referente ao período de 15 a 21 de julho de 2018. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim e Whatsapp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 7 de outubro de 2017

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Ana Eufrásia, a admirável mulher do capitão Zeferino

>>>>> A mãe de Isnar Cabral de Moura soube mais que ninguém exercer o sacerdócio do magistério.
        


          Ana Eufrásia Cabral de Moura, filha de José Gercino Bezerra Cabral e Joaquina Francelina Cabral, nasceu no dia 28 de outubro de 1873, no lugarejo de Mata Virgem, hoje pertencente ao município de Surubim. Aos oito anos de idade já começava a precoce professora sua trajetória pedagógica em Umbuzeiro, Paraíba, para onde havia se mudado com a família seis anos antes.
           Em 1892, foi nomeada professora estadual para a então povoação de Barra de Natuba, mas em novembro do mesmo ano retornou a Umbuzeiro e lá permaneceu até 1893, quando foi nomeada professora municipal de São Vicente, hoje São Vicente Férrer, PE, onde inclusive casou e lecionou até 1907, quando foi removida para Timbaúba. Aqui chegou no dia 16 de junho, para lecionar na escola municipal localizada na rua Marechal Dantas Barreto, nº 138. Com a inauguração do Grupo Escolar Municipal D. Pedro II, foi para lá transferida até aposentar-se, já como diretora, isto em 1933.
          Professora leiga, mas autodidata, soube mais que ninguém exercer o sacerdócio do magistério. Sua luta, dedicação e competência foi reconhecida ainda em vida por todos. Até mesmo as mestras formadas nas escolas normais de então, quedavam-se ante a sapiência da matuta de Mata Virgem.    
      Numa justa homenagem àquela que dedicou sua vida a ensinar, particularmente aos timbaubenses pobres, pois cada aluno seu era como um verdadeiro filho, Timbaúba e o Estado de Pernambuco denominaram de Grupo Escolar Professora Ana Eufrásia uma escola localizada na avenida Dr. Ferreira Lima. A professora Ana Eufrásia faleceu no Recife, no dia 03 de abril de 1960. Sua filha Isnar Cabral de Moura (1909-2014), timbaubense, primeira jornalista pernambucana, escreveu dois livros sobre Ana Eufrásia: “A Admirável Mulher do Capitão Zeferino” (1º volume, Gráfica Editora Norte Brasileiro, 1973) e “Dona Eufrásia, Viuvez e Exílio” (2º volume, edição da Biblioteca Ana Eufrásia – 1974).
------

Fontes de pesquisa: Timbaúba, Ontem e Hoje, volume II, Edições A Província, Timbaúba, PE, 1996), Diario de Pernambuco e Jornal do Commercio.

----------

FESTA DAS CRIANÇAS




A Sociedade de Cultura e Musical 1º. de Novembro tem a satisfação de convidar pais e crianças de nossa cidade para assistirem, na próxima quinta-feira, dia 12 de outubro de 2017, às 16:30 horas, na Praça José Lins do Rego, em Timbaubinha, nesta cidade de Timbaúba, ao “Concerto do Dia das Crianças”, dando prosseguimento às comemorações dos 95 anos de existência desta Sociedade Musical, a completar-se em 01/11/2017, a ser realizado por nossa Banda de Música Juvenil, composta por 25 músicos com idade dos 08 aos 18 anos, sob a regência do maestro Jorge Luiz Gomes (Jorjão), que estará brindando os presentes com o melhor da música instrumental.

Contamos com a participação de todos.

Cordialmente.

Sociedade de Cultura e Musical 1º. de Novembro

OTÁVIO LUIZ DA SILVA NETO
Presidente do Conselho de Administração

----------

Um comentário:

Jeová Barboza de Lira Cavalcanti disse...

Bela homenagem a uma das mulheres que, pelo magistério, fez parte da história de Timbaúba. A casa de nº 138 da Rua Mal. Dantas Barreto onde funcionou a Escola Municipal em que lecionou quando chegou a nossa cidade, hoje abriga uma igreja protestante e, em tempos passados foi a sede do JET (Juventude Esportiva Timbaubense), clube que marcou época na história esportiva de nossa terra mas que infelizmente foi extinto. Que bom se no local existisse uma placa que lembrasse o fato, com dizeres alusivos a esse acontecimento histórico, mais ou menos assim: "Neste imóvel existiu no ano 1907 uma Escola Municipal, na qual lecionou a Professora Ana Eufrásia Cabral de Moura", ou como melhor se enquadrar, a exemplo do que existe na casa nº 317 da mesma rua, onde nasceu o teatrólogo Luiz Marinho Falcão Filho.

Outrossim, muito grato pela divulgação da FESTA DAS CRIANÇAS, que contará com a participação da Banda Musical Juvenil da Sociedade de Cultura e Musical 1º de Novembro.