a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 641, referente ao período de 15 a 21 de outubro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 15 de dezembro de 2012

FELIZ DESERTO, VINTE E CINCO ANOS DEPOIS

Daslan Melo Lima

          Em dezembro de 1987, escrevi uma crônica chamada Feliz Deserto, onde digo:

“Bom seria que a eterna mensagem cristã do Natal não ficasse restrita só a um mês. Bom seria se pudéssemos viver sob um clima de fraternidade durante todos os dias do ano. Neste dezembro, se fores capaz de captar meu estado de espírito, haverás de me dar a mão e de  pés descalços irmos passar o dia de Natal em uma rua de poucas e pobres casas de Camaragibe, cuja única riqueza é ter um nome simples e lindo: Rua Feliz Deserto. /// Haveremos de descobrir que naquela vida pobre e simples da Feliz Deserto talvez esteja o verdadeiro espírito do  Natal. Se não fores capaz de captar o meu estado interior, não te culparei por ficares aqui nesta festa descaracterizada que a sociedade de consumo fez do Natal. Isto aqui é um deserto e eu te desejo simplesmente Feliz Natal. Eu vou para aquela rua reencontrar a essência do Natal. Deseje-me Feliz Deserto.”

          Vinte e cinco anos depois, a Rua Feliz Deserto está calçada e hoje não é mais motivo de inspiração para mim. Vinte e cinco anos depois, não preciso ir para lugar algum para reencontrar a essência do Natal, pois o homem que sou  está o tempo todo ao lado da  criança que um dia  eu fui. 

*****

Nenhum comentário: