a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 628, referente ao período de 16 a 22 de julho de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefones: (81) 9.9612-0904 (Tim) e (81) 9.9277-3630 (Claro) ***** WhatsApp: +55 81 99612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 8 de dezembro de 2012

DE TIMBAÚBA PARA O MUNDO - Julierme e Moema, o casamento do ano


JULIERME E MOEMA, O CASAMENTO DO ANO




          
          A cerimônia de casamento do empresário Julierme Barbosa, filho de Jair Barbosa da Silva (in memorian) e Olga Xavier Barbosa da Silva, com a enfermeira  Moema Brandão, filha de Rosinaldo Bezerra de Albuquerque Marluce Brandão de Albuquerque, foi realizada no dia 1º deste mês, na Capela da Escola Santa Maria. Muitos foram os casamentos que encantaram a sociedade timbaubense durante 2012. Para PASSARELA CULTURAL, no entanto, o de Julierme e Moema ficará como símbolo de todos os nupciais do ano.
----------

Os padrinhos - Por parte do noivo: Wagner/ Priscila RochaSaulo/ Laila RochaDewson/Anália Rocha , Klemerson/Evaniedja RochaJoão Pedro Silva/Andressa RegisEduardo Ferreira Lima/Danielle Araújo e  Teófilo Albuquerque/Isabela Moura. ***** Por parte da noiva: Armando/Rosivalda AlbuquerqueRonaldo Bezerra/Maria José AlexandreRosivaldo Bezerra/Maria das Neves, Eduardo Menezes/Rafaela CarvalhoNilson/Lucielma HipólitoMarinaldo/Ana Alice RosendoSérgio Costa/Irlene Lemos e Sílvio/Isabel Levino.
----------

A entrada da noiva -  Antes da noiva entrar na Capela, a porta foi fechada. Quando a porta abriu, Moema entrou chorando, acompanhada do pai.
----------



O celebrante e as palavras que conquistaram e emocionaram os convidados - No início da cerimônia, o celebrante, Padre José Leôncio da Silva Junior,  de João Pessoa-PB, conquistou de imediato a simpatia de todos ao dizer: 
“O casamento deve ser um ato natural. Julierme e Moema estão naturais. Vocês, mulheres, esqueçam os sapatos e as plataformas apertados. Vocês, homens, esqueçam as gravatas. Fiquem naturais". 
Dando prosseguimento, declamou alguns versos da canção “Eu Sei que vou te Amar”, de Tom Jobim e Vinicius de Moraes
Eu sei que vou te amar/Por toda a minha vida/Eu vou te amar/A cada despedida/Eu vou te amar/Desesperadamente/ Eu sei que vou te amar/E cada verso meu será/Prá te dizer/Que eu sei que vou te amar/Por toda a minha vida...” 
Frisou que o amor deve ser para toda a vida. E fez uma crítica a um trecho do "Soneto de Fidelidade" de Vinicius de Moraes: 
“Quando o poeta diz que não seja eterno posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure, ele deixa margem para se acreditar que o amor pode um dia acabar, quando o amor deve ser um sentimento para toda a vida"
O Padre Leôncio Junior também citou a façanha de Sherazade, personagem que conquistou o Rei Chariar: 
Mil e uma Noites significa para sempre”.
Na hora do juramento, Julierme e Moema  disseram um para o outro:
 “Prometo ser filel na alegria e na dor (.....) por mil e uma noites.”
----------

A borboleta misteriosa do altar - Uma pequena borboleta surgiu de repente no altar, passou pelos noivos, pelos pais da noiva e pelos padrinhos Armando e Rosinha Albuquerque. E da mesma forma misteriosa como apareceu, sumiu. Deve ter vindo e em seguida voltado para o Reino das Mil e Uma Noites.   

----------

Ao som da Orquestra 4 Estações, na AABB, Julierme e Moema dançaram uma valsa sob uma chuva de papel. Alana,  a linda daminha, observa a cena deslumbrada. Parecia uma chuva de estrelas caindo do céu.
----------
Os convidados - Julierme e Moema escolheram os convidados com base numa lista sentimental composta de pessoas que fizeram parte das suas histórias, tornando o ambiente repleto de referenciais importantes da vida de de ambos. 
----------
Da esquerda para a direita, Jailton e Olga (irmão e mãe do noivo), Julierme/Moema, e os pais da noiva.
----------
Padre Leôncio Junior quando saiu da Capela, tirou a batina e foi para a AABB.
----------
Os noivos com o casal Marinaldo Ana Alice Rosendo.
----------
Os noivos ladeados por Irlene Lemos e Sérgio Costa.
----------
Julierme, Isabel, Moema e Sílvio Levino.
----------


Cada casal de padrinhos recebeu um estojo na cor ouro-velho contendo um vinho e a seguinte mensagem: "Vocês significam muito para nós... mais de que as palavras possam expressar. É uma emoção única e indescritível tê-los ao nosso lado e poder partilhar com vocês toda a felicidade dessa nova etapa em nossas vidas. Com carinho. Julierme & Moema."
----------

Julierme e amigos de ontem...

...de hoje e sempre
----------
Enquanto a orquestra tocava "Conga, la conga, conga, conga, conga" , um dos maiores sucessos musicais da carreira da cantora Gretcheno casal  protagonizou o momento mais descontraído da noite. Pela performance, dava a entender que haveria um strip-tease. Obviamente, tudo não passou de uma doce e leve brincadeira que arrancou muitos aplausos.  
----------
Contagem regressiva para Moema jogar o seu cobiçado buquê...

... que todas queriam...
... mas que só uma conseguiu.
----------
No piso da AABB, os nomes dos noivos. 
----------
Julierme e Moema, pausa para uma pose especial ao entrarem na AABB.  
----------


A recepção na AABB -  O buffet,  irrepreensível, no atendimento e nos comes e bebes. A orquestra tocou todos os ritmos, dando ênfase às canções dos anos 60, enquanto do céu caía uma chuva fina, um mimo de DEUS para o casamento do ano.
----------


           Por Mil e Uma Noites

        Quando me aproximei de Moema Brandão, para a foto acima, um filme de longa metragem passou em um segundo na minha mente. Até parece que foi ontem que a  primogênita dos meus amigos Rosinaldo e Marluce era apenas um bebê, embora os calendários insistam em afirmar que faz muito tempo.  
        São em momentos assim que damos conta de que o tempo implacável voa. Que o tempo voe, pouco importa, mas que mantenha o sorriso de felicidade de Moema por mil e uma noites, para sempre ! Amém! Assim Seja!
-
*****

2 comentários:

Anônimo disse...

Moema sempre foi um doce de pessoa,o casamento foi lindo e Timbaúba inteira torce pela felicidade do casal.

M.C.Alb

Anônimo disse...

Só as palavras emocionantes que o Padre disse já seriam o suficiente para que este casamento merecesse o título de O CASAMENTO DO ANO.

C.Rocha de Floripa