a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 646, referente ao período de 19 a 25 de novembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 22 de dezembro de 2012

E O MUNDO NÃO SE ACABOU


Daslan Melo Lima
          Quando eu era criança, de vez em quando apareciam boatos de que o mundo ia se acabar. O assunto mexia com as minhas emoções e me deixavam deprimido, embora na época não tivesse consciência de que aquele cinza que tomava conta da minh’alma tinha o nome de depressão. A coisa amenizou quando um dia ouvi pelo rádio uma velha canção bem humorada composta por Assis Valente (1911-1958), na voz de Carmem Miranda (1909-1955). Tratava-se do samba-choro "E o Mundo não se acabou", inspirado na possível colisão  do cometa Halley com a Terra. 
Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar / Por causa disso a minha gente lá de casa começou a rezar / E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada / Por causa disso nessa noite lá no morro não se fez batucada. 
Acreditei nessa conversa mole / Pensei que o mundo ia se acabar / E fui tratando de me despedir / E sem demora fui tratando de aproveitar / Beijei na boca de quem não devia / Peguei na mão de quem não conhecia / Dancei um samba em traje de maiô / E o tal do mundo não se acabou.  
Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar / Por causa disso a minha gente lá de casa começou a rezar / E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada / Por causa disso nessa noite lá no morro não se fez batucada. 
Chamei um gajo com quem não me dava / E perdoei a sua ingratidão / E festejando o acontecimento / Gastei com ele mais de quinhentão / Agora eu soube que o gajo anda / Dizendo coisa que não se passou / Ih, vai ter barulho e vai ter confusão / Porque o mundo não se acabou 
 Anunciaram e garantiram que o mundo ia se acabar / Por causa disso a minha gente lá de casa começou a rezar / E até disseram que o sol ia nascer antes da madrugada / Por causa disso nessa noite lá no morro nem se fez batucada.
    Não tenho vergonha nenhuma de assumir que, apesar da minha fé em DEUS, o menino que um dia eu fui ficou um pouco apreensivo com toda aquela conversa em torno do Calendário Maia: o fim do mundo seria na sexta-feira,  21.  Que alivio acordar neste sábado, 22! Não beijei na boca de quem não devia. Não peguei na mão de quem não conhecia. Não dancei um samba em traje de maiô. E o mundo não se acabou!
_________
Timbaúba-PE, 22/12/2012, asssitindo ao vídeo de Paula Toller cantando "E o Mundo não se acabou", http://www.youtube.com/watch?v=bLEhVIp1X3c
*****

Um comentário:

tranquelino disse...

Daslan,

E o dia em que todo negro iria virar macaco. Esse boato saiu na decada de cinquenta, onde dizia que a meia noite no ano de 1960, os negros iria virar macaco. Nada disso aconteceu. Porém temos que nos conscientizar que a cada ano o mundo vai ficar cada vez mais insuportavel. A fumaça das chaminés das fábricas tem um pouco mais de 100 anos e isso representa muito pouco tempo para os milhões de ano da existencia da terra.