*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ NO BLOG PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 697, referente ao período de 09 a 15 de dezembro de 2018. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim / WhatsApp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 18 de novembro de 2017

MEMÓRIAS DE SÃO JOSÉ DA LAJE - Doce limão, leva esta tristeza e a desilusão


          
          Meu pai era sapateiro e um dia pediu que eu fosse à casa do Sr. Enéas, no Sítio Limão, entregar um par de sapatos que tinha consertado. Saí da minha casa na rua do Rosário, passei pela rua do Ipiranga, atravessei a ponte do Limão e cheguei no endereço combinado. 

        Deparei-me na varanda com uma cena digna das fotonovelas e dos filmes românticos da época. A bela e doce Vera Estela, filha do Sr. Enéas, minha colega no Ginásio São José, estava deitada numa rede e cantava “Vai”, um bolero gravado por Anísio Silva.

Pelas noites que já passei,
noites tristes, noites sem fim,
pelas lágrimas que derramei,
por estares longe de mim...
Pelos dias de desencanto que ao teu lado tanto sofri,
pelas horas e pelos anos que eu passei pensando em ti...

Vai, leva esta tristeza,
leva esta saudade e a desilusão...
Vai, vai minha querida,
leva a minha vida e o meu coração.


           Depois de vários anos, eu e Vera Estela estivemos lado a lado, onde conversamos sobre os mistérios da vida e da morte. Enquanto isso, o vento e os anjos invisíveis cantavam em silêncio o trecho final da canção:

Vai, leva esta tristeza,
leva esta saudade
e a desilusão.
Vai, vai minha querida,
leva a minha vida
e o meu coração." 


----------
Daslan Melo Lima - Memórias de São José da Laje, a cidadezinha alagoana onde nasci.

                                  *****

Nenhum comentário: