a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 637, referente ao período de 17 a 23 de setembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 30 de julho de 2016

SESSÃO NOSTALGIA – No tempo das Veras Lúcias do concurso Miss Guanabara

Daslan Melo Lima

          Durante três anos consecutivos, as primeiras colocadas no concurso Miss Guanabara chamaram-se Vera Lúcia, 1962, 1963 e 1964. Dois anos depois, em 1967, a vencedora tinha o mesmo nome. 
----------
As Veras Lúcias eleitas Miss Guanabara na década de 1960. Da esquerda para a direita: Vera Lúcia Saba (1962), Vera Lúcia Ferreira Maia (1963), Vera Lúcia Couto dos Santos (1964) e Vera Lúcia de Castro (1967).
----------
        Em termos de visibilidade, as misses do Estado da Guanabara alcançavam, antes da realização do concurso Miss Brasil, mais notoriedade do que as suas concorrentes de outros Estados brasileiros. Suas imagens eram capas das mais importantes publicações dos anos 60, O Cruzeiro, Manchete e Fatos & Fotos.
 ----------

O ESTADO DA GUANABARA


          A Guanabara foi um Estado do Brasil de 1960 a 1975, no território do atual município do Rio de Janeiro. A palavra guanabara tem sua origem no tupi guarani guaná-pará, e significa "o seio-mar". Com a mudança da capital para Brasília, em 21 de abril de 1960, a cidade do Rio de Janeiro tornou-se o Estado da Guanabara.  A Guanabara foi o único caso no Brasil de uma cidade-estado. 
     Pela Lei Complementar nº 20, de 1º de julho de 1974, durante a presidência do general Ernesto Geisel, decidiu-se realizar a fusão dos Estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, a partir de 15 de março de 1975, mantendo a denominação de Estado do Rio de Janeiro, voltando-se à situação territorial de antes da criação do município neutro, com a cidade do Rio também voltando a ser a capital fluminense. (Wikipedia)

----------

VERA LÚCIA SABA
Miss Clube Monte Líbano
Miss Guanabara 1962

Manchete - Rio de Janeiro, 23 de junho de 1962 - Ano 10 - Nº 531

Antes mesmo de receber a faixa de Miss Guanabara, a morena Vera Lúcia Saba, representante do Clube Monte Líbano, viveria instantes felizes. Na véspera da grande festa do Maracanãzinho, os fotógrafos a elegeram Miss Simpatia. Na hora do concurso o público antecipou-se à decisão do júri, dedicando-lhe os maiores aplausos. A nova Miss Guanabara, forte concorrente ao título de Miss Brasil, tem dezoito anos e é bailarina clássica. Mais de 15 mil pessoas aplaudiram as 22 lindas concorrentes ao título de Miss Guanabara. No final, o público concordou com o júri. Pela primeira vez, na história do concurso, as candidatas não protestaram contra o resultado final. Alias, ainda na véspera da festa do Maracanãzinho, comentavam: “Desta vez é fácil adivinhar. A Miss Monte Líbano já ganhou. (Manchete) ***** Vera Lúcia Saba foi a terceira colocada no Miss Brasil e concorreu em Londres ao título de Miss Mundo 1962.

----------

VERA LÚCIA FERREIRA MAIA
Miss Fluminense Futebol Clube
Miss Guanabara 1963

Manchete-Rio de Janeiro, 29 de junho de 1963 - Ano 11 - Nº 584

Vera Lúcia Ferreira Maia, candidata do Fluminense, foi eleita Miss Guanabara no mais emocionante concurso de beleza já  realizado no Maracanãzinho, pois tanto o júri quanto o público custaram a chegar a um acordo. A primeira contagem dos votos assinalou um empate entre Vera Lúcia e Eliane Silveira (do Clube Riachuelo), ambas com 50 pontos. No desempate ganhou Vera Lúcia, embora 15 mil pessoas nas arquibancadas gritassem o nome de Aizita Nascimento, a linda mulata do Clube Renascença, que, inexplicavelmente, acabou ficando em 6º lugar. (Manchete) ***** Filha da cantora Nora Ney (1922-2003), Vera Lúcia Ferreira Maia foi a terceira colocada no Miss Brasil e uma das 15 semifinalistas do Miss Mundo 1963.  

---------

VERA LÚCIA COUTO DOS SANTOS
Miss Renascença Clube
Miss Guanabara 1964

O Cruzeiro - Rio de Janeiro, 18 de julho de 1964 - Ano XXXVI - Nº 41

Parece que o Maracanãzinho se arrumou para aplaudir Verinha-cor quente. Ela foi a fervura do frio do estádio. A senha para as palmas. Desfilou de garça, espontânea, distração disciplinada, uma vez de vestido branco, manto ao vento; outra vez de maiô de bolinhas, corpo traçado a bico de pena. “Esta mulata vale um dicionário de Aurélio Buarque de Holanda”, disse um repórter. Ela foi antes Miss Suéter e Miss Primavera do Renascença. Vera fala inglês, francês e faz composições populares. “Zé do Violão” é samba seu, samba supimpa. Nunca um júri se reuniu tantas vezes no Miss Guanabara. Foi um recorde de medições, de tomadas de consciência. Afinal, entre tantas louras e morenas, tantos olhos verdes e azuis, havia um destaque sépia a considerar: Vera, a mulata. Por coincidência a candidata da plateia.  (O Cruzeiro) ****** Vera Lúcia Couto dos Santos  foi a segunda colocada no Miss Brasil e terceira no Miss Beleza Internacional 1964. 

----------

VERA LÚCIA DE CASTRO
Miss Motel Country Clube Bandeirantes
Miss Guanabra 1967

Fatos & Fotos - Brasília, 08 de julho de 1967 - Ano VII - Nº 336

Vencendo 26 candidatas, uma morena alta, de 19 anos, normalista, é a Miss Guanabara 1967. Miss Guanabara voltou a chamar-se Vera Lúcia. Em anos anteriores, Vera Lúcia Saba, Vera Lúcia Ferreira Maia e Vera Lúcia Couto dos Santos foram as mais bonitas cariocas e criaram uma espécie de clã particular que aumentou com a vinda de Vera Lúcia de Castro, a Miss Guanabara 1967. Se nenhuma das três antecessoras chegou a Miss Brasil, a morena Vera Lúcia começou vencendo fácil o teste preliminar saindo à frente de 26 candidatas, num Maracanãzinho repleto. Dez mil pessoas concordaram com o júri. Desde a fase de inscrição, ela surgia como forte candidata, chegando até´a convencer o pai Sr. Carlos Castro de que valia a pena ter uma miss entre suas três filhas. As irmãs de Vera, Glória e Leila, foram as que mais torceram e toda a família estava presente, tios, madrinhas e primos. (Fatos & Fotos) ***** Vera Lúcia de Castro ficou entre as semifinalistas do Miss Brasil 1967.

-------   

VERAS LÚCIAS, AS LUMINOSAS VERDADEIRAS 
  
            Vera Lúcia é um nome composto pela junção de dois nomes com origem do latim, conforme o  www.dicionariodenomesproprios.com.br 

        Vera Lúcia significa “a luminosa verdadeira” ou “a luminosa que tem fé”. 
        Vera  tem origem a partir do latim verus, vera ou verum, que quer dizer literalmente “verdadeira”, “sincera” ou “franca”. Pode também ter vindo do eslavo wjera, que significa “fé”, “fidelidade”, tendo também  o mesmo significado em russo.  Para a Igreja Ortodoxa Russa, Vera (fé) é uma das filhas de Sofia (sabedoria).
       Lúcia  significa “a luminosa”, “a iluminada” ou "aquela que nasceu com a manhã". Lúcia é a variante feminina de Lúcio, nome que tem origem no latim Lucius, derivado dos elementos lyke, luc, luk, que deram origem à palavra em latim lux, que significa “luz”, por extensão “a luminosa”. De acordo com algumas fontes, originalmente o nome Lucius era traduzido como “o que pertence à aurora” ou “nascido com a manhã”. Muitas crianças que nasciam durante a madrugada ou nas primeiras horas da manhã acabavam por receber este nome.

----------


      Timbaúba, Pernambuco, 30 de julho de 2016. Daqui a pouco, a tarde fria pernambucana vai se despedir nos braços da noite.  Busco roubar do tempo as emoções e as passarelas de uma época que se foi. Junto as revistas lado a lado e imagino que todas as Veras Lúcias, eleitas Miss Guanabara na década de 1960, aqui estão, jovens, lindas, sonhadoras... Misses para sempre Misses. 

*****

2 comentários:

Anônimo disse...


Simplesmente divina essa Sessão Nostalgia dedicada as Veras Lúcias Misses cariocas. Assim como devem ter sido iluminadas as auroras e o entardecer de suas vidas nas passarelas. Valeu, Daslan!

Muciolo Ferreira

Vera Lúcia disse...

Que linda crônica, Daslan. E lindas todas as Veras Lúcias da Guanabara. Me orgulho em ter o mesmo nome que elas.
Abraços.