*****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ NO BLOG PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 741, referente ao período de 1º a 07 de março de 2019. ***** Editor: Daslan Melo Lima - Timbaúba, Pernambuco, Brasil. ***** Contatos : (81) 9-9612.0904 (Tim / WhatsApp). E-mail: daslan@terra.com.br

sábado, 23 de junho de 2018

SESSÃO NOSTALGIA - Quando os concursos de misses no Brasil eram tão importantes como a Copa do Mundo


      

                
Daslan Melo Lima

          Em tempo de Copa do Mundo sendo realizada na Rússia, vamos recordar a época onde os concursos de misses despertavam tanta importância no Brasil quanto o Campeonato Mundial de Futebol. 
           ----------

Túnel do Tempo
1958 

       A revista O Cruzeiro, que circulava há 30 anos, tinha tiragens semanais que chegavam a  500.000 exemplares. Seus diretores promoveram um encontro dos campeões do mundo com Adalgisa Colombo, Miss Brasil e Ana Maria Carvalho, Miss Bahia. Os fotógrafos deram ênfase aos abraços delas em Bellini, o mais belo dos jogadores. Antes disso, Adalgisa Colombo tinha sido capa ao lado de Teresinha Morango, Miss Amazonas, Miss Brasil e Vice-Miss Universo 1957. 


"Extra! As vitórias do Brasil na VI Copa do Mundo" era a única chamada da capa com Teresinha Morango, Miss Brasil 1957, coroando Adalgisa Colombo, Miss Brasil 1958.
----------

Brasil, Campeão Mundial de Futebol na SuéciaCruzeiro, 12/07/1958. Na capa, Hilderaldo Luiz Bellini (1930-2014), capitão da Seleção Brasileira de Futebol, e Adalgisa Colombo (1940-2013), Miss Distrito Federal, Miss Brasil e Vice-Miss Universo 1958. 
----------
Adalgisa Colombo beija o rosto de  Bellini e segura com ele a Taça Jules Rimet.
----------
Ana Maria Carvalho, Miss Bahia, e Bellini.
----------

Túnel do Tempo
1962


Brasil, Bicampeão Mundial de Futebol no Chile - "O Final da Copa", eis a chamada principal, mas quem estava na capa da O CruzeiroMaria Olívia Rebouças Cavalcanti, Miss Bahia, sendo coroada Miss Brasil 1962 pela gaúcha Vera Maria Brauner (1942-2012), Vice-Miss Brasil e Vice-Miss Beleza Internacional 1961.
----------

O Brasil era bicampeão mundial de futebol, mas Maria Olívia Rebouças Cavalcanti dividia a capa da Manchete com Mauro Ramos de Oliveira (1930-2002). 
----------

Túnel do Tempo
1966


Brasil, décimo primeiro colocado na Copa do Mundo da Inglaterra -  Garrincha (1933-1983) e Pelé, autores dos dois gols do Brasil na vitória contra a Bulgária, em Liverpool, Inglaterra, estavam na capa da Manchete. Misses em Miami, no entanto, era a segunda chamada de destaque e a reportagem trazia sete fotos de Ana Cristina Ridzi (1947-2015), Miss Guanabara e Miss Brasil 1966.


Ana Cristina Ridzi.
----------


Sônia Maria Ohana
, eleita Miss Futebol (Rainha da Seleção Brasileira de Futebol 1966). Viajou para Londres representando a mulher brasileira na Copa do Mundo. No ano seguinte, na condição de Miss Pará, ficou em terceiro lugar no Miss Brasil 1967.
----------

Túnel do Tempo 
1970


Brasil, Tricampeão Mundial de Futebol no México - A Seleção Brasileira de Futebol brilhava rumo ao tricampeonato mundial, mas quem estava na capa da O Cruzeiro era o Top 3 do Miss Guanabara 1970. Da esquerda para a direita: Maria Helena Leal Lopes (Miss Telefônica Atlético Clube, segundo lugar), Eliane Fialho Thompson (Miss Floresta Country Club, primeiro) e Sônia Silva (Miss Renascença Clube, terceiro lugar).
----------

O País festejava a conquista do tricampeonato, porém a Manchete colocou na capa Eliane Fialho Thompson, Miss Guanabara, eleita Miss Brasil 1970. 
----------

        Timbaúba, Pernambuco, Brasil, 23/06/2018. A amazonense Mayra Benita Alves Dias foi eleita Miss Brasil 2018 no dia 26 de maio. A Seleção Brasileira de Futebol está na Rússia, de olho na conquista do hexacampeonato. 

Mayra Dias, Miss Brasil 2018
---------
Seleção Brasileira de Futebol 2018
----------
       Os fogos juninos estouram lá fora. A fumaça de uma fogueira da vizinhança me faz espirrar. 
             Mayra Dias será Miss Universo? A Seleção Brasileira de Futebol voltará ao País vitoriosa?  Não sei. Só sei que sinto uma saudade imensa daqueles anos em que os concursos de misses no Brasil despertavam as mesmas atenções dadas à Copa do Mundo.

***** 

6 comentários:

Vera Lúcia disse...

Só belas recordações de nossas misses.
Abraços e ótima semana, Daslan.

Anônimo disse...



Show de bola de Daslan recordando as misses do passado em sintonia com o futebol, paixão dos brasileiros. Uma ótima semana aos amigos que curtem o Passarela Cultural

muciolo ferreira

DASLAN MELO LIMA disse...

Sempre é motivo de satisfação ver os leitores interagindo com o que escrevo na secção Sessão Nostalgia.
Grato, Vera Lúcia e Muciolo Ferreira
Um abraço.
Daslan

Roberto Macedo disse...

Daslan, excelente sessão. Veja que na revista Manchete com Eliane na capa, há uma sabatina feita por ex-misses na maioria e há uma pergunta sobre a vitória brasileira. Ela respondeu que estava muito feliz, pois preferia ver a Jules Rimet na capa das revistas do que uma foto dela

Abraço,

Roberto Macêdo

DASLAN MELO LIMA disse...

Entre os anos 1950 e 1960, em tom de brincadeira, os cariocas falavam que os três homens mais bonitos do mundo eram o compositor Antonio Carlos Jobim, o ator francês Alain Delon e o zagueiro do Vasco, Hideraldo Luís Bellini. A beleza do ex-jogador era reconhecida por todos.

Tanto que em 1958, em uma das festas do título, no salão da revista O Cruzeiro, Ziraldo pediu que a Miss Brasil Adalgisa Colombo beijasse Bellini quando este apareceu com a Taça Jules Rimet nas mãos. A princípio, segundo a biografia de Garrincha, escrita pelo jornalista Ruy Castro, a botafoguense recusou-se. “Não vou beijar jogador de futebol, não”, disse. Quando viu quem era, imediatamente mudou de ideia. “Ah, se é aquele, eu beijo”.

Fonte: http://trivela.uol.com.br/bellini-nao-foi-gigante-por-ter-inventado-um-gesto-mas-por-nao-te-lo-repetido/

Anônimo disse...


Imagine se Adalgisa iria desperdiçar uma oportunidade única como aquela, de não beijar um galã como o Bellini - o jogador mais bonito da história do futebol brasileiro.

muciolo ferreira